Vinho Varietal - História, sabores e conceitos

Publicado em:

1 2

Como um bom apreciador de vinhos, você também já se pegou olhando para um rótulo e pensando em qual a diferença entre um vinho varietal e um blend?

Ou o que faz um vinho ser considerado varietal? E a pergunta que não quer calar: Quais os melhores? Varietais ou blends?

Por isso, hoje o Center Gourmet vai te mostrar tudo que você sempre quis saber sobre o vinho varietal!

Vamos começar pela sua história, passar pelas suas características e vamos ver se é possível definir sua superioridade sobre os vinhos blend.

E, como bônus, você também vai aprender sobre as uvas usadas na produção dos vinhos varietais.

História do Vinho Varietal

Vinho Varietal

Durante séculos e séculos, ninguém se preocupava em saber que tipo de uva fazia parte da composição do vinho que estavam consumindo. Ao citar no rótulo, a região de origem, as pessoas já tinham uma ideia do tipo uva cultivada ali.

Todavia, talvez alguém pense que os vinhos varietais são originais da Europa e que têm uma longa história. Mas, para sua surpresa, o costume de estampar no rótulo o tipo de uva usado na produção do vinho, vem do Novo Mundo, mais especificamente dos Estados Unidos.

Foi somente no século passado, já na década de 70, que as vinícolas americanas decidiram divulgar a variedade de uva usada na produção de suas garrafas.

Logo, essa atitude mandava um sinal bem claro: de que o Novo Mundo também poderia produzir bons vinhos, com boas uvas, disputando o mercado de vinhos com o Velho Mundo.

Era uma estratégia para chamar a atenção dos consumidores, já que o costume na Europa, era de se destacar a região de onde a bebida se originava ou a família proprietária da vinícola.

Nomes como Bordeaux, Rioja, Porto e Chablis remetem às regiões produtoras do continente europeu e não aos tipos de uvas usadas.

E a inteligente jogada de marketing funcionou!

Os apreciadores passaram a reparar na composição da bebida, se identificaram com os diferentes tipos de uvas, entendendo melhor qual era o gosto pessoal de cada consumidor.

Logo, a partir daí, a forma de se consumir também teve alguma mudança, já que as escolhas passaram a ser baseadas no tipo de uva usada também, não apenas na região de onde os vinhos procediam.

Isso mostrou para o mundo que o continente americano sabia o que estava fazendo.

Mas, vamos esclarecer o que significam os termos Varietal, Corte, Blend e Assemblage.

Os termos: Varietal, Blend, Corte e Assemblage

Vinho Varietal

Varietal

Varietal quer dizer que o vinho foi produzido, predominantemente, com apenas uma variedade de uva. Na verdade, é aceitável que ele contenha até 25% de outra variedade em sua composição. Esse percentual varia, como você pode ver a seguir.

Variação de porcentagem aceita em diferentes países para vinhos varietais

Aqui no Brasil, no Chile e nos Estados Unidos, ele deve conter no mínimo 75% da casta principal, que dá nome ao rótulo. Existem leis que estabelecem o padrão a ser seguido.

Na Argentina, essa proporção sobe para 80%.

Porém, na Itália, França, Alemanha, Áustria, Portugal, Nova Zelândia, Austrália e África do Sul, é exigido que contenha 85% de uma variedade para que o vinho seja considerado varietal.

Monovarietal

É considerado monovarietal, ou univarietal, o vinho que é completamente composto de apenas uma casta.

Se você encontrar um rótulo que estampa “100% Malbec” ou “100% Cabernet Sauvignon”, então você está diante de um monovarietal.

Os mais famosos são mesmo os vinhos da região da Borgonha, com o tinto 100% Pinot Noir e os brancos Chardonnay e Riesling

Blend, Corte e Assemblage

Esses são nomes diferentes para o mesmo tipo de vinho. Blend vem do inglês, Assemblage do francês e Corte do português, indicando que a garrafa possui mais de uma variedade de uva em sua composição.

Nesse artigo, vamos usar a palavra “blend”, mas lembre-se que tem o mesmo significado de “vinho de corte” ou “assemblage”: vinhos de composição mista.

Mais tarde, vamos falar sobre os motivos de se misturar as castas.

Qual o melhor: Varietal ou Blend?

Vinho Varietal

Não há como estabelecer qual o melhor!

Alguns especialistas defendem que é impossível chegar a um altíssimo padrão de qualidade sem a mistura de diferentes variedades de uvas.

Que essa mistura é exatamente o que torna a produção de um vinho, algo extraordinário: saber dosar com maestria a quantidade de uvas de diferentes cepas e safras, para que combinem perfeitamente no paladar.

Outros, já são da opinião que o sabor do vinho varietal é ímpar e puro, dando destaque à expressão da uva, do solo da região e de todos os fatores que interferem na produção do vinho, ou terroir.

Porém, esse é um assunto que depende exclusivamente do paladar de cada um, e nisso, não há unanimidade.

Você só poderá chegar à sua conclusão, provando e comparando as diferenças entre vinhos varietais e vinhos blend de acordo com seu gosto.

E essa é uma tarefa bem agradável, concorda?

Como harmonizar vinhos varietais?

Vinho Varietal

Bom, cada tipo de uva confere ao vinho características muito diferentes umas das outras. Então, para harmonizar um vinho varietal com o seu prato, você vai precisar entender um pouco da variedade utilizada na produção.

Para se ter uma ideia, vamos dar alguns exemplos:

O tinto Cabernet Sauvignon se harmoniza bem com carnes vermelhas, como contrafilé, e com queijos curados e amarelos.

Mas, se seu prato é uma ave, um peixe ou frutos do mar, um vinho branco Chardonnay cai super bem. Pode apostar nele também se for comer uma boa massa com molho branco.

Você até pode variar e combinar com um rosé. Um detalhe importante a ser lembrado no caso dos peixes: os vinhos ideais para harmonizar com sardinhas são os Verdes.

Normalmente, aperitivos devem ser acompanhados de um Moscatel. Mas, você também pode escolher qualquer vinho branco leve e aromático.

Se sua preferência é por saladas com vinagre ou limão, pratos mais ácidos, procure por vinhos mais ácidos também, para que a experiência seja bem agradável. Sugerimos, novamente, os Verdes ou um bom Douro, que também encaixa no paladar.

Para os amantes da culinária japonesa, sushi pede por um vinho branco fresco, rosé ou um espumante.

E para fechar com chave de ouro a sua refeição perfeita, invista numa sobremesa leve. Você pode servir frutas frescas laminadas, que ajudam na digestão, com a bebida certa: um espumante moscatel!

Qual o motivo de misturar as castas?

Vinho Varietal

O enólogo, profissional responsável por construir o sabor do vinho, é um artista! Ele deve ter a habilidade de destacar as características mais favoráveis de uma variedade de uva.

Para esse feito, pode ser que ele precise usar pequenas porções de outras variedades. E é importante lembrar, que isso não diminui a qualidade do produto final.

Um excelente exemplo é o Châteauneuf-du-Pape que mescla com perfeição 13 variedades diferentes de uvas na sua composição!

Por quê? Basicamente, para melhorar o vinho!

4 2

Acontece que uma uva pode ter características não tão agradáveis numa determinada safra. Assim, o enólogo pode usar outras castas para suavizar os defeitos e destacar as qualidades da uva principal. Por isso um vinho varietal pode conter pequenas porcentagens de outras variedades.

Quer um exemplo?

Um vinho Bordeaux é a mistura perfeita de quatro variedades: Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot e Petit Verdot.

Cada uma contribui com uma faceta diferente para a personalidade do vinho. A Cabernet Sauvignon, traz longevidade, é uma uva durável, Merlot dá maciez e a Petit Verdot adiciona cor ao blend. O resultado final é um famosíssimo vinho, complexo e estruturado!

Já na Borgonha, outra famosa região vitivinicultora da França, os produtores encaram a Pinot Noir da região, delicada e sutil demais para ser misturada com outras variedades. Sendo assim, um vinho 100% Pinot Noir, monovarietal.

Por que experimentar vinhos varietais

Vinho Varietal

Conhecedores e especialistas costumam sugerir que os iniciantes na arte de apreciar vinhos comecem provando vinhos varietais. Dessa forma, é possível conhecer individualmente as castas oferecidas e suas nuances.

Para te ajudar a definir seu gosto, vamos listar as principais características de alguns vinhos e uvas.

Cabernet Sauvignon:

Uma uva vermelha, conhecida pela profundidade do seu sabor, a Cabernet Sauvignon resulta num vinho bem encorpado e intenso, com sabor de framboesas ou, às vezes, até de ervas.

O Famiglia Cielo dal 1908 Cabernet Sauvignon Veneto IGT 2020, harmoniza perfeitamente com carnes vermelhas, risotos com mais gordura, como o bacon, massas com molho vermelho e cogumelos recheados.

Barbera

Uma uva vermelha originalmente encontrada na região de Piedmont, na Itália, a Barbera produz vinhos tintos fortes com uma coloração bem escura e um sabor bem encorpado.

Um bom exemplar é o Beni di Batasiolo Sovrana D.O.C. Barbera dAlba 2019, que combina muito bem com carnes vermelhas, tanto costelinha suína como frango ao molho pardo, e massas all’Amatriciana.

Chardonnay

Esse vinho, que é um dos mais conhecidos do mundo, é um vinho branco original da região da Borgonha, ou Burgundy. O interessante sobre essa variedade é o leque de sabores que ela é capaz de alcançar.

Vai do leve, com pouca acidez e um toque de sabor da cepa, até um vinho com sabores complexos que incluem um certo toque de baunilha, manteiga e carvalho. Os Chardonnay, costumam equilibrar bem textura, acidez e um sabor frutado.

O Canceddi Chardonnay Sicilia DOC 2019, é uma boa opção para acompanhar pratos mais leves, à base de frutos do mar ou peixes, como um risoto de camarão.

Champagne e espumantes

A efervescência desses vinhos, é o resultado de uma segunda fermentação no processo de produção de um vinho. Ambos variam bastante em estilo, podendo ir de nature, mais seco e com menos concentração de açúcar por litro, até o demi-sec que apresenta uma grande concentração de açúcar por litro em sua composição.

Vale lembrar que todo champagne é espumante, pois apresenta efervescência, mas para um espumante ser considerado um champagne, ele deve ser produzido na região francesa que leva o nome!

O Champagne Nicolas Feuillatte Brut Réserve Exclusive, não é um varietal, mas vai muito bem em celebrações, acompanhando canapés e pratos leves.

Como opção ao champagne, você tem o espumante, esse sim composto exclusivamente de uvas moscatel, André Moscato. Ele harmoniza bem com canapés, queijos, iscas de peixes e também com sobremesas como salada de frutas, torta de limão e até panetone.

Chenin Blanc

Com características florais, frescas e delicadas, a Chenin Blanc é uma uva branca que se desenvolve bem em climas mais quentes e resulta num vinho bem equilibrado, que fica entre o seco (quando todo açúcar da fruta se converte em álcool) e demi-sec (quando resta um pouco de açúcar do processo).

Para provar, o sul-africano Nederburg 56 Hundred Chenin Blanc 2019 pode acompanhar pratos como um camarão salteado ou um nhoque de abóbora ao molho branco.

Dolcetto

Dolcetto: essa uva vermelha, também é quase uma exclusividade da região italiana de Piedmont. Ela resulta em vinhos leves e frutados. É uma boa opção para alguns tipos de sobremesa.

O vinho blend Miliasso 4 Vites Piemonte DOC Rosato 2019, que contém a uva dolcetto em sua composição, acompanha bem frutos do mar e carnes brancas.

Sauvignon Blanc

Sauvignon Blanc é uma uva melhor conhecida por seu aroma herbal, quase gramíneo e é muito recomendado para acompanhar refeições com frutos do mar. É considerado também como uma alternativa mais refrescante ao Chardonnay.

O vinho varietal argentino Partridge Unfiltered Sauvignon Blanc 2019, harmoniza muito bem com frango recheado, linguine de abobrinha e camarão, legumes grelhados e peixe frito.

Fume Blan

Esssa variação de sabor, foi criada na verdade. Uma criativa invenção de Robert Mondavi nos anos 70. É o resultado da fermentação da Sauvignon Blanc em barris de carvalho.

O vinho francês Pascal Jolivet Pouilly Fume 2018, produzido a partir da Sauvignon Blanc, pode ser harmonizado com pratos à base de vegetais, peixes e mariscos.

Merlot

A uva merlot é bem conhecida dos brasileiros, já que temos bons vinhos varietais nacionais produzidos com ela.

Visto que, essa é uma uva vermelha bem encorpada com sabores herbais e de cerejas pretas. Merlot é tipicamente macia, suave e madura.

Uma curiosidade: alguns dos vinhos mais caros e mais premiados do mundo, são vinhos varietais Merlots ou blends produzidos a partir dela.

Uma opção fora do eixo comum dos vinhos, é o uruguaio Alto De La Ballena Reserva Merlot 2016, também varietal, que acompanha filé mignon com batatas, risoto de calabresa, queijo Gouda.

Mourvèdre

Outra uva que se desenvolve bem no clima quente, essa uva é bem comum na região francesa do Vale de Rhône. Com aromas iniciais geralmente misturados com Syrah e Grenache, o vinho dessa uva tem uma cor rica.

O blend de três uvas, Coq Licot Vin de France Grenache Syrah Mourvèdre 2020, harmoniza muito bem com pratos mais pesados como risoto de presunto Parma, talharim com legumes e creme de queijo, caldinho de mandioca com pernil, mas também se encaixa no sabor de um Yakisoba de shitake e vegetais.

Petite Sirah

Petite Sirahs/Petit Syrahs são uvas bem tintas com taninos firmes, bem presentes, e podem trazer um leve apimentado ao paladar. Complementam perfeitamente refeições que levam carnes vermelhas.

Se quiser degustar o sabor da Petite Sirah, e for fã de comidas sem muita cerimônia, o blend americano Apothic Crush 2016, é uma ótima opção. Ele acompanha pratos bem fortes como churrasco, comida mexicana, costelinha, risoto de linguiça e queijo e filé à parmegiana.

Pinot Grigio

A baixa acidez da Pinot Grigio, ajuda a produzir vinhos ricos, levemente perfumados, que geralmente têm mais cor que outros vinhos brancos.

ZioBaffa Pinot Grigio 2020, é um vinho varietal italiano que harmoniza bem com pratos leves, à base de frutos do mar e peixes, saladas e queijos leves.

Pinot Noir

Pinot Noir é a mundialmente famosa uva da região da Borgonha e, mais recentemente, da Califórnia e do Noroeste do Pacífico.

Um vinho de corpo leve a médio, também conhecido como um dos mais difíceis de cultivar e fabricar. De sabor delicado e suave, com rica complexidade, Pinot Noir é um companheiro de jantar versátil.

O varietal francês Domaine de La Motte Pinot Noir 2020 te acompanha em vários tipos de pratos. Ele harmoniza com lasanha de shitake e shimeji, ratatouille ou mesmo com queijo de cabra. Ou seja, dá para experimentar em diferentes ocasiões!

Riesling

Essa é a clássica uva branca, de origem alemã e lembrada por seu aroma floral. O estilo do vinho produzido a partir dela, depende da região de cultivo, podendo ter uma textura mais forte e seca, ser bem encorpado e picante ou delicioso e doce.

O vinho australiano Heritage Road Riesling 2018, também é um varietal demi-sec que você pode harmonizar com legumes e vegetais assados, queijos frescos, peixes ou frutos do mar.

Rosés

Com sua linda coloração rosada, os rosés são vinhos leves produzidos a partir de várias uvas vermelhas. Sua cor característica, é resultado de um breve contato com as cascas das uvas, durante o processo de produção dos vinhos. Eles podem ser secos ou suaves e ficam deliciosos se servidos bem refrigerados.

Um exemplo de vinho rosé é o chileno com nome divertido, Its Wine OClock Rosé 2020, é um varietal produzido com uvas Cabernet Sauvignon e é bem versátil na mesa. Harmoniza bem com queijos, saladas, massas, frutos do mar e até moqueca de banana da terra.

Syrah

Também conhecida por Shiraz, especialmente na Austrália e na África do Sul, essa uva pode resultar em vinhos incríveis! Com taninos fortes e combinações complexas de sabor que incluem framboesas, ameixa e um leve defumado.

Apesar da semelhança do nome, ela é completamente diferente, em estilo e sabor, da Petite Sirah.

Esse é um exemplo de rosé produzido a partir da Syrah, Isla Seca Rosé Syrah 2020, chileno refrescante que vai bem com peixes, frutos do mar e saladas.

Zinfandel

Está aqui um vinho varietal para os amantes de pizza ou uma refeição que leve molho barbecue picante! De sabor médio a bem encorpado, essa uva vermelha tem sabores levemente picantes no paladar.

Com uma apresentação linda, temos o Gallo Family Vineyards Califórnia White Zinfandel.

Esse vinho varietal americano é a delicadeza engarrafada! Um vinho frutado e alegre que harmoniza com sobremesas feitas com frutas vermelhas, como uma torta de morangos, saladas e queijos leves.

Sangiovese

Mais conhecido pelo vinho italiano Chianti, essa uva apresenta uma textura bem característica dela, com uma suavidade e aromas de especiarias, framboesa e alcaçuz. Alguns blends tintos, como Super Tuscans, normalmente levam Sangiovese na mistura.

Também composto apenas por uvas sangiovese, o tinto italiano Maestri Cantinieri Sangiovese Puglia 2018, pode ser harmonizado com queijos suaves e massas de molhos simples.

Viognier

Essa é uma variedade rara de uva branca, que tem se tornado conhecida justamente por sua singularidade. É uma uva aromática que costuma apresentar sabores de pêssego, abricó e até especiarias.

 Para experimentar o sabor incomparável da viognier, você pode provar o Claude Val Rosado 2018, que tem uma coloração impressionante, uma apresentação delicada e pode ser harmonizado com peixes e frutos do mar.

Conclusão

Existem outros maravilhosos tipos de uvas ao redor do mundo e você fará bem em conhecer o máximo possível sobre elas!

Se você está iniciando na degustação de vinhos, aproveite essas dicas de harmonização e de composição para escolher rótulos que tenham a ver com o seu paladar.

Ao fazer isso, você vai começar a criar a sua própria lista de preferências e vai descobrir o que te agrada mais: um vinho varietal, com características de uma única cepa, ou um blend, que combina sabores, texturas e cores de diferentes variedades em uma única garrafa.

O mundo dos vinhos é tão vasto, tão amplo, que levaríamos uma vida inteira para descobrir uma parte de todos os seus segredos!

Hoje, “desvendamos” mais uma das suas particularidades.

Aqui, no Center Gourmet, você entendeu que vinhos de corte, blends e assemblages, são todos parte da mesma categoria: vinhos compostos de mais de uma variedade de uva ou safra.

Logo, também vimos que o termo varietal se refere aos vinhos que levam, na sua maior parte, apenas uma uva na composição e que a porcentagem varia de país para país ou região.

Agora que você já aprendeu, compartilhe no Facebook e nos conte: você já chegou a alguma conclusão sobre vinhos varietais e blends, ou ainda está provando todos, para decidir depois?

E abaixo temos mais opções de varietais, é só escolher o que mais combina com o seu paladar:

 

O tinto Pinot Noir português

Grand’Arte Pinot Noir Vinho Regional Lisboa 2017:

Elegante, agradável, aveludado, persistente e frutado, com notas de compota de amoras silvestres e nuances de cedro e chocolate; Produtor: DFJ Vinhos; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Rico e expressivo, com aromas de frutas vermelhas e chá, e toques tostados; Harmonização: Queijo Serra da Estrela, cozido à portuguesa, bolinhos de bacalhau

Compre aqui

 


 

O tinto Montepulciano italiano

Gianni Masciarelli Montepulciano D’Abruzzo DOC 2018:

Macio, aveludado, frutado e com final longo; Produtor: Gianni Masciarelli; Teor alcoólico: 14%; Uva: Montepulciano (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras; Harmonização: Massas ao molho, queijos amarelos

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec argentino

Casa del Puente Malbec 2021:

Intenso e frutado, com taninos macios; Produtor: Bodegas Garbin Estate; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas e pretas, como ameixas e cerejas; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas, massas, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah chileno

La Conquista Single Vineyard Syrah Valle Central DO 2021:

Elegante, com taninos macios e maduros, e bom equilíbrio; Produtor: Bodegas De Aguirre; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Licor de cereja, compota de morango, e especiarias; Harmonização: Massas, receitas com pimenta do reino, presunto, e queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon chileno

La Conquista Single Vineyard Cabernet Sauvignon Valle Central DO 2021:

Elegante, com taninos macios e maduros, e bom equilíbrio; Produtor: Bodegas De Aguirre; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de groselha preta e cereja preta; Harmonização: Carnes vermelhas, queijos maduros, receitas com ervas

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah francês

Maison Bouachon La Maurelle AOC Crozes-Hermitage 2019:

Vinho jovem, corpo médio para encorpado, frutado com nuances de especiarias, taninos macios, boa acidez, agradável frescor, final elegante; Produtor: Maison Bouachon; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Fruta de caroço (cereja, ameixa) misturada com sabor floral, toques de especiarias e final de baunilha; Harmonização: Galeto assado com farofa de bacon, risoto de linguiça com cebola crispy, mix de cogumelos na manteiga de ervas

Compre aqui

 


 

O tinto Gamay francês

Château de Pierreux La Réserve du Château AOC Brouilly 2019:

Corpo leve, frutado com nuances minerais, equilibrado, elegante, taninos sedosos, acidez vibrante, agradável frescor; Produtor: Château de Pierreux; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Gamay (vinho varietal); Nariz: Frutas pretas como amoras e mirtilos, notas florais, toques de especiarias e mineral; Harmonização: carpaccio de carne, nhoque ao sugo, risoto de linguiça com cebola crispy, queijos mais cremosos

Compre aqui

 


 

O tinto Nebbiolo italiano

Rivetto DOCG Barolo del Comune Di Serralunga dAlba 2017:

Corpo médio para encorpado, frutado com nuances de barrica, estruturado, bem integrado, elegante, taninos presentes, acidez vibrante, refrescante, final longo e agradável; Produtor: Rivetto; Teor alcoólico: 15,5%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas como cereja, especiarias, notas de couro, toques terrosos, tabaco; Harmonização: Cozido de carne com legumes e batata, risoto de funghi, ravióli de carne ao sugo com grana padano, tábua de queijos duros

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec argentino

Partridge Reserva Malbec 2019:

Corpo médio para encorpado, frutado, taninos macios, acidez agradável; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 14%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas maduras, ameixas desidratadas, framboesa, cereja, baunilha e tabaco; Harmonização: Espaguete com almôndega ao sugo, peru recheado com farofa e bacon, carne de panela, batatas recheadas com queijo e cogumelos, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

O tinto Tinta de Toro espanhol

Terra dUro Selección DO Toro 2016:

Encorpado, com taninos macios e delicado frescor, além de um final frutado com boa persistência; Produtor: Terra d’Uro; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Tinta de Toro (vinho varietal); Nariz: Frutado, com notas de framboesas e groselhas, sobre nuances de violetas, tostado e tabaco; Harmonização: Risoto de presunto cru e parmesão, kafta de cordeiro ao forno, risoto de funghi, nhoque com ragu de costela, quibe de berinjela defumada com queijo

Compre aqui

 


 

O tinto Bonarda argentino

Partridge Gran Reserva Bonarda 2018:

Corpo médio para encorpado, equilibrado, elegante, redondo, frutado com notas de especiarias, taninos macios e aveludados, acidez média para alta, final longo; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Bonarda (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, especiarias e nuances de baunilha; Harmonização: Carne de panela, lasanha de berinjela, espaguete à bolonhesa, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

O tinto Barbera italiano

Rivetto Zio Nando DOC Barbera dAlba 2018:

Médio corpo para encorpado, frutado, delicado e elegante, taninos suaves e macios, alta acidez que proporciona um excelente frescor, final longo e agradável; Produtor: Rivetto; Teor alcoólico: 15,5%; Uva: Barbera (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas vermelhas maduras, frutas negras, especiarias e sutis notas de tabaco; Harmonização: Talharim com ragu de costela e grana padano, ensopado de carne com legumes, gnocchi ao sugo

Compre aqui

 


 

O tinto Tempranillo espanhol

Terra dUro Uro DO Toro 2016:

Estruturado, elegante, frutado, equilibrado, com taninos macios, acidez agradável e frescor; Produtor: Terra d’Uro; Teor alcoólico: 14%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Notas de framboesas, groselhas, cerejas sobre toques de violetas e lavanda, além de traços de especiarias e eucalipto; Harmonização: Risoto aos quatro queijos com tomate seco, picanha invertida, sanduíche de jamón ibérico

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir espanhol

Ponderado Pinot Noir 2021:

Frutado, corpo leve e macio; Produtor: Bodegas López Morenas; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas; Harmonização: Aperitivos leves, sushi, carnes brancas

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno

Península Limited Edition D.O. Valle Del Maipo Carménère 2019:

Corpo médio para encorpado, equilibrado, frutado com nuances de especiarias, tem uma entrada suave, com taninos aveludados e firmes, uma acidez fresca que o torna longo e persistente; Produtor: Viña Ventisquero; Teor alcoólico: 14%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Frutas pretas como amoras, mirtilos e cerejas pretas, misturadas com notas de pimenta e especiarias, além de terra úmida e até algumas notas minerais, como grafite; Harmonização: Carré de cordeiro ao molho de ervas, talharim com ragu de costela, quibe de soja de forno e queijos semiduros

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon americano

Dark Horse Cabernet Sauvignon 2019:

Taninos aveludados, frutado e boa acidez; Produtor: Dark Horse; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, ameixa, groselha preta e cacau; Harmonização: Carne vermelha, costela ao molho barbecue, escondidinho de carne seca, batata recheada com shimeji

Compre aqui

 


 

O tinto Bonarda argentino

Partridge Gran Reserva Bonarda 2015:

Médio corpo, taninos macios, acidez agradável, bom final; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 14%; Uva: Bonarda (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, frutas negras, especiarias, tosta; Harmonização: Risoto de tomate seco com tofu defumado, bife ancho com batatas rústicas, cupim assado, talharim com ragu de carne, batatas recheadas com bacon e parmesão, mix de queijos e embutidos

Compre aqui

 


 

O tinto Nebbiolo italiano

Giulia Negri La Tartufaia Barolo 2018:

Linda tensão, com taninos redondos, leve toque de sapidez, terroso e num final longo de incrível complexidade; Produtor: Giulia Negri; Teor alcoólico: 13,86%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Nariz elegante de groselhas, rosas, cerejas, anis e leve toque de especiarias e terra molhada; Harmonização: Queijos intensos, cortes de porco com molho cremoso de cogumelos, vitelo e massas trufadas

Compre aqui

 


 

O tinto Garnacha espanhol

Escarot Single 2019:

Bom corpo, acidez equilibrada e frutado; Produtor: Productores Y Transformadores Vinícolas S.L.; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Garnacha (vinho varietal); Nariz: Expressivo com notas frutadas; Harmonização: Bisteca suína puxada no alho e tempero de ervas, salada de cenoura assada com café e especiarias, nachos, legumes sauté, cogumelos salteados, lasanha gratinada, cuscuz vegetariano

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon argentino

Trapiche Vineyards Cabernet Sauvignon 2021:

Médio corpo; taninos macios, frutado e fresco; Produtor: Trapiche; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Ameixa, frutas vermelhas, baunilha e toque herbáceo; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas e assadas

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon italiano

Tenuta di Nozzole Il Pareto I.G.T. Toscana 2017:

Corpo médio para encorpado, elegante, com taninos presentes e macios, acidez média, boa harmonia entre madeira e frutado, final longo, persistente e agradável; Produtor: Folonari; Teor alcoólico: 15,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas negras silvestres, cassis, alcaçuz, cedro, baunilha e sutis notas de especiarias; Harmonização: Bife de chorizo assado no forno com batatas, risoto de pastrami, polenta mole com cogumelos à provençal, picadinho de carne com pimentão

Compre aqui

 


 

⇒ O tinto Grenache australiano

John Duval Annexus Barossa Valley Grenache 2018:

Corpo médio, frutado com nuances herbáceas e de especiarias, complexo, bem estruturado, taninos aveludados, acidez vibrante, excelente frescor, final persistente e agradável; Produtor: John Duval Wines; Teor alcoólico: 14%; Uva: Grenache (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas vermelhas acompanhadas por notas florais, alcaçuz, de ervas e de especiarias doces; Harmonização: Filé mignon suíno com molho de frutas vermelhas, frango assado com batatas, risoto de abóbora com grana padano e alecrim, queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon argentino

Latitud 33° Cabernet Sauvignon 2015:

Corpo médio para encorpado, taninos firmes, boa acidez, final agradável; Produtor: Terrazas de los Andes; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas vermelhas como framboesa e morango, especiarias, sutis notas de caramelo e baunilha; Harmonização: Fraldinha na brasa, filé com fritas, lasanha à bolonhesa, pizzas variadas, pimentão recheado, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah australiano

John Duval Eligo Shiraz 2016:

Encorpado, elegante, redondo, bem estruturado, frutas negras com nuances terrosas e defumadas, taninos presentes; Produtor: John Duval Wines; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Shiraz (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas negras maduras como ameixa, amora e mirtilo, especiarias, notas terrosas, cedro e defumado; Harmonização: Bife ancho na manteiga de ervas, costela no bafo, aligot de mandioquinha com mix de cogumelos na manteiga, queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Mataro australiano

John Duval Annexus Barossa Valley Mataro 2018:

Corpo médio para encorpado, equilibrado, generosos sabores de frutas maduras com nuances minerais, taninos maduros, acidez agradável, final longo e complexo; Produtor: John Duval Wines; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Mataro (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas negras maduras, floral como rosas e violetas, especiarias, defumado e um toque de carvalho; Harmonização: Filé mignon ao molho madeira, costela no bafo, risoto de funghi, queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah chileno

Ventisquero Pangea Valle de Colchagua Syrah 2016:

Encorpado, redondo, taninos maduros e firmes, acidez alta, fresco, um vinho bem estruturado, harmonioso equilíbrio entre fruta e madeira, com notas de especiarias e chocolate, final longo, complexo e agradável; Produtor: Viña Ventisquero; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aromas ricos e complexos, intensos aromas de frutas negras, especiarias, cedro, caramelo e sutis toques minerais especiarias, condimentos e mineralidade proveniente de distintos tipos de solo do Syrah; Harmonização: Carré de cordeiro ao molho de ervas, risoto de funghi, bife ancho ao molho de especiarias

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot francês

Marie Louise Parisot IGP Pays dOc Merlot 2019:

Macio, taninos redondos, frutados e boa acidez; Produtor: Marie Louise Parisot; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, especiarias e um toque vegetal; Harmonização: Aves grelhadas ou com molho, carne vermelha com legumes mediterrâneos, pato ou caça, uma paleta de cordeiro assada, muito bom com churrasco.

Compre aqui

 


 

O tinto Refosco dal Peduncolo Rosso italiano

Fantinel IGT Trevenezie Refosco dal Peduncolo Rosso 2016:

Encorpado, saboroso, persistente e decididamente tânico; Produtor: Fantinel; Teor alcoólico: 13%; Uva: Refosco dal Peduncolo Rosso (vinho varietal); Nariz: Flores vermelhas e negras; Harmonização: Aves nobres, carne assada, macarrão carbonara, pizza de linguiça artesanal, queijos duros

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon francês

Terre des Anges Cabernet Sauvignon 2020:

Arredondado, equilibrado, taninos macios; Produtor: Domaines Montariol Degroote; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas bem maduras; Harmonização: Queijos maduro, hambúrguer, massas com molho ao sugo

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot francês

Château Fan Carney A.O.C. Fronsac Merlot 2016:

Taninos estruturados, redondo, sedoso; Produtor: Château Fan Carney; Teor alcoólico: 14%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas frescas, especiarias como noz-moscada; Harmonização: Confit de pato, ravioli de funghi, entrecôte com batatas

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon australiano

Mrs Q Cabernet Sauvignon 2015:

Encorpado, taninos equilibrados e final longo; Produtor: Quarisa Wines; Teor alcoólico: 13,6%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas maduras, cassis, pimenta preta e tosta; Harmonização: Paleta de cordeiro, pimentão recheado, berinjela grelhada

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon argentino

Pirueta Cabernet Sauvignon 2021:

Taninos marcados e macios, acidez deliciosa e corpo médio; Produtor: Fecovita; Teor alcoólico: 12,7%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Cereja, groselha preta, pimentão e toques de cacau; Harmonização: Polenta com linguiça, hambúrguer, filé ao molho poivre

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah chileno

Costero Reserva D.O. Valle de Leyda Syrah 2019:

Frutado, picante, taninos sedosos e redondos; Produtor: Viña Tarapacá; Teor alcoólico: 13%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aromas de especiarias, pimenta, e frutas silvestres; Harmonização: Carne de sol grelhada com mandioca na manteiga de garrafa, filé ao molho de pimentas verdes, lasanha de berinjela, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon chileno

Undurraga Founder’s Collection D.O. Valle del Maipo Cabernet Sauvignon 2018:

Encorpado, equilíbrio entre frutado e notas provenientes da barrica, textura macia e aveludada, taninos firmes e bem integrados, acidez agradável, final longo e complexo; Produtor: Undurraga; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas negras como amoras, frutas vermelhas como cerejas, notas de tosta, tabaco, toque herbáceo e de especiarias; Harmonização: Bife ancho na parrilla, berinjela à parmegiana, polenta mole com ragu de costela, queijos duros

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon brasileiro

Don Laurindo Reserva Cabernet Sauvignon 2018 375mL:

Frutado, com taninos redondos, boa estrutura e final persistente; Produtor: Don Laurindo; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas negras, como ameixa e amora, e notas de cacau e baunilha; Harmonização: Carnes vermelhas e de caça, massas com molho ao sugo

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot brasileiro

Luiz Argenta LA Classico Merlot 2015 375mL:

Estruturado e complexo, com taninos macios e bem equilibrados; Produtor: Luiz Argenta; Teor alcoólico: 12,8%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, menta e baunilha; Harmonização: Carnes vermelhas, frango, queijos, molhos vermelhos

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon argentino

Partridge Reserva Cabernet Sauvignon 2018:

Frutado, médio corpo, acidez agradável, taninos macios, especiarias; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras, pimenta, baunilha; Harmonização: Escalopes de mignon ao molho cognac, parmegiana de carne com fritas, bisteca suína com legumes, abobrinha com carne moída ao molho de tomate e orégano, ravióli de queijo na manteiga e sálvia, nhoque de mandioquinha ao molho 4 queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir argentino

Partridge Gran Reserva Pinot Noir 2018:

Em boca é um vinho frutado, delicado e bem estruturado. Taninos macios, suaves e equilibrados, acidez agradável e final elegante; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 13%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, frutas negras, baunilha, defumado; Harmonização: Filé mignon ao molho de cogumelos, risoto de funghi, carré de porco assado com batatas, mix de cogumelos na manteiga

Compre aqui

 


 

O tinto Primitivo italiano

Gran Maestro Primitivo di Manduria DOC 2020:

Equilibrado, persistente e concentrado, com taninos macios e redondos; Produtor: Cielo e Terra; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Primitivo (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas, especiarias e café; Harmonização: Gnocchi ao ragu de calabresa, penne com tomates gratinados, polenta gratinada com Gorgonzola e queijo Pecorino

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon argentino

Fran Cabernet Sauvignon 2021:

Harmonioso e persistente, com taninos elegantes; Produtor: Nieto Senetiner; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Notas acentuadas de frutas pretas e cassis; Harmonização: Costelas de porco com molho chilli, risoto de queijo Parmesão, carré de cordeiro com molho de ervas

Compre aqui

 


 

O tinto Carignan francês

Château Revelette Vin de France PUR Carignan 2020:

Guloso, frutado e macio; Produtor: Château Revelette; Teor alcoólico: 12,81%; Uva: Carignan (vinho varietal); Nariz: Fruta madura vermelha, algo de morangos e amoras, notas de couro e ervas secas; Harmonização: Quiches, pizzas, burgers e mignon au poivre

Compre aqui

 


 

O tinto Pinotage sul africano

Nederburg 56 Hundred Pinotage 2019:

Frutado, bom corpo, taninos sedosos, fresco, leve amadeirado; Produtor: Nederburg; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Pinotage (vinho varietal); Nariz: Ameixa madura, cereja negra, amora negra, especiarias; Harmonização: Batatas recheadas, risoto de carne-seca, cozido de carne com legumes, espaguete à bolonhesa, frango recheado, quiche de queijo

Compre aqui

 


 

O tinto Corvina italiano

Tenuta Sant`Antonio Scaia I.G.T. Veneto Corvina 2018:

Aveludado, médio corpo, frutado, boa acidez, taninos macios, final agradável; Produtor: Tenuta Sant’Antonio; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Corvina (vinho varietal); Nariz: Cereja negra madura, amora, framboesa, floral, especiarias; Harmonização: Espaguete com linguiça fresca, risoto de paio com couve, panqueca de frango, lombo suíno assado, lasanha gratinada, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno

Urmeneta Reserva Carménère 2020:

Frutado, vegetal, médio corpo, taninos macios, fresco; Produtor: Urmeneta; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, amadeirado e vegetal; Harmonização: Galeto recheado, pimentão assado, carnes vermelhas assadas, pizzas, massas com molho de carne e queijos tipo camembert

Compre aqui

 


 

O tinto Nebbiolo italiano

Damilano Classic Lecinquevigne Barolo 2016:

Sabor amplo e abrangente, com um final longo, macio e persistente; Produtor: Damilano; Teor alcoólico: 14%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Bouquet intenso, com notas terciárias de rosa, couro, tabaco e notas emergentes de violeta e alcatrão; Harmonização: Carnes vermelhas e de caça

Compre aqui

 


 

O tinto Montepulciano italiano

San Cetteo Turandot D.O.P. Montepulciano dAbruzzo 2020:

Encorpado e delicado com taninos macios. Harmônico, boa acidez e final persistente; Produtor: Ettore Galasso; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Montepulciano (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, morango, cereja; Harmonização: Espaguete à bolonhesa, costela de cordeiro, risoto de legumes, ratatouille, ravióli com parmesão, carnes vermelhas leves

Compre aqui

 


 

O tinto Castelão português

Tinto de Castelão by António Maçanita 2019:

Corpo médio, taninos firmes e boa refrescância; Produtor: António Maçanita; Teor alcoólico: 13%; Uva: Castelão (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, como ameixa e mirtilo, tabaco e especiarias; Harmonização: Embutidos, feijoada, carnes vermelhas e carne de porco

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon francês

Bouquet I.G.P. Pays dOc Cabernet Sauvignon 2020:

Corpo leve, saboroso e com final elegante; Produtor: Vignobles & Compagnie; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, especiarias doces, canela; Harmonização: Picanha assada, escondidinho de carne, estrogonofe, espaguete à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot chileno

Baron Philippe de Rothschild Mas Andes Reserva Merlot 2018:

Bom corpo, acidez equilibrada, final frutado; Produtor: Baron Philippe de Rothschild; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas negras e um leve tostado; Harmonização: Frango assado com batatas, isca de filé, pizza de calabresa, bisteca de porco acebolada, mix de queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Tempranillo espanhol

Las Pisadas D.O.C Rioja 2016:

Saboroso, envolvente, taninos macios; Produtor: Miguel Torres; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Geléia de framboesas, com finas notas de frutos secos e um fundo de especiarias; Harmonização: Risoto de presunto Parma, lombo recheado com figos e manjericão, caldinho de mandioca com pernil

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon argentino

Nieto Senetiner Fran Cabernet Sauvignon 2021:

Harmonioso e persistente, destacando a elegância dos taninos; Produtor: Nieto Senetiner; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Baunilha, pimenta preta e pimenta branca; Harmonização: Queijos duros, carnes vermelhas, massas ao sugo

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Franc argentino

Punta Negra Reserva Cabernet Franc Single Vineyard 2019:

Estruturado, com taninos intensos, acidez alta e bom equilíbrio de frutas; Produtor: Belhara; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Amora negra, pimenta preta e toques de alcaçuz e baunilha; Harmonização: Filé à Osvaldo Aranha, lentilhas com cebola caramelizada, escondidinho de carne seca

Compre aqui

 


 

O tinto Tempranillo espanhol

Gran Anciano Oak Matured Tempranillo Valdepeñas DOP 2019:

Macio, taninos suaves, boa estrutura, longo final; Produtor: Guy Anderson Wines; Teor alcoólico: 13%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Cereja, frutos silvestres, baunilha, notas picantes; Harmonização: Paella, cozido à portuguesa, sanduíche de pernil

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah argentino

Bodega Norton Syrah Reserva 2019:

Redondo e aveludado, com taninos maduros e final elegante; Produtor: Bodega Norton; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aromas de amoras e figos secos, e notas picantes, defumadas e de nozes; Harmonização: Carnes vermelhas assadas, massas com molho vermelho, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Franc argentino

Bodega Norton Reserva Cabernet Franc 2019:

Frutado e bem estruturado, com taninos firmes e notas herbais; Produtor: Bodega Norton; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas pretas, e notas amadeiradas e de especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas, massas recheadas, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot argentino

Bodega Norton Merlot Reserva 2019:

Untuoso e concentrado, com taninos macios; Produtor: Bodega Norton; Teor alcoólico: 14,4%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aromático, com notas de frutas vermelhas e pretas maduras, especiarias e café; Harmonização: Carnes vermelhas, massas com molho vermelho, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir argentino

Bodega Norton Barrel Select Pinot Noir 2021:

Intenso, com toques de frutas vermelhas maduras e final persistente; Produtor: Bodega Norton; Teor alcoólico: 13%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas maduras e nuances de carvalho tostado; Harmonização: Batata recheada com mix de cogumelos, queijo Coalho assado, filé de frango à parmegiana

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec argentino

Bodega Norton Elegido Malbec 2021:

Agradável, com taninos macios, e final longo e harmônico; Produtor: Bodega Norton; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aroma fresco, com notas de frutas vermelhas e ameixas; Harmonização: Parrillada argentina, galeto na brasa, empanadas

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon chileno

Templo Sur Limited Series Cabernet Sauvignon 2021:

Agradável, vivaz, corpo médio, taninos redondos; Produtor: Sur Valles; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Expressivo, com notas de amora, cassis e cereja preta, e nuances de mentol e eucalipto; Harmonização: Hambúrguer com Cheddar, maminha assada com ervas finas, queijo Pecorino

Compre aqui

 


 

O tinto Sangiovese italiano

Conte Fosco I.G.T. Sangiovese Rubicone 2020:

Harmônico com taninos macios; Produtor: Terre Cevico; Teor alcoólico: 11%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e violeta; Harmonização: Carnes grelhadas, massas ao molho vermelho, queijos semiduros e duros

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot francês

Comte Bivin Grande Cuvée Merlot 2020:

Redondo e encorpado, com taninos macios; Produtor: Domaine du Père Guillot; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas, como cerejas, morangos e framboesas; Harmonização: Nhoque ao sugo, pimentão recheado, burrito

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon francês

Comte Bivin Grande Cuvée Cabernet Sauvignon 2020:

Intenso, redondo e versátil, com taninos macios; Produtor: Domaine du Père Guillot; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aroma intenso de frutas vermelhas; Harmonização: Polpetone, lasanha de berinjela, carne de panela

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah francês

Comte Bivin Grande Cuvée Syrah 2020:

Frutado, com corpo médio e taninos macios; Produtor: Domaine du Père Guillot; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas e pretas; Harmonização: Costela, polenta com ragu de cogumelos, capeletti de carne

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot americano

Turning Leaf Merlot:

Frutado, macio e com leve doçura; Produtor: Turning Leaf; Teor alcoólico: 12%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas como cereja, amora e ameixa madura, com delicada nuance amadeirada; Harmonização: Costela churrasqueada, hambúrguer com fritas, pizza, espaguete ao molho de linguiça fresca, lasanha à bolonhesa, queijos médios

Compre aqui

 


 

O tinto Montepulciano italiano

Conte Fosco D.O.C. Montepulciano D’Abruzzo 2020:

Encorpado, seco, harmônico e ligeiramente tânico; Produtor: Terre Cevico; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Montepulciano (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas vermelhas e negras e especiarias; Harmonização: Carnes grelhadas, massas com molhos condimentados, queijos temperados

Compre aqui

 


 

O tinto Monastrell espanhol

Tarima Monastrell Alicante D.O. 2017:

É complexo, vivo, intenso, com sabor de frutas maduras, taninos aveludados e acidez balanceada; Produtor: Bodegas Volver; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Monastrell (vinho varietal); Nariz: Muito aromático, com notas de cereja preta e vermelha, ameixa e toques florais; Harmonização: Picanha na brasa, embutidos

Compre aqui

 


 

O tinto Grenache Noir francês

Paul Mas Grenache Noir 2019:

Poderosa expressão da fruta em boca, com taninos aveludados, num corpo rico e com longo final tostado; Produtor: Domaines Paul Mas; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Grenache Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras, violeta, alcatrão e especiarias doces; Harmonização: Leitãozinho recheado com alho e alecrim, lentamente assado, servido pururucado; Cordeiro à tunisiana; Língua bovina estufada com legumes (nabos, cenouras), especiarias e bouquet garni, servida com molho levemente picante

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon italiano

Famiglia Cielo dal 1908 Cabernet Sauvignon Veneto IGT 2020:

Frutado e cheio, com taninos macios; Produtor: Cielo e Terra; Teor alcoólico: 12%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aroma intenso, com notas de framboesa e especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas e de caça assadas, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Montepulciano italiano

Brondello Maturo Montepulciano d’Abruzzo DOC 2019:

Encorpado e robusto, com toques de frutas pretas, nuances amadeiradas e de tabaco; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uva: Montepulciano (vinho varietal); Nariz: Complexo, com notas de frutas vermelhas maduras, especiarias, alcaçuz e flores; Harmonização: Risoto de carne seca com queijo Coalho, costelinha de porco com mandioca frita, espaguete à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto Dolcetto italiano

Beni di Batasiolo Vigna Bricco di Vergne D.O.C. Dolcetto dAlba 2019:

Fresco, boa presença, taninos macios; Produtor: Beni di Batasiolo; Teor alcoólico: 14%; Uva: Dolcetto (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e negras, floral, especiarias; Harmonização: Bife Ancho com batata sauté, costelinha suína com risoto de alho poró, fettuccine all’Amatriciana, frango ao molho pardo, polenta cremosa ao ragu de shitake, e queijos semiduros

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno

Echeverria Reserva Carménère 2020:

Macio e aveludado, é bem equilibrado, com toques de especiarias e frutos silvestres; Produtor: Viña Echeverría; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Intenso, com notas de framboesa, cereja, pimentão vermelho e pimenta preto; Harmonização: Filé mignon ao molho madeira, massas ao molho bolonhesa, polenta gratinada com gorgonzola

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah italiano

Canceddi Syrah Sicilia DOC 2019:

Intenso e suntuoso; Produtor: Cantine Settesoli; Teor alcoólico: 13%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas pretas e lavanda; Harmonização: Tagliata de filé mignon, spaghetti alla Norma, bife de Angus com molho de ervas

Compre aqui

 


 

O tinto Touriga Franca português

Larus Touriga Franca Vinho Regional de Lisboa 2018:

Taninos presentes e aveludados, acidez equilibrada, final frutado; Produtor: Adega Mãe; Teor alcoólico: 14%; Uva: Touriga Franca (vinho varietal); Nariz: Frutas negras maduras, como cereja e ameixa; Harmonização: Feijoada, arroz de pato, refogado de berinjela

Compre aqui

 


 

O tinto Touriga Nacional português

Larus Touriga Nacional Vinho Regional de Lisboa 2018:

Rico, encorpado, vibrante e com taninos aveludados. O final é longo e persistente, trazendo notas de frutas e especiarias no retrogosto; Produtor: Adega Mãe; Teor alcoólico: 14%; Uva: Touriga Nacional (vinho varietal); Nariz: Cereja madura, amora, cravo e baunilha; Harmonização: Costela no bafo, queijo de ovelha, risoto de Parmesão

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon chileno

Descendientes Cabernet Sauvignon 2020:

Redondo, fresco com boa concentração e persistência de sabor; Produtor: Siegel; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras, cassis e um toque de baunilha; Harmonização: Bife à rolê com purê de batatas, grão de bico ensopado, queijo Parmesão

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec argentino

Punta Negra Tradición Malbec 2020:

Redondo, equilibrado e persistente, com nuances de mirtilo, amora preta, café torrado e canela; Produtor: Belhara Estate; Teor alcoólico: 14%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Expressivo, com notas de framboesa, cerejas pretas e cassis; Harmonização: Churrasco, tábua de frios, cozido à portuguesa

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno

Descendientes Carmenere 2020:

Taninos presentes e aveludados, acidez equilibrada, final frutado; Produtor: Siegel; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e figo, e toque de pimentão maduro; Harmonização: Kafta com hortelã, Yakisoba, lombo suíno com legumes

Compre aqui

 


 

O tinto Tempranillo espanhol

Anciano Crianza 3 Years Tempranillo Valencia DOP 2018:

Encorpado, taninos redondos e presentes, final longo; Produtor: Bodegas Navalón; Teor alcoólico: 13,6%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Toques tostados e de baunilha, frutas em geleia; Harmonização: Churrasco, massas ao molho bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec argentino

Finca Piedra Caliza Malbec 2020:

Encorpado, taninos marcados e final longo com notas de carvalho; Produtor: Belhara Estate; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras e compota de framboesa e ameixa; Harmonização: Carnes vermelhas, massas com molho vermelho e queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir francês

Domaine Bouchard Père & Fils Beaune du Château Beaune Premier Cru AOC 2016:

Harmonioso e profundo, com uma agradável maturidade, e taninos densos e finos; Produtor: Bouchard Père & Fils; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Complexo, com notas de frutas vermelhas, figo, flores e chocolate; Harmonização: Carré de cordeiro com molho de ervas, Steak au Poivre, risoto ao funghi

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon chileno

Casas Del Bosque Winemakers Selection Cabernet Sauvignon Valle de Rapel D.O. 2019:

Macio e fresco, com taninos equilibrados e final agradável; Produtor: Viña Casas Del Bosque; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Expressivo, com toques de cerejas pretas, menta, chocolate amargo e tabaco; Harmonização: Lombo assado com crosta de ervas, espaguete com ragu de linguiça, queijo Pecorino

Compre aqui

 


 

O tinto Primitivo italiano

Badia Alle Corte Primitivo Puglia IGT 2020:

Fruta vermelha, taninos presentes e final suculento; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 13%; Uva: Primitivo (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e toques apimentados; Harmonização: Massas, carnes vermelhas e queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Franc francês

Nicolas Grosbois La Cuisine de ma Mère 2020:

Vibrante e muito saboroso; Produtor: Domaine Grosbois; Teor alcoólico: 13,09%; Uva: Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Clássico aroma de frutinhas vermelhas com notas herbáceas; Harmonização: Pizzas, burgers, aperitivos e queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Grenache francês

Domaine de Marcoux Châteauneuf-du-Pape Vieilles Vignes 2017:

Intenso, concentrado e estruturado, mas com acidez que segura a densidade e refresca sua sensação quente. Elegante e equilibrado; Produtor: Domaine de Marcoux; Teor alcoólico: 15,5%; Uva: Grenache (vinho varietal); Nariz: Concentração intensa e pura de frutas pretas e vermelhas maduras, pimenta preta e garriga; Harmonização: Carnes grelhadas ou na brasa, incluindo cordeiro e pratos de cozimento lento e sabores intensos

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno

Mr. Deer Carménère Colchagua Valley D.O. 2020:

Equilibrado, harmonioso e com taninos macios; Produtor: Bodegas Marchigüe; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas pretas, ervas e pimentões; Harmonização: Chili com carne e tortillas, pimentão recheado com carne moída, queijo Parmesão

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon espanhol

La Couleur Cabernet Sauvignon:

Expressivo, fresco e bem estruturado; Produtor: IPSA Wines; Teor alcoólico: 12%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Intenso, com notas de frutas silvestres; Harmonização: Queijo Manchego, kebab de cordeiro, pizza de pepperoni

Compre aqui

 


 

O tinto Grenache francês

Domaine Charvin Châteauneuf Du Pape Rouge 2018:

Suculento, com taninos marcantes num final fresco e longo; Produtor: Domaine Charvin; Teor alcoólico: 14,64%; Uva: Grenache (vinho varietal); Nariz: Muita fruta vermelha e preta madura; Harmonização: Cordeiro, T-Bone e costelas de porco

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot espanhol

La Couleur Merlot:

Agradável, com leves toques tostados, taninos macios e final delicado; Produtor: IPSA Wines; Teor alcoólico: 12%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aromas intensos de amoras e ameixas; Harmonização: Queijo Gouda, guisado de carne, risoto ao funghi

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno

Fauna Reserve Carménère Central Valley D.O 2019:

Agradável, sedoso, taninos macios e levemente picante; Produtor: Bodegas Y Viñedos de Aguirre; Teor alcoólico: 13,2%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Aromas de ameixas secas e trufas; Harmonização: Massas, carnes vermelhas temperadas, queijos amarelos

Compre aqui

 


 

O tinto Alicante Bouschet italiano

Estate 1958 Alicante Bouschet Terre Siciliane IGT 2019:

Encorpado, persistente e picante, com final longo e cheio; Produtor: Cantine Settesoli; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Alicante Bouschet (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas e pretas maduras, com toques de especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas, massas variadas, pratos típicos da culinária italiana

Compre aqui

 


 

O tinto Monastrell espanhol

Enrique Mendoza La Tremenda Monastrell Alicante D.O. 2018:

Suculento, sedoso e redondo, com toques frutados e final longo; Produtor: Bodegas Enrique Mendoza; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Monastrell (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas vermelhas, especiarias doces e cacau; Harmonização: Embutidos, massas com molho escuro e carnes vermelhas

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Franc brasileiro

Don Giovanni Cabernet Franc 2020:

Bem estruturado e equilibrado, com taninos delicados e final persistente; Produtor: Don Giovanni; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Aroma frutas vermelhas, geleia de framboesa e notas de especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas e de caça, massas e queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Mencía espanhol

Raúl Pérez Ultreia Saint Jacques Mencía Bierzo D.O. 2018:

Redondo, com notas herbáceas e boa acidez; Produtor: Raúl Pérez Bodegas y Viñedos; Teor alcoólico: 14%; Uva: Mencía (vinho varietal); Nariz: Notas de cappuccino e especiarias; Harmonização: Bife de alcatra salteado na manteiga de ervas, lombo assado com sal grosso e alecrim, queijos curados

Compre aqui

 


 

O tinto Mencía espanhol

Pago de Valdoneje Mencía Bierzo D.O. 2019:

Bem estruturado, profundo, frutado, equilibrado, persistente e com taninos macios; Produtor: Vinos Valtuille; Teor alcoólico: 14%; Uva: Mencía (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de amoras e frutas silvestres, com toques de tabaco, alcaçuz e ervas; Harmonização: Lasanha à bolonhesa, filé mignon ao molho rôti, paleta de cordeiro com molho de hortelã

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon australiano

McGuigan The Plan Cabernet Sauvignon 2017:

Encorpado, nuances de frutas vermelhas e pretas, taninos aderentes; Produtor: McGuigan; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aroma intenso de cereja, amora, groselha preta e cacau; Harmonização: Carnes vermelhas, massa recheadas com molhos intensos, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Sangiovese italiano

Arché Sangiovese Rubicone IGT 2020:

Agradável, harmonioso, cheio e ligeiramente tânico; Produtor: Botter Wines; Teor alcoólico: 12%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Agradável e persistente, com notas de frutas vermelhas; Harmonização: Pratos de massa, carnes vermelhas e queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon australiano

The Drover Cabernet Sauvignon 2020:

Corpo médio, macio, redondo; Produtor: Dee Vine Estate; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas maduras; Harmonização: Rosbife, cordeiro assado, talharim ao molho de queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec argentino

Belhara Estate Epic Wines Malbec Old Vine Selection 2020:

Aveludado, elegante, intenso, taninos macios, final persistente; Produtor: Belhara Estate; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras, notas suaves de pimenta e baunilha; Harmonização: Carnes vermelhas e legumes grelhados

Compre aqui

 


 

O tinto Garnacha espanhol

Señorío de Irati Garnacha Navarra D.O. 2018:

Fresco e estruturado, com taninos delicados e final agradável; Produtor: Bodegas Manzanos; Teor alcoólico: 14%; Uva: Garnacha (vinho varietal); Nariz: Aroma rico em frutas pretas e vermelhas; Harmonização: Carnes grelhadas, legumes assados, aperitivos, frituras

Compre aqui

 


 

O tinto País chileno

Viña Bouchon País Salvaje 2020:

Um vinho com estrutura rústica que apresenta leveza, suculência, acidez agradável e taninos presentes e macios; Produtor: Bouchon Family Wines; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: País (vinho varietal); Nariz: Aromas florais, frutas silvestres e cereja; Harmonização: Chouriço frito, churrasco, embutidos, guisados de carnes e legumes, empanadas, arroz carreteiro

Compre aqui

 


 

O tinto Dolcetto italiano

Elvio Cogno Mandorlo Dolcetto d’Alba DOC 2020:

Frutado, macio e refrescante; Produtor: Elvio Cogno; Teor alcoólico: 13%; Uva: Dolcetto (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas; Harmonização: Pizzas variadas, queijos, aperitivos

Compre aqui

 


 

O tinto Mencía espanhol

El Castro de Valtuille Mencía Joven Bierzo DO 2018:

Frutado e fresco, com boa acidez e final agradável; Produtor: Bodegas y Viñedos Castro Ventosa; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Mencía (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas com notas herbáceas e de especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas curadas, legumes grelhados, massas ao molho branco

Compre aqui

 


 

O tinto Refosco dal Peduncolo Rosso italiano

Fantinel Borgo Tesis Friuli DOC Refosco 2017:

Encorpado, potente e final marcante; Produtor: Fantinel; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Refosco dal Peduncolo Rosso (vinho varietal); Nariz: Intenso, com notas de frutas vermelhas, ligeiramente herbáceo; Harmonização: Ossobuco com polenta, risoto de funghi secchi, macarrão com almôndegas, embutidos

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah português

Experimentum Syrah 2018:

Corpo médio, com taninos elegantes e acidez leve; Produtor: Quinta Madre de Água; Teor alcoólico: 13%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aroma frutado de ameixa preta com notas mentoladas e picantes; Harmonização: Carnes vermelhas e queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Touriga Nacional português

Terras Madre de Água Touriga Nacional Dão D.O. 2019:

Complexo, com acidez equilibrada, taninos macios; Produtor: Madre de Água; Teor alcoólico: 14%; Uva: Touriga Nacional (vinho varietal); Nariz: Frutas maduras com toques de especiarias e de tosta; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas, queijos maduros, pratos típicos de Portugal

Compre aqui

 


 

O tinto Carignan francês

La Jolie Carignan 2019:

Bom corpo, acidez agradável, taninos macios, mescla de notas da madeira e notas frutadas; Produtor: Mommessin; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Carignan (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, especiarias, tomilho; Harmonização: Risoto de 4 queijos, cheeseburguer com bacon, filé-mignon ao molho madeira, arroz carreteiro, calzone de carne, lasanha à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon francês

The Original Cabernet Sauvignon 2020:

Equilibrado, estruturado, frutado, fácil de beber, taninos macios e levemente fresco; Produtor: Couleurs d’Aquitaine; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aroma intenso de cereja, cassis e especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas, massas, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno

De Martino Organic Reserve Carmenere Valle del Maipo D.O. 2020:

Macio, taninos redondos, boa intensidade de fruta; Produtor: De Martino; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Ameixa e amora preta, pimenta preta, especiarias; Harmonização: Filé mignon, lentilhas, queijo Gruyère

Compre aqui

 


 

O tinto Garnacha espanhol

La Mateo Garnacha de Altura D.O.Ca. Rioja 2017:

Saboroso, taninos bem integrados e final equilibrado; Produtor: Bodegas D. Mateos; Teor alcoólico: 15%; Uva: Garnacha (vinho varietal); Nariz: Aromas de fruta em compota, pimenta e notas de tostado; Harmonização: Polpetone de filé-mignon, galinha da angola com recheio de farofa, tagliatelle com ragu de ossobuco, cozinha asiática, abobrinha recheada

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Franc uruguaio

Alto De La Ballena Reserva Cabernet Franc 2016:

Macio, com boa estrutura e taninos delicados; Produtor: Alto De La Ballena; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras, um toque de menta, baunilha e cacau; Harmonização: Filé à Oswaldo Aranha, pato ao molho, codorna assada

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir espanhol

Ponderado Pinot Noir 2020:

Frutado, corpo leve e macio; Produtor: Bodegas López Morenas; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas; Harmonização: Aperitivos leves, sushi, carnes brancas

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon brasileiro

Solear Cabernet Sauvignon Seco:

Corpo médio, com taninos bem presentes e macios; Produtor: Nova Aliança; Teor alcoólico: 12%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas intensos de ameixa e frutas maduras, com notas mentoladas e um toque de pimenta; Harmonização: Pizzas variadas, lasanha de berinjela e churrasco

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot brasileiro

Solear Merlot 2020:

Corpo médio, taninos macios, acidez média e sabores bem frutados; Produtor: Nova Aliança; Teor alcoólico: 12%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Ameixas, amoras, mirtilos e cacau; Harmonização: Queijo Gouda, hambúrguer, costelinha de porco

Compre aqui

 


 

O tinto Sangiovese italiano

IL Poggione Rosso di Montalcino DOC 2018:

Corpo muito bem estruturado e macio, com taninos sedosos e final longo; Produtor: Tenuta Il Poggione; Teor alcoólico: 14%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas; Harmonização: Massas com molho de carne, assados, carnes vermelhas grelhadas, queijos de corpo médio

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon francês

Croix d’Or Cabernet Sauvignon Pays d’Oc IGP 2019:

Paladar com frutas maduras, taninos macios e final longo; Produtor: Domaines Montariol Degroote; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de compota de frutas e geleia de framboesa e ameixa; Harmonização: Risoto de funghi, rondelli de ricota com espinafre, medalhão de filé mignon com bacon

Compre aqui

 


 

O tinto Marselan francês

Ensedune Marselan Pays d’Oc IGP 2017:

Muito frutado, vivo, com taninos sedosos e fácil de beber; Produtor: Les Vignobles Foncalieu; Teor alcoólico: 14%; Uva: Marselan (vinho varietal); Nariz: Aroma balsâmico, tem ainda notas de frutas silvestres como groselha, mirtilo e morango; Harmonização: Carnes vermelhas e de caça, massas e queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Castelão português

Tinto de Castelão by António Maçanita 2018:

Corpo médio, taninos firmes e boa refrescância; Produtor: António Maçanita; Teor alcoólico: 13%; Uva: Castelão (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, como ameixa e mirtilo, tabaco e especiarias; Harmonização: Embutidos, feijoada, carnes vermelhas e carne de porco

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot uruguaio

Alto De La Ballena Reserva Merlot 2016:

Encorpado, taninos macios e boa intensidade de fruta; Produtor: Alto De La Ballena; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Ameixa, cereja, amora preta, cacau e um toque de café; Harmonização: Filé mignon com batatas, risoto de calabresa, queijo Gouda

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec francês

Baron du Tertre Réserve Malbec Cahors D.O. 2016:

Frutado, estruturado e com final longo; Produtor: Château Laur; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aromas de cereja preta e especiarias; Harmonização: Bife Wellington, fondue de queijo com bacon e hambúrguer

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon chileno

De Martino Cabernet Sauvignon Valle del Maipo D.O. 2019:

Frutado, bom corpo, acidez agradável e taninos firmes; Produtor: Viña Ravanal; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas vermelhas, cassis e cedro; Harmonização: Tábua de queijos, carne vermelha grelhada, risotos

Compre aqui

 


 

O tinto Teroldego brasileiro

Bertolini Bigorna Teroldego 2018:

Corpulento com taninos marcados e boa persistência; Produtor: Famiglia Bertolini; Teor alcoólico: 13%; Uva: Teroldego (vinho varietal); Nariz: Frutas pretas com toque de ervas; Harmonização: Culinária indiana, carnes de caça, queijos curados

Compre aqui

 


 

O tinto Tinta Roriz português

Malva Vinho Regional Terras do Dão 2018:

Taninos macios, equilibrado e redondo, com acidez marcante; Produtor: Caminhos Cruzados; Teor alcoólico: 13%; Uva: Tinta Roriz (vinho varietal); Nariz: Frutas maduras como morango, cereja e ameixa; Harmonização: Carnes vermelhas, pizzas variadas, pratos da culinária portuguesa

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec argentino

Luna Malbec 2019:

É carnoso porém fresco, boa estrutura; Produtor: Finca La Anita; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aromas de cassis, passas e mirtilo, com suaves notas herbáceas e toques doces de baunilha e caramelo; Harmonização: Entrecot, queijos curados como o parmesão, carnes assadas em geral

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir francês

Buissonnier Pinot Noir Bourgogne Côte Chalonnaise 2018:

Delicado, frutado, com boa acidez e corpo leve; Produtor: Vignerons de Buxy; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas como morango e cereja; Harmonização: Pizza de cogumelos, risoto de shitake, frutos do mar

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec argentino

Anko Malbec 2019:

Boa estrutura, médio corpo, intenso e taninos finos; Produtor: Estancia Los Cardones; Teor alcoólico: 13,4%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, especiarias e um toque mineral; Harmonização: Embutidos secos (copa, salame milano), ossobuco de vitela

Compre aqui

 


 

O tinto Marselan brasileiro

Origem 1929 Marselan 2014:

Corpo marcante, taninos maduros e final persistente; Produtor: Cainelli; Teor alcoólico: 13%; Uva: Marselan (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, cidreira, menta; Harmonização: Carnes de caça, massas com molhos condimentados, queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Sangiovese italiano

La Gerla Brunello di Montalcino DOCG 2015:

Macio, aveludado, harmonioso, rico em fruta e de longa duração em boca; Produtor: La Gerla; Teor alcoólico: 14%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas maduras, com toques de violetas, canela, tabaco e couro; Harmonização: Carnes vermelhas, caça ou queijos envelhecidos

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon francês

Marie Louise Parisot I.G.P. Pays dOc Cabernet Sauvignon 2019:

Taninos aveludados, paladar macio e saboroso; Produtor: Marie Louise Parisot – Labouré-Roi; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas maduras, groselha e um leve toque vegetal; Harmonização: Perfeito com uma boa carne vermelha e pequenos legumes; uma carré de cordeiro com alecrim, ou com aves, grelhadas ou com molho

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot italiano

Friuli Colli Orientali Merlot DOC 2018:

Redondo, cheio e saboroso, com toques frutados e taninos macios; Produtor: Zorzettig Vini; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas maduras; Harmonização: Bisteca fiorentina, espaguete, lasanhas, tábua de queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto Cabernet Sauvignon francês

Baron Philippe de Rothschild I.G.P Pays DOC Cabernet Sauvignon 2019:

Bom corpo, taninos firmes e final persistente; Produtor: Baron Philippe de Rothschild; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas vermelhas, negras, cereja, groselha e especiarias; Harmonização: Costela, picanha ao forno, maminha grelhada, picadinho, charcutaria, batata recheada

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah francês

M. Chapoutier Mure de Larnage Hermitage AOC 2016:

Fresco com taninos firmes e macios, sabor frutado e final longo; Produtor: M. Chapoutier; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, violetas, pimenta, tabaco e couro; Harmonização: Risoto de parmesão, guisado de carne

Compre aqui

 


 

O tinto Montepulciano italiano

Gianni Masciarelli Montepulciano d’Abruzzo DOC 2017:

Frutado, corpo de leve para médio, boa acidez, taninos presentes; Produtor: Carpineto; Teor alcoólico: 13%; Uva: Montepulciano (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras; Harmonização: Carnes vermelhas, massas com molhos e queijos amarelos

Compre aqui

 


 

O tinto Syrah francês

M. Chapoutier Saint-Joseph AOC 2016:

Equilibrado, com notas de frutas vermelhas e final longo, marcado por notas de especiarias; Produtor: M. Chapoutier; Teor alcoólico: 13%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aromas de violeta, com toques de alcaçuz e especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas, carnes de caça, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O branco Chenin Blanc italiano

Estate 1958 Chenin Blanc Terre Siciliane IGT 2020:

Redondo, elegante, mineral, final longo e persistente; Produtor: Cantine Settesoli; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Chenin Blanc (vinho varietal); Nariz: Aromas frescos e intensos, com notas de jasmin, frutas cítricas, damasco e pão; Harmonização: Medalhão de frango com bacon, talharim com frutos do mar, sushi

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay americano

Turning Leaf Chardonnay:

Leve, frutado, fresco, com delicada doçura; Produtor: Turning Leaf; Teor alcoólico: 11,5%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Abacaxi e pêssego, com sutis notas amadeiradas; Harmonização: Frango assado com batatas, camarões fritos, tiras de peixe empanadas, quiche de queijo, espaguete ao molho branco, berinjela recheada

Compre aqui

 


 

O branco Inzolia italiano

Estate 1958 Inzolia Terre Siciliane IGT 2020:

Refrescante, saboroso, com acidez marcante e final longo; Produtor: Cantine Settesoli; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Inzolia (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas brancas, jasmim e bergamota; Harmonização: Pratos à base de peixes e frutos do mar, saladas, queijos leves

Compre aqui

 


 

O branco Viognier chileno

Cuna del Sol Reserva Viognier 2019:

Equilibrado, final persistente e excelente acidez; Produtor: Viña Siegel; Teor alcoólico: 14%; Uva: Viognier (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de pêssego branco, toranja e flores brancas; Harmonização: Salmão com molho de alcaparras, carne com curry, moqueca, espetinho de frango com amendoim, culinária tailandesa como salada de mamão

Compre aqui

 


 

O branco Grillo italiano

CentAre D.O.C. Sicilia Grillo 2020:

Um vinho jovem, leve para médio, frutado, com notas cítricas, acidez alta que lhe confere um excelente frescor; Produtor: Cantine Pellegrino; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Grillo (vinho varietal); Nariz: Frutas cítricas, notas de jasmim, sutis notas herbáceas e mineral; Harmonização: Peixe grelhado, espaguete ao pesto com mussarela de búfala e tomate cereja, frango ao curry, camarão na manteiga e queijos moles

Compre aqui

 


 

O branco Falanghina italiano

Masseria Altemura I.G.T. Salento Falanghina 2020:

Fresco, frutado e acidez equilibrada; Produtor: Masseria Altemura; Teor alcoólico: 13%; Uva: Falanghina (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas cítricas, flores, damasco e pêssego; Harmonização: Risoto caprese, casquinha de siri, mix de folhas com queijo cabra, damasco e nozes

Compre aqui

 


 

O branco Chenin Blanc sul-africano

Nederburg 56 Hundred Chenin Blanc 2019:

Frutado, leve, boa acidez; Produtor: Nederburg; Teor alcoólico: 12%; Uva: Chenin Blanc (vinho varietal); Nariz: Pêssego, abacaxi, goiaba branca, cítrico, floral; Harmonização: Abobrinha recheada, camarão salteado, lasanha de peito de peru, arroz de bacalhau, rolinho primavera, nhoque de abóbora ao molho branco

Compre aqui

 


 

O branco Torrontés argentino

Terrazas de los Andes Reserva Torrontés 2020:

Leve, frutado, acidez agradável e refrescante; Produtor: Terrazas de los Andes; Teor alcoólico: 14%; Uva: Torrontés (vinho varietal); Nariz: Lichia, pêssego, ervas frescas, flores brancas; Harmonização: Peixe ao forno com legumes, carpaccio de pupunha ao pesto, bolinho de bacalhau, penne ao molho branco, quiche de alho-poró, queijos frescos

Compre aqui

 


 

O branco Grenache Blanc francês

Un Été En France Branco 2020:

Fresco, frutado e acidez vibrante; Produtor: Gabriel Meffre; Teor alcoólico: 12%; Uva: Grenache Blanc (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas como pêssego e maçã, e notas florais; Harmonização: Bacalhau ao forno com batata, canelone ao molho de quatro queijos, cogumelos salteados na manteiga

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc chileno

Playa Azul Winemaker Selection Sauvignon Blanc Central Valley D.O. 2021:

Frutado, harmonioso, refrescante, fácil de beber; Produtor: Bodegas Y Viñedos de Aguirre; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas brancas e cítricas, com toques florais; Harmonização: Carnes brancas, peixes e frutos do mar, aperitivos, queijos leves

Compre aqui

 


 

O branco Pinot Grigio argentino

Partridge Unfiltered Pinot Gris 2021:

Frutado, floral e com boa acidez. Corpo médio e final prolongado; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Grigio (vinho varietal); Nariz: Frutas brancas, frutas amarelas, cítrico, floral; Harmonização: Rondelli de bacalhau, risoto de polvo, cestinhas de massa folhada com salada de feijão branco, tartar de peixe branco, quiche caprese, tiras de frango empanado

Compre aqui

 


 

O branco Grillo italiano

CentAre D.O.C. Sicilia Grillo 2019:

Notas cítricas, frescor e ótima acidez; Produtor: Cantine Pellegrino; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Grillo (vinho varietal); Nariz: Frutas cítricas e notas de jasmin; Harmonização: Crustáceos, peixe grelhado, ceviche, saladas, penne mediterrâneo

Compre aqui

 


 

O branco Viognier italiano

Canceddi Viognier Sicilia DOC 2019:

Agradável, mineral, fresco e aromático; Produtor: Cantine Settesoli; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Viognier (vinho varietal); Nariz: Notas de acácia, lavanda e pêssego no nariz; Harmonização: Rigatoni com pesto alla trapanese, sardinhas recheadas, burrata com tomates confit e pesto

Compre aqui

 


 

O branco Sémillon argentino

La Poderosa Semillón 2021:

Frutado, com acidez marcante e final refrescante; Produtor: Bodega Del Fin Del Mundo; Teor alcoólico: 14%; Uva: Sémillon (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas cítricas, com toques de chá preto; Harmonização: Ceviche de salmão, paella, frango assado com ervas

Compre aqui

 


 

O branco Airén espanhol

Baron de Beldon Vino Blanco 2020:

Refrescante, com acidez equilibrada e toques frutados; Produtor: Bodegas Bastida; Teor alcoólico: 11%; Uva: Airén (vinho varietal); Nariz: Vivaz, com notas de frutas maduras e toques tropicais; Harmonização: Tapas espanholas, estrogonofe de brócolis, filé de peixe ao molho de camarão

Compre aqui

 


 

O branco Grillo italiano

Canceddi Grillo Sicilia DOC 2019:

Equilibrado e mineral; Produtor: Cantine Settesoli; Teor alcoólico: 13%; Uva: Grillo (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas cítricas, como laranja, e notas florais; Harmonização: Tilápia assada com batatas, lula à dorê, legumes e verduras grelhados

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay italiano

Canceddi Chardonnay Sicilia DOC 2019:

Agradável e fresco; Produtor: Cantine Settesoli; Teor alcoólico: 13%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas maduras e ervas frescas; Harmonização: Calamarata com lulas, peixe branco grelhado com cuscuz marroquino, camarão à Provençal

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc francês

Côté Océan Sauvignon Blanc Atlanique IGP 2019:

Fresco, leve e com boa intensidade de fruta; Produtor: Tutiac; Teor alcoólico: 12%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Maracujá e abacaxi, e toques delicados de ervas; Harmonização: Peixe branco grelhado, saladas de folhas, risoto al limone

Compre aqui

 


 

O branco Airén espanhol

Señorio de Los Llanos Blanco D.O. Valdepeñas:

Elegante com boa acidez e equilíbrio; Produtor: J. García Carrión; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Airén (vinho varietal); Nariz: Notas frutadas e cítricas; Harmonização: Mariscos, pescados

Compre aqui

 


 

O branco Vermentino italiano

Lupo Meraviglia Uno di Uno Vermentino Puglia IGT 2020:

Refrescante, encorpado, intenso, com acidez bem equilibrada; Produtor: Botter Wines; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Vermentino (vinho varietal); Nariz: Frutado e expressivo, com notas intensas de cedro, pêssego branco, damasco e maçã; Harmonização: Estrogonofe de brócolis, espaguete ao molho pesto, salada de camarão

Compre aqui

 


 

O branco Viognier uruguaio

Alto De La Ballena Viognier 2020:

Frutado, com boa textura e acidez equilibrada; Produtor: Alto De La Ballena; Teor alcoólico: 14%; Uva: Viognier (vinho varietal); Nariz: Pêssego, damasco, abacaxi e flores brancas; Harmonização: Comida indiana, peixe assado com ervas, moqueca baiana

Compre aqui

 


 

O branco Viúra espanhol

Navaldar D.O.Ca Rioja Blanco 2020:

Fresco, domínio de compota de maçã, acidez agradável, frutado; Produtor: Bodegas D. Mateos; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Viúra (vinho varietal); Nariz: Fresco, intenso e frutado com notas de maçã e compota de pera, combinadas com sabores cítricos; Harmonização: Frutos do mar, peixes cozidos, saladas, arroz, refogados e massas

Compre aqui

 


 

O branco Torrontés argentino

Anko Torrontés 2019:

Corpo médio, untuoso, com boa acidez e um toque salino; Produtor: Estancia Los Cardones; Teor alcoólico: 12,2%; Uva: Torrontés (vinho varietal); Nariz: Notas florais, de flores brancas, logo acompanhadas por frutas brancas maduras e um toque mineral; Harmonização: Saladas com carnes brancas. Robalo grelhado na manteiga

Compre aqui

 


 

O branco Viognier francês

M. Chapoutier Schistes d’Agrumes Condrieu AOC 2018:

Encorpado, fresco e com notas que remetem aos aromas; Produtor: M. Chapoutier; Teor alcoólico: 14%; Uva: Viognier (vinho varietal); Nariz: Perfume intenso de flores; Harmonização: Queijo brie, risoto de limão siciliano

Compre aqui

 


 

O branco Marsanne francês

M. Chapoutier Crozes-Hermitage AOP 2018:

Encorpado e delicado, com leve frescor e bastante aromático; Produtor: M. Chapoutier; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Marsanne (vinho varietal); Nariz: Maçã verde, flores, frutas e aromas cítricos; Harmonização: Peixes, frutos do mar, carnes brancas e queijos moles

Compre aqui

 


 

O rosé Cabernet Franc chileno

Echeverria Rose Cabernet Franc 2020:

Frutado e equilibrado com uma acidez fresca e deliciosa; Produtor: Viña Echeverría; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Notas de morango e pêssego branco; Harmonização: Receita provençal, como bouillabaisse, salade niçoise, pesto ou sardinha assada, mas também leves massas, frango, marroquina e mediterrânea, leves pratos asiáticos, saladas e frutos do mar, especialmente marisco ou atum grelhado

Compre aqui

 


 

O rosé Tempranillo espanhol

Fuenteviña Tempranillo Vino Rosado:

Paladar fresco e estruturado, com acidez e final agradáveis; Produtor: Bodegas López Morenas; Teor alcoólico: 11%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas, como morango e framboesa; Harmonização: Carne brancas, queijos de massa mole, peixes, aperitivos

Compre aqui

 


 

O rosé Vinhão português

Casal Garcia Rosé Vinho Verde DOC:

Leve, frutado, muito frescor e ligeiramente efervescente; Produtor: Bodegas Casal Garcia; Teor alcoólico: 10%; Uva: Vinhão (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas, como morango e framboesa; Harmonização: Carpaccio, peixe grelhado, massa com molho bolonhesa

Compre aqui

 


 

O rosé Criolla argentino

El Bautismo El Criollo Rosado 2020:

Leve, frutado, acidez agradável; Produtor: La Liga de Enólogos; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Criolla (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, floral; Harmonização: Risoto caprese, camarão empanado, salmão grelhado, talharim com molho rosé, salada primavera, espetinho de legumes

Compre aqui

 


 

O rosé Rondinella italiano

Tenuta SantAntonio Scaia I.G.T. Veneto Rosato 2020:

Leve, frutado, elegante, bem estruturado, acidez agradável, traço de doçura; Produtor: Tenuta Sant’Antonio; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Rondinella (vinho varietal); Nariz: Floral, leve frutado, toque cítrico; Harmonização: Camarão frito, moqueca, espaguete ao pesto com tomate cereja e queijos cremosos

Compre aqui

 


 

O rosé Tannat uruguaio

Pueblo del Sol Tannat Rosé 2021:

Um vinho jovem, leve, frutado, macio, com acidez agradável e refrescante; Produtor: Pueblo del Sol; Teor alcoólico: 12%; Uva: Tannat (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas fresca, morango e cereja; Harmonização: Salada de frutos do mar, risoto de tomate seco, sushi, frango com vinagrete de morango, quiche de abóbora com carne seca

Compre aqui

 


 

O rosé Grenache francês

La Combe Dor I.G.P. Pays dOc Grenache 2020:

Boa acidez, saboroso e fresco; Produtor: Vignobles & Compagnie; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Grenache (vinho varietal); Nariz: Flores brancas, frutas vermelhas, morango, pêssego; Harmonização: Salmão grelhado, comida japonesa, principalmente sashimi e sushi, frutos do mar, peixes com molhos salada de folhas verdes com morangos, aves

Compre aqui

 


 

O rosé Merlot romeno

Prahova Valley Merlot Rose DOC Dealu Mare 2019:

Paladar fresco, frutado, com corpo estruturado e equilibrado; Produtor: The Iconic Estate; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas e pretas; Harmonização: Carnes brancas, aperitivos, queijos e frutos do mar

Compre aqui

 


 

O rosé Tempranillo espanhol

Protos Clarete D.O. Ribera del Duero 2019:

Frutado, corpo de leve para médio, acidez agradável; Produtor: Protos; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas, floral; Harmonização: Escalope de filé ao sugo, paella, posta de atum grelhada com crosta de gergelim, pizzas com embutidos, fusilli ao molho de camarão, queijos semimoles

Compre aqui

 


 

O rosé Malbec chileno

De Martino Malbec Rosé Valle del Maipo D.O. 2019:

Corpo leve, acidez vibrante, boa intensidade de frutas e final delicado; Produtor: De Martino; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Morango fresco, amora, framboesa, flores e pimenta branca; Harmonização: Saladas, queijo de cabra, risoto de camarão, salmão grelhado

Compre aqui

 


 

O rosé Touriga Nacional português

Pedra Cancela Touriga Nacional Rosé 2018:

Equilibrado, trazendo agradável sensação de frescor; Produtor: Lusovini; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Touriga Nacional (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas do bosque, com um interessante e exótico toque mineral; Harmonização: Ótimo para acompanhar embutidos e queijos de massa mole

Compre aqui

 


 

O rosé Negroamaro italiano

Rosa Reale Negroamaro Rosato 2019:

Saboroso, com notas intensas de frutos silvestres e maçã, agradável acidez; Produtor: Angelo Rocca e Figli Srl; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Negroamaro (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas e toques sutis de especiarias; Harmonização: Saladas, risotos, frutos do mar

Compre aqui

 


 

O frisante Lambrusco italiano

Fantasia Bianco Amabile Lambrusco Dell’Emilia IGT:

Fresco e levemente adocicado, com acidez marcante e borbulhas delicadas; Produtor: Vinicola Decordi; Teor alcoólico: 7,8%; Uva: Lambrusco (vinho varietal); Nariz: Aroma frutado, com notas cítricas, de maçã e florais; Harmonização: Carnes brancas com molho agridoce, queijos leves, sobremesas de fruta

Compre aqui

 


 

O frisante tinto Lambrusco italiano

Frisante Pontebello Lambrusco IGT dellEmilia Rosso Amabile:

Frutado, leve, acidez agradável e refrescante, suave no paladar, adocicado; Produtor: Medici Ermete Wines; Teor alcoólico: 8%; Uva: Lambrusco (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas; Harmonização: Tacos picantes, rolinho primavera, nachos, burritos, lombo agridoce, pizzas variadas

Compre aqui

 


 

O espumante Airén francês

Prince de Coste Blanc de Blancs Brut:

Com borbulhas finas e persistentes, que aumentam a sensação de frescor; Produtor: Veuve Ambal; Teor alcoólico: 11,5%; Uva: Airén (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas brancas e cítricas sobre um fundo mineral; Harmonização: Aperitivos, frutos do mar e carnes brancas

Compre aqui

 


 

O espumante Durello italiano

Casalotta Durello Brut:

Cremoso, refrescante e profundo; Produtor: Adria Vini; Teor alcoólico: 11,5%; Uva: Durello (vinho varietal); Nariz: Aromas de maçã verde, com toques cítricos e florais; Harmonização: Peixe assado com alcaparras, macarrão ao camarão com leite de coco, abobrinha recheada com queijo

Compre aqui

 


 

O espumante Chardonnay francês

Champagne Vollereaux Blanc de Blancs Brut:

Após um ataque franco e acidulado, descobre-se um Champagne francês aveludado e suave; Produtor: Maison Vollereaux; Teor alcoólico: 12%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Bastante agradável com aromas delicados de infusão de tília seca, mesclados com notas minerais e aéreas; Harmonização: Pratos de peixes de carne branca, como o tamboril, e como aperitivo

Compre aqui

 


 

O espumante rosé Tempranillo espanhol

Comte de Chamberi Mousseux Rosé Sec:

Bolhas finas e constantes, textura macia, acidez moderada; Produtor: Félix Solís; Teor alcoólico: 10,5%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Aromas de morangos e frutas cítricas; Harmonização: Tortilla espanhola, carpaccio de salmão defumado, arroz de mariscos

Compre aqui

 


 

O espumante rosé Tempranillo espanhol

Comte de Chamberi Mousseux Rosé Demi Sec:

Fresco, saboroso e persistente; Produtor: Félix Solís; Teor alcoólico: 10%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Notas de groselha madura; Harmonização: Merengue de morango, tapas espanholas, queijo Brie com geleia de frutas vermelhas

Compre aqui

 

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

Tábua de frios e harmonias com vinhos
Introdução Os cortes frios são uma ótima maneira de acrescentar um elemento extra especial à sua festa. Se...
Carpaccio, a receita veneziana e suas harmonias com vinhos
Carpaccio é uma das receitas mais famosas da cozinha veneziana. Ela consiste em carne crua, e seu nome...
Vinho Lambrusco, a jóia de Emilia-Romagna
Introdução O Lambrusco é um vinho único que é difícil de categorizar. Apesar de ser uma uva tinta,...
5 batatas gourmet para harmonizar com vinho
Introdução Se você adora batatas, então sabe que elas podem ser cozidas de milhões de maneiras diferentes. Quer...
17 uvas tintas que você precisa conhecer 2
Difícil escolher algumas poucas uvas tintas viníferas. De fato, faltaria tempo de vida para descobrir todas! Você decidiu...
Os 8 principais produtores da Cabernet Sauvignon
Hoje vamos falar sobre a rainha das uvas tintas: a Cabernet Sauvignon. Essa uva incrível, como mostra o...