Pastel e vinho combinam? Receitas e harmonização com vinho

Publicado em:

pastel e vinho

Quem diria que o famoso pastel de feira seria uma boa companhia para um vinho… pois você precisa experimentar esta combinação que parece inusitada, mas fica perfeita! 

Se você está pensando em combinar pastel e vinho, deve estar cheio de dúvidas e se perguntando se essa combinação funciona ou não. Boa notícia para você: funciona demais! Aliás, já vamos partir da ideia de que vinho combina com tudo. Na verdade, a grande questão é você encontrar o vinho perfeito para a sua comida, seja ela sofisticada ou um simples pastel. Neste artigo, você vai descobrir receitas de pastéis de dar água na boca. Mas, antes de tudo vai tirar de uma vez por todas as suas dúvidas sobre qual o melhor vinho para o seu pastel. Então, escolha seu sabor preferido e mão na massa!

Qual vinho combina com pastel?

Normalmente, pensamos em vinho para acompanhar pratos requintados, massas incrementadas e carnes especiais. No entanto, assim como qualquer outro preparo, o pastel pode se tornar um aperitivo super bem vindo antes do jantar. Ou então, ele pode ser a companhia perfeita para uma noite com os amigos. Na verdade, o vinho ideal vai depender do recheio do seu pastel. Sendo assim, aprenda agora como combinar pastel e vinho para ter a melhor experiência e aproveitar a sua refeição.

Como combinar pastel e vinho

infográfico pastel e vinho

De início, para ter uma ideia de como unir pastel e vinho, você pode pensar em outras frituras. Rolinho primavera, bife à milanesa ou tempurá, por exemplo. Assim, para garantir que toda a gordura do preparo não vai ficar enjoativa na boca, o ideal é escolher vinhos jovens, com boa acidez, que vão limpar o paladar. Além disso, você pode escolher o que mais lhe agrada: vinhos tintos (desde que sejam vinho leves) ou brancos. Missão cumprida, certo? Mais ou menos… Afinal, você deve levar em conta os recheios na hora de escolher o seu vinho. Portanto, confira aqui as melhores combinações de pastel e vinho.

·         Pastel de carne e vinho

O pastel de carne traz carne vermelha moída e já temperada e refogada no recheio. Dessa forma, você deve pensar em um vinho que acompanhe a maciez da carne e sua textura mais “seca”, sem muita gordura. Então, a melhor escolha é um vinho simples, que tenha acidez para limpar o paladar. Consequentemente, ele vai refrescar o paladar equilibrando o sabor da carne. Como sugestão, você pode testar vinhos de uvas Gamay, Carmenère ou a queridinha Pinot Noir.

·         Pastel de queijo e vinho

Nesse caso, o queijo é o protagonista do salgado. Ou seja, você deve se guiar por ele para definir o melhor vinho para acompanhar. Normalmente, o queijo acrescenta gordura ao paladar. Como vimos, o ideal é combinar esse pastel e vinho com boa acidez, para combater a untuosidade da fritura e do recheio. Assim, as sugestões são servir vinhos brancos, como Sauvignon Blanc ou Chardonnay, por exemplo.

·         Pastel de pizza e vinho

Mais uma vez, o queijo é muito bem vindo para a festa. Nesse caso, ele vem acompanhado por tomate e orégano. Às vezes, pode ser que ele também tenha presunto em seu recheio. Então, a melhor opção é escolher um vinho que possa equilibrar o gordura e o sal presente no pastel. Por isso, experimente um vinho de uvas Sangiovese, ou vinhos verdes portugueses. Mas, se o sal estiver acima da média, o vinho pode acabar ficando com um gosto metálico, por causa dos taninos. Então, o ideal pode ser um vinho um pouco doce para equilibrar todo esse sal.

·         Pastel doce e vinho

Indo direto ao ponto: vinho do Porto! Nada melhor do que esse clássico para acompanhar seu pastel recheado com brigadeiro, queijo e goiabada ou doce de leite.

Vinhos curingas e as exceções

pastel e vinho

Curinga, o espumante rosé ou brut faz a ponte ideal no paladar entre pastéis de sabores muito diferentes entre si.

Em alguns casos, pastel e vinho podem não ter uma harmonização ideal já definida. Aliás, pastel é um daqueles preparos que te permitem viajar e criar sabores únicos. Por isso, pode ser que você decida servir um vinho que case bem com diferentes sabores. Então, seu vinho é um Merlot.

Afinal, a uva tem sabor intenso, mas sem exageros. Ao mesmo tempo, traz para sua boca aromas de frutas e deixa na boca uma sensação muito agradável, quase aveludada. Geralmente, ela vai bem com preparos e sabores comuns do dia a dia. No entanto, nada impede que você beba um vinho rosé com seu pastel.

Agora, se o escolhido for um pastel com camarão, calabresa ou outros ingredientes picantes, o caminho é outro. Nesses casos, o melhor é servir uma bela taça de espumante brut, quase seco, que vai elevar o sabor do seu pastel.

Pastel e vinho espumante

Outros vinhos que caem bem com quase tudo são os espumantes brut e rosé. Aliás, eles são perfeitos para o verão e para acompanhar pastéis com diferentes recheios. De fato, se você estiver em dúvida sobre como harmonizar comes e bebes, sirva espumante. Pois, a concentração de gás carbônico gera as famosas bolhinhas que, por sua vez, casam deliciosamente com qualquer ingrediente.

Receita de massa de pastel

vinho e pastel

Ao preparar sua massa, lembre-se de deixar que ela descanse o suficiente.

Desde sempre, o pastel é algo tão democrático e inclusivo, que cada família tem sua receita e aquele recheio que não pode faltar. No entanto, alguns detalhes podem fazer com que a massa fique mais fininha e o recheio ganhe sabores especiais. Por isso, as receitas a seguir são simples, mas trazem macetes que vão aprimorar o seu pastel.

Ingredientes

02 xícaras (chá) de farinha de trigo

¼ de xícara (chá) de água

01 ovo

02 colheres (sopa) de óleo

02 ½ colheres (sopa) de cachaça

01 colher (chá) de sal

Farinha de trigo suficiente para polvilhar a bancada

Modo de preparo

Para começar, você vai precisar de uma tigela grande, onde irá misturar a farinha com  sal. Em seguida, use um copo ou outro recipiente para quebrar e bater bem o ovo. Assim, clara e gema devem formar uma mistura homogênea.

Agora, você deve abrir um buraco no meio da farinha e colocar o ovo batido, a água, a cachaça e o óleo. Então, comece a misturar secos e molhados. Mas, vá mexendo do meio para fora. Dessa forma, os ingredientes molhados vão incorporando os secos, sem formar grandes bolas de farinha. Juntou tudo? Então, chegou o momento de colocar a mão na massa e ir sovando levemente. Aliás, não se assuste com a textura. Afinal, vai parecer que falta algum líquido. Mas, é assim mesmo e ela vai chegar no ponto certo com o calor das suas mãos. Por fim, quando a massa estiver macia e com um aspecto liso, use uma faca e corte ao meio. Pegue uma parte da massa para abrir. Enquanto isso, você deve embalar a outra metade em um plástico para que ela não resseque.

Em seguida, passe farinha na sua bancada e comece a abrir a massa com a ajuda de um rolo de macarrão ou com uma garrafa de vidro. Nesse momento, a massa deve alcançar o formato de um retângulo, com cerca de dois palmos de comprimento por um palmo de largura. Mas, a espessura da massa não deve ser maior que 2mm.

Agora, use plástico filme ou aqueles saquinhos próprios para alimento, cubra a massa e enrole, como aquelas massas que você compra nos mercados. Assim, você evita que a massa grude. Então, leve tudo à geladeira por pelo menos 02 horas. Por fim, faça o mesmo com a outra metade da massa e leve para a geladeira. Depois do merecido descanso, a massa vai estar no ponto exato para ser manuseada e não abrir durante a fritura.

Como guardar a massa de pastel

02 dias, é o tempo máximo que sua massa caseira de pastel pode ficar guardada na geladeira. Para isso, deixe ela enroladinha no plástico.

Agora, pode ser que além de degustar um delicioso pastel e vinho, você também queira incorporar a bebida no preparo. Para isso, é só seguir esta receita mara:

Receita de massa de pastel com vinho branco

vinho e pastel

Truque de mestre, a cachaça é o segredo para garantir que seu pastel fique sequinho e crocante.

Ingredientes

Massa

02 xícaras (chá) de farinha de trigo

01 gema

02 colheres (sopa) de margarina

01 colher (chá) de sal

02 colheres (sopa) de banha

½ xícara (chá) de vinho branco

01 colher (sopa) de água

Recheio

500 g de camarão limpo

01 tomate picado

03 colheres (sopa) de azeite

01 cebola picada

01 colher (sopa) de amido de milho

Sal, salsinha e pimenta do reino à gosto

Modo de preparo

Repita o processo da receita anterior e lembre-se de deixar a massa descansar na geladeira.

Pastel para todos os gostos

Hoje você viu que para ter a companhia de um bom vinho, basta querer. Afinal, qualquer preparo pode ganhar ares de sofisticação e muito sabor, sendo harmonizado com um bom vinho.

Agora que você já sabe como harmonizar pastel e vinho, escolha o seu preferido entre as ofertas que preparamos para você abaixo e aproveite!

 

O tinto Pinot Noir francês, para harmonizar com um pastel de carne

Paul Lacroix Pinot Noir 2020:

Elegante, redondo e estruturado, com taninos macios; Produtor: Paquet Frères; Teor alcoólico: 12,2%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Intenso e concentrado, com notas de morango, framboesa e cereja, e notas de marmelo; Harmonização: Queijo Brie empanado, risoto de cogumelos, atum grelhado em crosta de pistache

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc chileno, para harmonizar com um pastel de queijo

Root: 1 Reserva Sauvignon Blanc 2019:

Jovem, fácil de beber, boa acidez; Produtor: Viña Ventisquero; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Frutas brancas, frutas cítricas e um toque vegetal; Harmonização: Peixe assado, risoto de aspargos, lombo de porco na manteiga de ervas, quiche de palmito

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay chileno, para harmonizar com um pastel de queijo

Miguel Torres Gran Reserva Chardonnay 2019:

Possui certa untuosidade, médio corpo, frutado, amadeirado, acidez agradável; Produtor: Miguel Torres; Teor alcoólico: 13%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Abacaxi, pera, melão, baunilha, nuance defumada; Harmonização: Camarões flambados, risoto de bacalhau, filé de peixe recheado com mix de legumes, crepe de frango ao curry, quiche de alho poró, paella

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno, para harmonizar com um pastel de carne

Santa Alicia Carménère Valle Central 2020:

Agradável, corpo médio e taninos macios; Produtor: Viña Santa Alicia; Teor alcoólico: 13%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas maduras; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas, massas, queijos amarelos

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc argentino, para harmonizar com um pastel de queijo

Partridge Unfiltered Sauvignon Blanc 2020:

Frutado, leve, boa acidez; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 13%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Maracujá, pera, cítrico, aspargos, ervas; Harmonização: Sobrecoxa recheada com queijo, atum ao pesto, peixe frito, linguine com abobrinha e camarão, berinjela a role, salada de legumes grelhados

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot argentino, para harmonizar com pastéis de diferentes sabores

Finca Martha Merlot 2020:

Equilibrado, com taninos suaves e fresco; Produtor: Andeluna; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas pretas e especiarias; Harmonização: Caponata de berinjela com uva passa, bife acebolado, abobrinha recheada com arroz e carne moída, empanadas de carne, pizza portuguesa, filé de frango parmegiana, quesadilla de carne com queijo

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc americano, para harmonizar com um pastel de queijo

Dark Horse Sauvignon Blanc 2019:

Boa acidez, jovem, fresco; Produtor: Dark Horse; Teor alcoólico: 13%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Frutas cítricas, limão, toranja; Harmonização: Tilápia com molho de limão, risoto de alho poró, camarão, crepe de palmito, salada refrescante de folhas verdes, bruschetta de muçarela de búfala com tomate cereja

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno, para harmonizar com um pastel de carne

Concha y Toro Exportacion Selecto Carmenere 2021:

Corpo médio e persistente, taninos macios e final herbáceo; Produtor: Concha Y Toro; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Toques herbáceos, de especiarias e frutas silvestres; Harmonização: Pizzas variadas, carnes defumadas

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot francês, para harmonizar com pastéis de diferentes sabores

Domaine de Cibadiès Pegasus I.G.P. Pays dOc Merlot 2019:

Frutado com taninos macios; Produtor: Domaine de Cibadiès; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas e de aves, embutidos, massas, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ O tinto Gamay francês, para harmonizar com um pastel de carne

Paul Lacroix Coteaux Bourguignons AOP 2020:

Elegante, aveludado e com taninos delicados; Produtor: Paquet Frères; Teor alcoólico: 12,8%; Uva: Gamay (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas e pretas, com nuances de especiarias; Harmonização: Queijo Camembert, Boeuf Bourguignon, filé au Poivre

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc francês, para harmonizar com um pastel de queijo

Bouquet I.G.P. Pays dOc Sauvignon Blanc 2020:

Jovem, fresco e boa acidez; Produtor: Vignobles & Compagnie; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Frutas cítricas, limão, lima, toranja; Harmonização: Ceviche de tilápia, frutos do mar, queijo de cabra, saladas frescas de folhas e frutas com aspargos grelhados

Compre aqui

 


 

O tinto Sangiovese italiano, para harmonizar com um pastel de pizza

Etrusca Sangiovese di Toscana IGT 2020:

Equilibrado, com taninos macios e notas de frutos maduros; Produtor: Tenimenti; Teor alcoólico: 13%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas; Harmonização: Carnes vermelhas, massas e queijos

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir argentino, para harmonizar com um pastel de carne

Fin Del Mundo Patagonia Single Vineyard Pinot Noir Limited Edition Finca los Hermanos 2019:

Equilibrado, com acidez refrescante e taninos delicados; Produtor: Bodega Del Fin Del Mundo; Teor alcoólico: 14%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas, como morango e framboesa; Harmonização: Posta de salmão e cogumelos ao molho teriyaki, magret de pato, risoto ao funghi

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno, para harmonizar com um pastel de carne

Relmu Carménère Reserva 2019:

Corpo médio, frutado e com acidez equilibrada; Produtor: Ravanal; Teor alcoólico: 13%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, ervas e chocolate; Harmonização: Queijos amarelos, pimentão recheado, carnes brancas

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir francês, para harmonizar com um pastel de carne

Maison Foucher Le Mont A.O.C. Sancerre Rouge 2019:

Corpo de leve para médio, boa acidez, taninos presentes; Produtor: Maison Foucher; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, alcaçuz, especiarias; Harmonização: Risoto de tomate seco e champignon, pizza de pastrami, tender à brasileira, samosa de carne picada, frango assado ao molho de tomate, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay brasileiro, para harmonizar com um pastel de queijo

Solear Chardonnay 2021:

Envolvente, equilibrado, persistente e frutado, com ótimo volume e frescor; Produtor: Nova Aliança; Teor alcoólico: 13%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Elegante, com notas de flores, maçã, pera e abacaxi; Harmonização: Salada de camarão, frango assado com batatas, queijo Brie

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir chileno, para harmonizar com um pastel de carne

Finca Patagonia Reserva Pinot Noir Central Valley D.O. 2019:

Equilibrado, refrescante, frutado e macio; Produtor: Bodegas Y Viñedos de Aguirre; Teor alcoólico: 13%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Cereja e groselha; Harmonização: Canapés e massas à caprese

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay argentino, para harmonizar com um pastel de queijo

Terrazas de los Andes Altos del Plata Chardonnay 2020:

Corpo de leve para médio, frutado, macio no paladar, acidez agradável e refrescante; Produtor: Terrazas de los Andes; Teor alcoólico: 13%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Frutas amarelas, frutas cítricas, floral e sutis notas de baunilha; Harmonização: Isca de peixe frito, filé de peixe grelhado com legumes, bolinho de bacalhau, espaguete ao molho branco, quiche de queijo com alho poró

Compre aqui

 


 

O rosé Negroamaro italiano, para harmonizar com um pastel doce

Rosa Reale Negroamaro Rosato 2020:

Saboroso, com notas intensas de frutos silvestres e maçã, agradável acidez; Produtor: Angelo Rocca & Figli SRL; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Negroamaro (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas e toques sutis de especiarias; Harmonização: Saladas, risotos, frutos do mar

Compre aqui

 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

Petiscos - Sugestões de harmonias com vinhos
Quem não ama petiscar? E se for na companhia agradável dos amigos e de bons vinhos, então? Descubra...
Canapés - Receitas e dicas de harmonização com vinho
A elegância e a praticidade se encontram na combinação de vinhos e canapés.  Você está preparando um coquetel,...
FESTAS E VINHOS
Bons vinhos tornam as festas ainda mais especiais. Saiba como escolher e calcular a quantidade certa para seu...
Dieta mediterrânea e vinhos
Cheia de sabor, a dieta mediterrânea nutre e protege a saúde. Dieta mediterrânea e vinhos – História e...
Salmão - Receitas fantásticas e harmonia com vinhos
Além de rico em nutrientes, o salmão é rico em sabor. Além de ser delicioso, combina com quase...
Vinho rosé francês
Precisamos falar sobre o vinho rosé francês. Afinal, apesar de ser uma bebida tão deliciosa quantos suas versões...

Cadastre Para receber