Risoto de funghi - Receitas e harmonização com vinho

Publicado em:

risoto de funghi e vinho

Se você procura receitas para fazer um lindo risoto de funghi e harmonizá-lo com vinho, já dá para ver que você tem bom gosto. Para começar, o risoto é um prato para quem ama a boa mesa. Afinal, não é um daqueles preparos que podem ser deixados no fogo e aguardar ficar pronto. Pelo contrário, preparar um bom risoto não é algo demorado, mas exige que você esteja ali, concentrado no cozimento e no ponto do arroz.

Ao mesmo tempo, harmonizar risoto ao funghi e vinho é algo que pede atenção. Mas, não se intimide, de jeito nenhum! Na verdade, o vinho certo vai ganhar vida acompanhando o seu prato. Pois, o risoto tem a capacidade de elevar os sabores de certos vinhos, sem perder o brilho próprio. Dizem até que ele é capaz de fazer vinhos simples parecerem mais refinados. Mas, qual é o vinho certo para acompanhar o seu risoto? A seguir, você vai encontrar receitas maravilhosas de risoto de funghi. Em seguida, vai descobrir como harmonizar o prato com vinhos. Porém, você também vai entender o que é funghi. Afinal, não é um ingrediente muito usado no cotidiano, certo? Então, comece escolhendo sua receita preferida e para saber mais detalhes sobre como harmonizar vinho com outros tipos de risoto, clique aqui.

Receitas de risoto de funghi

Para começar, você vai aprender a fazer um risoto regado ao vinho tinto. Normalmente, o preparo pede um caldo de legumes ou vinho branco. Porém, essa combinação funciona perfeitamente e vai te dar água na boa. Logo abaixo, confira os ingredientes e modo de preparo, que está rico em detalhes, para que você consiga preparar o melhor risoto da sua vida! Então, já sirva uma taça de vinho para ir entrando no clima enquanto prepara seu risoto de funghi. Lembrando que, no final do artigo, você vai encontrar dicas do vinho perfeito para acompanhar cada uma dessas receitas perfeitas.

Risoto de funghi ao vinho tinto

risoto de funghi

Tradicional prato italiano, o risoto ganhou diferentes versões pelo mundo

Ingredientes

02 xícaras de arroz arbóreo

02 xícaras de vinho tinto seco

01 cebola picada

02 colheres de sopa de manteiga

02 xícara de funghi seco

100 gramas de queijo parmesão picado

Cheiro verde, sal e pimenta do reino

Modo de fazer

Normalmente, a primeira coisa a se fazer é lavar os legumes. Mas, com o funghi, essa etapa é desnecessária. Na verdade, você deve apenas passar um paninho limpo em todos os tipos de funghi que tiver à sua disposição. Em seguida, coloque o funghi no vinho tinto para hidratar por cerca de uma hora. Aliás, além de hidratar, o vinho vai pegar o gosto e seu risoto ao funghi terá uma explosão de sabores. Depois disso, retire-o e reserve o vinho. Enquanto isso, ferva 1L de água com o cheiro verde (salsinha e cebolinha picadas), a cebola, o sal e a pimenta.

A seguir, derreta a manteiga e doure o funghi na panela quente, tomando o cuidado de não deixar queimar. Depois, retire e reserve. Pois, nessa mesma panela, você deve colocar o arroz e refogar para selar os grãos, que possuem bem mais amido que o arroz comum. Dessa forma, ele vai manter a textura e não vai cozinhar demais.

Nesse momento, é hora de regar com metade do vinho tinto. Aos poucos, vá mexendo e acrescendo o vinho, em fogo baixo. De fato, a paciência é a alma desse preparo que não deve secar totalmente, mas também não deve ser coberto com o caldo. A partir de agora, NÃO PARE DE MEXER. Além disso, não deixe secar totalmente. Assim, após utilizar todo o vinho, é hora de acrescentar o caldo quente. Por isso, vá adicionando de concha em concha, até que o arroz fique al dente e a mistura esteja cremosa.

Finalização é tudo!

Agora, coloque um pouquinho mais de caldo e acrescente duas colheres de manteiga gelada, que vai baixar um pouco a temperatura do seu risoto de dar uma encorpada incrível no seu risoto e preparar o terreno para o próximo ingrediente.

Para concluir, adicione aquele parmesão ralado e um pouquinho mais de caldo. Confira o sal e a cremosidade, junte o funghi que já estava pronto, misture bem e aproveite essa delícia cremosa!

A seguir, separamos uma receita para você, que não dispensa um bom prato e um bom vinho, mas que prefere preparos mais leves e com ingredientes integrais. Aliás, essa próxima receita é prova de que é possível comer muito bem, sem exagerar.

Risoto de funghi light

risoto de funghi

O risoto de arroz integral é perfeito para quem leva a sério uma alimentação saudável e não quer sair da linha

Ingredientes

01 xícara e 1/3 de arroz 7 grãos

1/2 xícara de chá de vinho branco seco

01 litro de caldo de legumes bem quente

01 xícara de chá de funghi seco

02 colheres de sopa de azeite

01 cebola picada

02 colheres de sopa de queijo parmesão

01 dente de alho amassado

sal e pimenta do reino

Modo de preparo

Para começar, prepare um caldo de legumes de sua preferência ou utilize um caldo pronto. Em seguida, você deve colocar o funghi no caldo, para infusionar e para hidratá-lo. Enquanto isso, aqueça o azeite e refogue a cebola até que ela fique murchinha, mas sem queimar. Nesse momento, acrescente o arroz e dê uma leve fritada nos grãos. Então, é chegado o momento de acrescentar o bom vinho branco e ouvir aquele chiado delicioso.

Mas, é agora que a ação começa. Afinal, você não deve parar de mexer. Por isso, baixe o fogo e mantenha o ritmo, adicionando caldo toda vez que começar a secar o preparo. Dessa forma, dentro de uns 15 minutos, o arroz deve estar al dente. Assim, você pode adicionar o funghi hidratado e conferir o sal e a pimenta. Para terminar, junte o queijo, mexa novamente e coloque um pouco mais do caldo, se você gosta do risoto bem molhadinho. Novamente, desligue o fogo, tampe, exercite a paciência por 05 minutos e aproveite!

Agora, se você quer uma extravagância para o fim de semana, esse é seu momento. A partir de agora, você vai descobrir como incorporar creme de leite ao risoto de funghi. Aprecie sem culpa.

Risoto de funghi e creme de leite

risoto de funghi

Mas, tudo bem se deliciar com um prato mais encorpado como o risoto de funghi com creme de leite e um bom vinho!

02 xícaras de chá de arroz arbóreo

20g de funghi secchi

1,5 litro de caldo de legumes

01 xícara de chá de vinho branco seco

1/2 cebola picada

04 colheres de manteiga gelada

04 colheres sopa de parmesão ralado

01 xícara de chá de creme de leite fresco

sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Inicialmente, hidrate o funghi no vinho branco por cerca de uma hora. Enquanto isso, prepare seu caldo de legumes, sem deixar ferver. Ao mesmo tempo, derreta metade na manteiga em outra panela e doure a cebola, acrescentando o arroz em seguida. Baixe o fogo e refogue os grãos por cerca de 04 minutos.

Nesse ponto, retire o funghi e adicione o vinho branco ao arroz, mexendo bem até que comece a evaporar. A partir desse momento, vá acrescentando cerca de uma xícara do caldo por vez e mexendo até começar a secar. Por fim, quando o arroz estiver com uma textura cremosa e al dente, acrescente o funghi e o creme de leite, mexendo bem. Então, desligue o fogo, adicione o restante da manteiga gelada e misture novamente. Para finalizar, coloque o queijo e prove o sal e a pimenta.

Afinal, o que é funghi e o que significa funghi secchi?

funghi

Da esq. para a dir.: cogumelo portobello; shimeji escuro; cogumelo paris. Todos podem ser chamados de funghi

Na verdade, funghi é uma forma de se referir a vários tipos de cogumelos. Geralmente, os mais conhecidos no Brasil são: cogumelo portobello, cogumelo paris, shitake, shimeli branco e shimeji escuro. Ou seja, se você tiver à sua disposição qualquer um desses, seu risoto de funghi está garantido. Aliás, funghi secchi, nada mais é do que qualquer uma dessas variedades desidratada.

Como harmonizar risoto de funghi e vinho

Inicialmente, caso você decida por preparar o risoto de funghi ao vinho tinto, o ideal é harmonizar com vinhos que lembrem fruta no seu paladar e que não tenham alto teor alcoólico. Assim, você pode escolher entre um vinho tinto feito à base da uva Pinot Noir ou um vinho Chianti, que é um italiano da região da Toscana e que possui como uma de suas principais características o aroma frutado acentuado.

Em seguida, temos o risoto de funghi light, que pede um vinho tinto com aromas que lembram cheiros e gostos mais terrosos, como um vinho de uvas Nebbiolo. Mas, ele também combina com um vinho branco Chardonnay que tenha ficado algum tempo em toneis de madeira.

Por outro lado, harmonizar um risoto de funghi com creme de leite e vinho já pede por um vinho branco fresco. Dessa forma, vai haver um equilíbrio de sabores na sua boca depois de cada garfada. Para isso, escolha um vinho de uvas Sauvignon Blanc ou Chardonnay. Pois, elas possuem personalidade, uma estrutura mais densa, para não sumir diante de toda untuosidade do prato.

Fechando com chave de ouro

Agora você já tem todo o conhecimento que precisa para fazer um risoto de funghi digno de 5 estrelas. Assim, escolha um bom vinho e aproveite para testar seu paladar e descobrir se você prefere vinhos brancos ou tintos para acompanhar seu preparo. Aliás, para descobrir como harmonizar também a sobremesa com vinhos, clique aqui.

E abaixo uma lista seleta de vinhos para se harmonizado de acordo com cada tipo de risoto de funghi:

 

O tinto Pinot Noir sem alto teor alcoólico, para ser harmonizado com um risoto de funghi comum, o francês…

Madame Veuve Point Pinot Noir Bourgogne AOP 2017:

Fresco, delicado e macio; Produtor: Madame Veuve Point; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras; Harmonização: Risoto de funghi e batata recheada

Compre aqui

 


 

O tinto Nebbiolo, para ser harmonizado com um risoto de funghi light, o italiano…

Terre da Vino Barolo DOCG 2017:

Complexo, estruturado, com taninos potentes e final longo; Produtor: Terre da Vino; Teor alcoólico: 14%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Cereja, rosas, folhas secas e couro; Harmonização: Risoto de funghi, cordeiro assado, polenta com queijo

Compre aqui

 


 

O tinto Chianti, para ser harmonizado com um risoto de funghi comum, o italiano…

Fattoria Selvapiana Chianti Rufina DOCG 2014:

Sutilmente frutado, acidez equilibrada, final longo e taninos redondos; Produtor: Fattoria Selvapiana; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo, Colorino e Malvasia Nera (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas com notas herbáceas; Harmonização: Tábua de queijos amarelos, pratos italianos

Compre aqui

 


 

O tinto Amarone della Valpolicella, também para ser harmonizado com um risoto de funghi comum, o italiano…

Tenuta SantAntonio Campo dei Gigli D.O.C.G. Amarone della Valpolicella:

Encorpado, boa acidez, taninos aveludados, complexo, intenso, final longo; Produtor: Tenuta Sant’Antonio; Teor alcoólico: 15%; Uvas: Rondinella, Oseleta, Croatina, Corvina Veronese e Corvina (vinho blend); Nariz: Frutas negras maduras, mineral, alcaçuz, pimenta preta, tabaco, especiarias, chocolate; Harmonização: Para ser apreciado sozinho, ou com paleta de cordeiro ao molho de vinho, risoto de funghi com tomate seco, pernil de javali assado, coxa de pato confitada, e queijos duros

Compre aqui

 


 

O tinto Nebbiolo, para ser harmonizado com um risoto de funghi light, o italiano…

Terre da Vino Barolo Riserva DOCG 2013:

Encorpado, com taninos potentes, acidez alta e final persistente; Produtor: Terre da Vino; Teor alcoólico: 14%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Morango, cereja, tabaco, um toque de flores e leve nota terrosa; Harmonização: Ossobuco, pato com especiarias, risoto de trufas

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay sem passagem por madeira, para ser harmonizado com um risoto de funghi com creme de leite, o chileno…

Echeverria Reserva Unwooded Chardonnay 2020:

Refrescante, suculento, sedoso, vibrante e com final longo; Produtor: Viña Echeverría; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de abacaxi, melão maduro, pêssego e baunilha; Harmonização: Risoto ao funghi, frango xadrez, moqueca de camarão

Compre aqui

 


 

O tinto Nebbiolo, para ser harmonizado com um risoto de funghi light, o italiano…

Elvio Cogno Cascina Nuova Barolo DOCG 2017:

Macio, profundo, com taninos intensos e sabor frutado; Produtor: Elvio Cogno; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Rosas, cerejas, especiarias e notas de menta; Harmonização: Massas, carnes vermelhas, queijos saborosos

Compre aqui

 


 

⇒ O branco Chardonnay, para ser harmonizado com um risoto de funghi com creme de leite, o espanhol…

Marques de La Cruz Chardonnay 2019:

Boa acidez e final longo; Produtor: Bodegas Fernando Castro; Teor alcoólico: 11,5%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Manga, abacaxi, maça verde e limão; Harmonização: Risoto de camarão, penne ao pesto, peixe ao forno com legumes, salada de bacalhau com grão de bico, escondidinho de atum

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc, para ser harmonizado com um risoto de funghi com creme de leite, o chileno…

Albaclara Sauvignon Blanc 2018:

Persistente, refrescante, saboroso e crocante, com toques de menta e frutas cítricas; Produtor: Haras de Pirque; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Intenso, com notas de frutas cítricas e toques herbáceos; Harmonização: Caldeirada de mariscos, risoto de camarão, peixe assado com legumes, saladas

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc, para ser harmonizado com um risoto de funghi com creme de leite, o chileno…

Vinchante Vin 266 Sauvignon Blanc Central Valley 2020:

Harmonioso, refrescante e frutado; Produtor: Viña Ravanal; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Expressivo, com notas intensas de frutas tropicais e cítricas; Harmonização: Estrogonofe de brócolis, salada de camarão, espaguete ao pesto

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec, também para ser harmonizado com um risoto de funghi comum, o argentino…

Quimay Selección Especial de Viñedos Malbec 2020:

Macio, equilibrado e final persistente; Produtor: Fecovita; Teor alcoólico: 13,8%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Notas delicadas de flores e frutas como ameixa, mirtilo; Harmonização: Carré de cordeiro, risoto de funghi, assado de tira, frango apimentado e massas

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay madeirado, para ser harmonizado com um risoto de funghi light, o chileno…

Marques de Casa Concha Chardonnay 2019:

Robusto, intenso e corpo macio. Um vinho com acidez presente e equilibrada que proporciona um final marcante e prolongado; Produtor: Concha y Toro; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Frutas brancas, como pera e pêssego. A barrica agrega generosas notas de baunilha e avelãs tostadas; Harmonização: Pratos leves à base de legumes ou grãos, frutos do mar, filezinho de frango frito, ravióli de pera com brie, lasanha com molhos brancos, salada caesar

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc, para ser harmonizado com um risoto de funghi com creme de leite, o romeno…

La Crama Sauvignon Blanc:

Fresco e frutado; Produtor: The Iconic Estate; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Toranja, abacaxi, maçã, e equilibrado com delicadas notas minerais; Harmonização: Mariscos, peru com molho de pêssegos, salada de folhas verdes

Compre aqui

 


 

O tinto Refosco dal Peduncolo Rosso, para ser harmonizado com um risoto de funghi secchi, ou seja, mais intenso, o italiano…

Fantinel Borgo Tesis Friuli DOC Refosco 2017:

Encorpado, potente e final marcante; Produtor: Fantinel; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Refosco dal Peduncolo Rosso (vinho varietal); Nariz: Intenso, com notas de frutas vermelhas, ligeiramente herbáceo; Harmonização: Ossobuco com polenta, risoto de funghi secchi, macarrão com almôndegas, embutidos

Compre aqui

 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

Angus – Como harmonizar a carne com espumante?
Uma carne tão especial pede uma bebida à altura para acompanhar. Angus é uma raça de gado europeia...
arroz à piamontese
O arroz à piamontese é diferente mas tem todos os traços de seu ancestral, o risoto. O arroz...
Espumante Moscatel
O espumante Moscatel é uma daquelas bebidas famosas, com reputação. De fato, ele é conhecido e elogiado mundo...
Alzheimer
O mal de Alzheimer ganhou notoriedade nos últimos anos. Afinal, os diagnósticos ficaram mais precisos e os médicos...
Receitas saudáveis
Atualmente, receitas saudáveis tomaram conta da rotina de milhões de pessoas e você também começou a ver o...
Strogonoff de camarão
Querido de norte a sul do Brasil, o strogonoff ganhou o brasileiro pela simplicidade e versatilidade do prato....

Cadastre Para receber