Comida japonesa - Receitas e harmonização com vinho

Publicado em:

Comida japonesa e vinho

A comida japonesa já ganhou o coração, e o estômago, dos brasileiros. Aliás, a maior concentração de japoneses fora do Japão está aqui, na terrinha. Por isso, os pratos bem trabalhados, repletos de vegetais e caldos ricos, se tornaram cada vez mais populares país afora. Alguns anos atrás, era difícil provar um prato japonês. Afinal, só se você estivesse nos grandes centros comerciais do país, encontraria um restaurante típico. Agora, já dá para matar a vontade de comer um sushi, mesmo estando em algumas cidades do interior do país.

Bom, mas se você é apaixonado por comida japonesa e vinho, aqui é o seu lugar. Pois, a partir de agora, você vai aprender receitas maravilhosas e que podem ser feitas no conforto da sua casa. Além disso, vai descobrir como unir o sabor único dos pratos orientais ao seu gosto por vinhos. Então, vamos às receitas!

Receitas de comida japonesa para fazer em casa

Antes de mais nada, é importante lembrar que o arroz é a base de inúmeros preparos na comida japonesa. Sendo assim, veja como fazer o arroz japonês perfeito!

·         Arroz japonês – A base da comida japonesa(02 pessoas)

comida japonesa

Arroz japonês- Base da culinária oriental.

Ingredientes:

02 xícara de chá de arroz japonês (grão curto)

½ xícara de chá de vinagre de arroz

03 colheres de sopa de açúcar

02 colheres chá de sal

03 xícaras de chá de água

Modo de preparo:

Para começar, utilize um escorredor ou peneira para lavar os grãos até que a água saia limpa e reserve por cerca de 25 minutos. Em seguida, derreta o açúcar no vinagre em fogo brando, com cuidado para não queimar. Depois disso, leve à geladeira para esfriar. Agora, volte ao arroz, levando ao fogo alto junto com a água até ferver. Nesse momento, abaixe o fogo e deixe cozinhar por uns 15 minutos. Então, desligue a chama e mantenha a panela tampada por mais 10 minutos. Por fim, despeje o arroz em uma assadeira e regue com a calda de açúcar e vinagre. Mas, seja gentil para evitar que os grãos amassem. Pronto! Ao terminar, assim que estiver em temperatura ambiente, você poderá comer ou utilizar em outros pratos da comida japonesa.

·         Sushi de salmão – Ícone da comida japonesa (08 unidades)

comida japonesa

Ingredientes:

01 xícara de chá de arroz japonês

01 folha de alga cortada em retângulo

Salmão cru para rechear

Modo de preparo:

Inicialmente, abra a folha de alga sobre o sudarê (esteirinha própria para o preparo). Em seguida, espalhe o arroz sobre a alga, atentando para não colocar muita quantidade. Além disso, deixe 01 cm na beirada para fechar. Antes disso, coloque fatias de salmão no centro e enrole, molhando a borda da alga para fixar. Por fim, corte em oito partes iguais e aproveite um dos preparos mais famosos da comida japonesa.

·         Lámen vegetariano – Opção cada vez mais popular

comida japonesa

Ingredientes:

100 g de macarrão japonês lámen fresco

500 ml de água filtrada

30 g de brócolis japonês

50 g de shimeji branco cozido

01 tablete de caldo de legumes

20 g de tofu

30 g de milho cozido

03 aspargos

20 g de broto de feijão

20 g de couve refogada

01 folha de nori

Sal a gosto.

Modo de preparo:

Normalmente, só de falar em comida japonesa, já pensamos em Lámen. Então, comece fervendo a água junto com o caldo de legumes e sal. Mais uma vez, ferva esse caldo rico no fogo mais brando possível. Logo em seguida, coloque o macarrão em uma panela, cubra com água e fique atento para que ele não cozinhe demais. Então, escorra a massa e coloque em uma tigela oriental ou em uma cumbuca, cobrindo com o caldo de legumes. Por fim, acrescente todos os vegetais cortados e o tofu. Para finalizar, acrescente a folha de nori e sirva bem quente.

·         Yakisoba – Comida japonesa ou chinesa? (04 pessoas)

comida japonesa

Ingredientes:

01 pacote 500g de macarrão para yakisoba

½ couve-flor média

01 cebola grande em cubos

½ brócolis japonês cortado

01 pimentão verde em cubos

½ kg de filé ou alcatra em tiras

01 pimentão vermelho em cubos

½ kg de peito de frango em cubos

Cogumelos (shiitake ou shimeji)

01 pimentão amarelo em cubos

Molho Shoyu

Óleo de soja

Óleo de gergelim

Modo de preparo:

A princípio, pode parecer complicado, mas não é. Para começar, cozinhe a massa, escorra e reserve. Enquanto isso, frite as tirinhas de carne vermelha e o frango, acrescentando o molho Shoyu ou molho pronto para Yakissoba, se preferir, e separe. Agora, frite o macarrão cozido em um fio de óleo numa wok ou numa frigideira grande, em fogo baixo. Assim, vá mexendo devagar até que ele fique bem corado e crocante.

Nesse momento, você pode despejar numa travessa ou manter na frigideira, para regar o macarrão com óleo de gergelim a gosto. Ao mesmo tempo, vá refogando todos os vegetais já picados, um tipo por vez, sem deixar que cozinhem demais. Em seguida, junte tudo na mesma travessa ou frigideira, acrescentando o molho das carnes. Sirva bem quente.

Curiosamente, o yakissoba é uma criação chinesa. Porém, foi no Japão que ele ganhou o nome que o tornaria tão famoso por aqui. Assim, o prato foi incorporado e apresentado ao mundo como comida japonesa também.

Como harmonizar comida japonesa e vinhos

comida japonesa e vinhos

Comida japonesa combina bem com vinhos brancos e rosés.

À primeira vista, comida japonesa e vinho não parecem ser boas companhias um para o outro. No entanto, conhecendo os ingredientes principais do prato e tendo ideia das características do vinho, aproveite sem medo de ser feliz! Porém, existem mesmo certos ingredientes muito utilizados no preparo de pratos japoneses que podem fazer o vinho deixar um gosto meio estranho na boca. Quais são eles e como fazer para harmonizar comida japonesa e vinho?

Geralmente, os vinhos mais indicados para acompanhar um prato da comida japonesa são os brancos e rosés, tanto vinhos simples quanto os espumantes. Então, não pode tomar vinho tinto comendo sushi? Bom, poder…até pode, mas a combinação vai dar bastante trabalho para funcionar bem.

De fato, a casca das uvas tintas são ricas em um componente chamado tanino, já os brancos possuem taninos em menor concentração. Na boca, ao se misturar com o sabor dos peixes que costumam estar no pratos japoneses, os taninos deixam um forte gosto metálico na boca. Por isso, não são muitos os que realmente apreciam esses aromas. Por outro lado, os brancos e rosés são mais leves no paladar, combinando bem com alguns dos maravilhosos pratos orientais. No entanto, você vai descobrir como acertar também na hora de harmonizar vinhos tintos com comida japonesa. Mas, antes disso, conheça alguns ingredientes difíceis de harmonizar com vinhos.

Ingredientes difíceis de harmonizar com vinho

Normalmente, a comida japonesa reúne todos os tipos de sabor. De fato, isso inclui ingredientes muito picantes como o gengibre e o wasabi ou salgados como o molho shoyu. Nesses casos, a nossa boca percebe o sabor do vinho de forma diferente, já que as características desses ingredientes dominam totalmente o paladar.

Por isso, muito cuidado na hora de acrescentar wasabi ao seu sushi. Afinal, os vinhos brancos e rosés são mais delicados e podem ficar completamente perdidos no seu paladar. Mas, temos uma boa notícia: é possível encontrar vinhos para cada um desses sabores fortes.

Um vinho para cada sabor

comida japonesa e vinhos

Para começar, um prato que leva bastante shoyu, como o Yakisoba, pode ser acompanhado um bom vinho Pinot Grigio. De fato, uma combinação de fatores na produção dos vinhos italianos com essa uva, resulta em uma bebida mais ácida. Por isso, ele consegue “enfrentar” o sal presente no shoyu.

Por outro lado, se o ingrediente predominante for o picante wasabi, a sugestão é que você escolha um vinho com baixo teor alcoólico e que sejam mais doces. Acontece que o álcool aumenta a sensação de ardência de elementos picantes. Sendo assim, uma bebida com muito álcool tornaria a experiência bem desagradável.

Já os queridinhos, sushi e sashimi, pedem vinhos rosés ou espumantes. Assim, vinhos jovens e com sabor leve vão acompanhar, e não brigar, com essa deliciosa comida japonesa. De fato, os espumantes fazem bonito nesse quesito. Afinal, são bebidas com certa acidez, mas que possuem sabor delicado. No entanto, se preferir um vinho verde, fique à vontade!

Já preparos mais gordurosos como o tempura, por exemplo, pedem vinhos brancos com bastante acidez, para equilibrar o sabor. Da mesma forma, pratos cremosos da comida japonesa também precisam dessa característica presente no vinho. Assim, se for servir rolinhos primavera ou guioza, escolha um vinho à base da uva branca Sauvignon Blanc para o equilíbrio perfeito no paladar.

Como harmonizar vinho tinto com comida japonesa

Como dito, as uvas tintas costumam deixar na boca um gosto metálico quando combinadas com peixe fresco ou cru. No entanto, no caso de pratos quentes como Lámen ou Yakissoba, é possível servir um tinto mais leve e simples. Assim, pode ser que um vinho feito à base da uva Pinot Noir, faça uma festa na sua boca.  Agora, se a vontade de tomar um vinho Malbec não te deixa dormir, prefira um Lámen preparado com carnes de porco.

Sendo assim, vimos que não só podemos, como também devemos, servir uma taça de vinho para acompanhar pratos da comida japonesa. Para descobrir por que o espumante combina tão bem com tantos preparos, clique aqui.

E veja abaixo a nossa seleção de vinhos que harmonizam com um determinado prato da gastronomia japonesa:

 

Um rosé português, para harmonizar com um sushi…

o Portada Winemaker’s Selection Rosé 2020:

Saboroso, refrescante e macio; Produtor: DFJ; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Shiraz, Caladoc, Castelão e Tinta Roriz (vinho blend); Nariz: Perfumado, com notas de maçã e frutos vermelhos maduros; Harmonização: Saladas, sushi, gastronomia vegetariana e mexicana

Compre aqui

 


 

Um tinto Malbec argentino, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o Chateau Garbin Malbec Gran Reserva 2018:

Intenso, redondo e com taninos aveludados; Produtor: Garbin Estate; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas, coco torrado e especiarias doces; Harmonização: Carnes vermelhas, massas com molho vermelho, queijo amarelos

Compre aqui

 


 

Um tinto Malbec francês, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o Le Fou The Madman Haute Vallée de LAude I.G.P. Malbec 2020:

Taninos macios, frutado e suculento; Produtor: Boutinot France; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas, mirtilo, cassis, violeta e um toque de cacau; Harmonização: Empanada de carne, rabada com mandioquinha, berinjela à parmegiana

Compre aqui

 


 

Um espumante argentino, para harmonizar com um sushi…

o Manos Negras Extra Brut:

Fresco, frutado, boa acidez e persistência longa; Produtor: Manos Negras; Teor alcoólico: 12,2%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Notas florais, frutas cítricas e um toque mineral; Harmonização: Sushi, peito de frango ao limone, tilápia com crosta de amêndoas, ravióli de queijo cabra com limão siciliano

Compre aqui

 


 

Um tinto Malbec argentino, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o Puente Sur Malbec 2021:

Sedoso, com goles frutados e persistentes; Produtor: Fecovita; Teor alcoólico: 13,3%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Ameixa, cereja escura e um leve toque de baunilha; Harmonização: Churrasco, queijo Provolone, lasanha

Compre aqui

 


 

Um branco argentino, para harmonizar com um sushi…

o Goulart T Torrontés Small Production 2020:

Frutado, refrescante, delicado e com final cítrico; Produtor: Bodega Goulart; Teor alcoólico: 14%; Uva: Torrontés (vinho varietal); Nariz: Elegante combinação de frutas brancas, com notas florais e um toque mineral; Harmonização: Peixes, sushi, carnes brancas e queijos leves

Compre aqui

 


 

Um tinto Malbec argentino, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o El Molino Malbec 2021:

Macio, taninos redondos, final longo; Produtor: Grupo Peñaflor; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Frutas maduras como ameixa e cereja; Harmonização: Churrasco, lasanha à bolonhesa

Compre aqui

 


 

Um rosé argentino, para harmonizar com um sushi…

o Goulart Rosé Malbec Luján de Cuyo DOC 2020:

Refrescante, delicado, saboroso e frutado; Produtor: Bodega Goulart; Teor alcoólico: 13,2%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Elegante combinação de frutas vermelhas frescas com notas florais; Harmonização: Saladas, peixes, sushi e carnes brancas

Compre aqui

 


 

Um tinto Malbec argentino, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o La Linda Malbec 2019:

Médio corpo, taninos macios e bom final; Produtor: Luigi Bosca; Teor alcoólico: 13,4%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Ameixa, cereja, violeta e baunilha; Harmonização: Cortes bovinos nobres na grelha, carne de coelho e vitela, aves em preparações ricas em sabor

Compre aqui

 


 

Um rosé argentino, para harmonizar com um sushi…

o Partridge Flying Malbec Rosé 2020:

Fresco, frutado e de boa acidez; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas vermelhas como cereja e ameixa; Harmonização: Culinária japonesa, frutos do mar, moqueca, saladas

Compre aqui

 


 

Um tinto Malbec argentino, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o Demons & Angels Malbec 2020:

Persistente, frutado, boa acidez, taninos intensos e estruturados; Produtor: Grupo Familia Falasco; Teor alcoólico: 14%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e pretas maduras com leves notas florais; Harmonização: Parrillada argentina, costelas de porco com molho chili, maminha assada com manteiga e alho

Compre aqui

 


 

Um rosé espanhol, para harmonizar com um sushi ou um sashimi…

o Viña Oria D.O.P. Cariñena Garnacha Tempranillo Rosé 2020:

Macio, saboroso e final frutado; Produtor: Covinca; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Garnacha e Tempranillo (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas frescas; Harmonização: Como aperitivo, risotos, culinária mediterrânea, sashimi, sushi, paella

Compre aqui

 


 

 Um tinto Malbec argentino, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o Fin Del Mundo Patagonia Single Vineyard Malbec Limited Edition Finca Don Eduardo 2018:

Taninos suaves, paladar suculento, final longo; Produtor: Bodega Del Fin Del Mundo; Teor alcoólico: 14%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aromas de violetas, cerejas pretas, com notas de alcaçuz e erva-doce; Harmonização: Churrasco, queijos maturados, lasanha à bolonhesa

Compre aqui

 


 

Um rosé espanhol, para harmonizar com um sushi ou um sashimi…

o Roureda D.O. Tarragona Merlot Rosé 2018:

Jovem, fresco e acidez sutil; Produtor: Cellers Unió; Teor alcoólico: 12%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas, morango; Harmonização: Como aperitivo, risotos, sushi, sashimi, culinária mediterrânea, paella

Compre aqui

 


 

Um branco sul-africano, para harmonizar com um sushi ou um sashimi…

o Pearly Bay Rosé Crisp & Floral:

Saboroso, frutado e com dulçor equilibrado; Produtor: KWV; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Chenin Blanc, Hanepoot e Pinotage (vinho blend); Nariz: Morango, framboesa e pétalas de rosas; Harmonização: Salada de camarão, cuscuz marroquino, sushi e sashimi

Compre aqui

 


 

Um rosé francês, para harmonizar com um sushi…

o Villa Riviera Grand Reserve Côtes de Provence AOP 2019:

Refrescante, leve, frutado e fácil de beber; Produtor: Villa Riviera; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Mourvèdre, Syrah e Grenache (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas frescas com notas florais; Harmonização: Carnes brancas, legumes na brasa, sushi

Compre aqui

 


 

Um branco francês, para harmonizar com um sushi…

o Domaine Tariquet Classic Côtes de Gascogne IGP 2020:

Intenso, refrescante, frutado e com acidez vibrante; Produtor: Château du Tariquet; Teor alcoólico: 10,5%; Uva: Ugni Blanc, Colombard, Sauvignon Blanc e Gros Manseng (vinho blend); Nariz: Abundante, com notas de frutas cítricas e flores brancas; Harmonização: Sushi, charcutaria, queijo de cabra fresco

Compre aqui

 


 

Um tinto Malbec argentino, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o La Grupa Gran Seleccion Malbec 2021:

Marcante, taninos aveludados e toques de especiarias; Produtor: Fecovita; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Frutas maduras como ameixa e toques de pimenta; Harmonização: Churrasco, queijos maduros

Compre aqui

 


 

⇒ Um tinto Pinot Noir espanhol mais leve, para harmonizar com um sushi…

o Ponderado Pinot Noir 2020:

Frutado, corpo leve e macio; Produtor: Bodegas López Morenas; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas; Harmonização: Aperitivos leves, sushi, carnes brancas

Compre aqui

 


 

Um tinto Pinot Noir francês mais encorpado, para harmonizar com um Lámen ou um Yakissoba…

o Bouchard Père & Fils Pinot Noir Bourgogne Hautes-Côtes de Nuits AOC 2018:

Estrutura elegante no paladar; Produtor: Bouchard Père & Fils; Teor alcoólico: 13%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Aromas de pequenas frutas vermelhas e pretas; Harmonização: Quiche Lorraine, pernil, charcutaria

Compre aqui

 


 

Um tinto Pinot Noir espanhol mais leve, para harmonizar com um sushi…

o Amaryllis Pinot Noir 2019:

Macio, equilibrado e bastante frutado; Produtor: Sur Valles Wine Group; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas frescas, como morango e cereja; Harmonização: Arroz de pato, mix de cogumelos ao molho teriyaki, codorna assada com batatas

Compre aqui

 


 

Um branco português da região de Vinho Verde, para harmonizar com um sushi…

o Passatempo Vinho Verde DOC:

Corpo leve, delicado, elegante e com toques minerais; Produtor: Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões; Teor alcoólico: 9%; Várias uvas (vinho blend); Nariz: Notas minerais e de frutas maduras como limão; Harmonização: Culinária japonesa, aperitivos

Compre aqui

 


 

Um espumante espanhol, para harmonizar com um sushi ou sashimi…

o Marques de La Carrasca Rose Brut:

Frutado, fresco e cremoso; Produtor: Bodegas Lozano; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Tempranillo e Bobal (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas frescas; Harmonização: Pizza portuguesa, salmão grelhado, quiche de tomate seco, comida japonesa, arroz primavera

Compre aqui

 


 

Um tinto Malbec argentino, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o Quimay Selección Especial de Viñedos Malbec 2020:

Macio, equilibrado e final persistente; Produtor: Fecovita; Teor alcoólico: 13,8%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Notas delicadas de flores e frutas como ameixa, mirtilo; Harmonização: Carré de cordeiro, risoto de funghi, assado de tira, frango apimentado e massas

Compre aqui

 


 

Um espumante brasileiro, para harmonizar com um sushi ou sashimi…

o Chandon Réserve Brut:

Fresco, equilibrado, frutas cítricas, frutas secas, boa persistência; Produtor: Chandon Brasil; Teor alcoólico: 11,8%; Uvas: Pinot Noir, Riesling Itálico e Chardonnay (vinho blend); Nariz: Frutas cítricas, flores, frutas secas, pão fresco; Harmonização: Ostras frescas, risoto de camarão, saladas, peixe grelhado, culinária japonesa, fettuccine com frutos do mar

Compre aqui

 


 

Um branco espanhol, para harmonizar com um sushi…

o Bodegas Alcardet Correcto Verdejo 2020:

Corpo médio, acidez refrescante, sabor de frutas cítricas, e final fino, intenso e elegante; Produtor: Bodegas Alcardet; Teor alcoólico: 12%; Uva: Verdejo (vinho varietal); Nariz: Aromas de flores frescas, frutas cítricas, frutas verdes e notas herbáceas; Harmonização: Peixe cozido com leite de coco, sushi, filé de frango recheado com queijo

Compre aqui

 


 

Um tinto Malbec argentino, para harmonizar com Lámen com carne de porco…

o Finca Las Estancas Roble Malbec 2019:

Encorpado e intenso, com taninos sedosos; Produtor: Garbin Estate; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Expressivo, com notas de ameixa e cereja; Harmonização: Parrillada argentina, massas ao molho bolonhesa, quiche de queijo Parmesão

Compre aqui

 


 

Um espumante italiano, para harmonizar com um sushi ou sashimi…

o Cielo Rosé Extra Dry Prosecco DOC 2020:

Fresco, com notas de frutas vermelhas, acidez equilibrada e bolhas persistentes; Produtor: Cielo e Terra; Teor alcoólico: 11%; Uvas: Glera e Pinot Noir (vinho blend); Nariz: Frutas cítricas, como limão, pitanga, morango e cereja; Harmonização: Aperitivos, saladas, frutos do mar, comida japonesa e queijo Brie

Compre aqui

 


 

Um branco francês, para harmonizar com um sushi…

o M. Chapoutier Pays d’Oc Blanc 2020:

Acidez refrescante, leve e cítrico; Produtor: M. Chapoutier; Teor alcoólico: 12,7%; Uva: Vermentino (vinho varietal); Nariz: Pêssegos, toranja madura e flores brancas; Harmonização: Sushi, paella e peixes assados

Compre aqui

 

Comentários:

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

Angus – Como harmonizar a carne com espumante?
Uma carne tão especial pede uma bebida à altura para acompanhar. Angus é uma raça de gado europeia...
arroz à piamontese
O arroz à piamontese é diferente mas tem todos os traços de seu ancestral, o risoto. O arroz...
Espumante Moscatel
O espumante Moscatel é uma daquelas bebidas famosas, com reputação. De fato, ele é conhecido e elogiado mundo...
Alzheimer
O mal de Alzheimer ganhou notoriedade nos últimos anos. Afinal, os diagnósticos ficaram mais precisos e os médicos...
Receitas saudáveis
Atualmente, receitas saudáveis tomaram conta da rotina de milhões de pessoas e você também começou a ver o...
Strogonoff de camarão
Querido de norte a sul do Brasil, o strogonoff ganhou o brasileiro pela simplicidade e versatilidade do prato....

Cadastre Para receber