Vinho para massas - Molhos, Características dos Vinhos e Harmonias

Publicado em:

pasta 3606992 1280

Seja um jantar formal, uma reunião entre amigos ou uma refeição especial, escolher um bom vinho para massas é essencial para acertar em uma das combinações mais famosas do mundo culinário.

Existem diversos vinhos para acompanhar massas, com os mais variados tipos de molhos e guarnições.

Assim, conhecer todas as opções e suas características é o primeiro passo para escolher o acompanhamento correto para cada tipo de massa.

Além disso, saber como harmonizar os diferentes tipos de molhos é fundamental para proporcionar uma melhor apreciação de ambos.

Existem molhos suaves, fortes, mais ácidos ou leves. Para cada um deles, existe uma indicação apropriada de vinho para acompanhá-los.

Conheça mais sobre os variados tipos de molhos e massas, quais as características de vinhos que mais combinam com eles e como harmonizá-los adequadamente.

Tudo o que você precisa saber de vinho para massas

Vinho para massas

Tipos de molhos

Molhos são os acompanhamentos mais utilizados para diferentes tipos de massas.

Eles são versáteis e saborosos, podem ser adaptados de acordo com cada necessidade e ocasião.

Assim, molhos podem ser temperados a gosto, tradicionais ou modernos, uma receita de família ou misturas diversificadas em busca de novos sabores.

Seja como for, molhos são famosos e perfeitos para acompanhar vinho e massas.

Veja alguns dos tipos de molhos mais utilizados e suas principais características, que, posteriormente, serão imprescindíveis para escolher o vinho que irá harmonizar corretamente.

Molho de tomate

Certamente o mais conhecido, o molho de tomate se popularizou ao redor de todo o mundo, original da Itália.

Conhecido também como molho ao sugo, trata-se de um coringa, que combina com, basicamente, todas as massas, desde os pratos mais simples, até os mais elaborados.

Como seu nome indica, é feito a partir de tomates e raramente leva outros acompanhamentos.

Pode ser industrial, feito da polpa do tomate ou tradicional, a partir da utilização dos frutos, geralmente de fabricação caseira.

Usualmente, o molho de tomate leva apenas temperos, a gosto pessoal, para encorporar o paladar de quem o utiliza.

Alguns dos temperos mais utilizados são sal, ervas, especiarias, pimentas e outros condimentos de realce.

Dessa forma, seu sabor, muitas vezes, é ligeiramente mais ácido, por conta das propriedades do tomate e da polpa concentrada.

No entanto, pode ser suavizado com temperos e também pelo tipo de preparo.

O molho de tomate combina com vários tipos de massas, como espaguete, lasanha, capeletti ou nhoque.

Molho à bolonhesa

Outro molho bastante conhecido e utilizado, seja em receitas mais simples ou elaboradas, o molho à bolonhesa combina bem com massas mais populares.

Esse molho é feito com carnes vermelhas e base de tomate.

Atualmente, um dos mais consumidos é o molho à bolonhesa de carne moída, mas outros cortes também podem compor um bom molho.

Ao escolher um vinho para massas com molho à bolonhesa, é importante se atentar para o paladar, se ele está mais suave ou mais forte, de acordo com os temperos utilizados na base e na carne.

Molho branco

Vinho e massas ao molho branco é uma das combinações mais sofisticadas e amplamente apreciadas em todas as partes do mundo.

A textura mais cremosa e o paladar mais pesado, quase gorduroso, proporciona uma possibilidade de harmonização com vinhos mais fortes e de acidez mais pronunciada.

Usualmente, o molho branco é preparado com a utilização de leites e farinha, embora alternativas estejam sendo elaboradas, para diferentes gostos.

Dessa forma, o molho branco, mais ligado a pratos elegantes e elaborados, agrada a muitas pessoas, em variadas massas.

Molho carbonara

Se estamos falando sobre massas, certamente o molho carbonara se faz presente.

Marcante e forte, esse molho leva ingredientes como bacon, ovo e queijo, o que o torna mais elaborado.

Dessa forma, a harmonização correta de um bom vinho para massas com molho carbonara deve ser feita com rótulos que consigam equilibrar ambos os sabores.

Molho quatro queijos

O molho quatro queijos, ainda três queijos ou dois queijos, é composto, como o nome indica, por diferentes tipos de queijos.

Como vinho e massas, vinho e queijos também são uma combinação bastante apreciada, o que torna esse molho perfeito para quem aprecia os três elementos.

Ainda, as massas elaboradas com molho quatro queijos são consideradas sofisticadas, compõem refeições mais elegantes, que combinam com um bom vinho.

No mundo culinário, existem diversos molhos, como molho de frutos do mar, molho pesto, molho de cogumelos e até mesmo molho feito com vinho.

Cada uma dessas combinações pode utilizar diferentes vinhos para acompanhar massas e os mais variados molhos.

Características dos vinhos

Ao selecionar um vinho para massas e seus respectivos molhos, é preciso levar em conta as características que cada rótulo apresenta.

De forma básica, os vinhos podem ter seus rótulos divididos em tintos, brancos e rosés.

Essa distinção provém das castas das uvas utilizadas na fabricação. As uvas tintas produzem vinhos tintos, brancos e rosés, enquanto as uvas brancas produzem apenas vinhos brancos.

O que difere essas características é a presença de pigmentação nas cascas das uvas.

Contudo, as cascas possuem outras particularidades além da pigmentação. Por exemplo, é a partir das cascas que se pode adquirir maior ou menor doçura.

As características dos vinhos dependem, em grande parte, das uvas que se utiliza, mas também do território em que são cultivadas, seu tempo de plantio e colheita e o método de produção.

Cada etapa da fabricação interfere no sabor, na textura e no aroma final; o que torna possível a harmonização de vinho e massas.

Em suma, vinhos tintos tendem a ser mais encorpados. A presença de taninos, elementos para acidez, é mais identificada, assim como o teor de álcool.

Vinhos brancos costumam ser mais leves, suaves, menos fortes e mais adocicadas. Também é possível observar esses aspectos em espumantes e champanhes, que possuem, também, o elemento da gaseificação.

O vinho rosé é bastante equilibrado, mais voltado para o lado suave do paladar.

Versatilidade nos rótulos

É importante lembrar, contudo, que é possível fabricar vinhos de todas as características, a partir de uma variedade de produções e castas.

Por exemplo, um vinho tinto mais suave, adocicado, ou um vinho branco mais encorpado. Tudo depende da uva, do terroir, da colheita e dos métodos empregados.

Fatores como vinificação, maturação, engarrafamento e envelhecimento são essenciais para alterar a característica básica do vinho.

No entanto, é possível identificar padrões de determinados tipos, conforme citado.

E, no momento de escolher um vinho para massas específicas, conhecer as propriedades de cada rótulo ajuda a encontrar o acompanhamento ideal.

Assim, vinhos tintos são comumente recomendados para refeições encorpadas, como massas e molhos mais fortificados.

Ao mesmo tempo, vinhos brancos podem harmonizar perfeitamente com molhos suaves e massas leves.

O vinho rosé acompanha bem pratos com verduras e carnes magras junto de uma massa mais delicada.

No momento de escolher um vinho para massas, lembre-se de suas características básicas, mas procure verificar as particularidades de cada rótulo.

Harmonias entre massas e vinhos

Vinho para massas

Por fim, existem alguns vinhos para acompanhar massas que aparecem nas principais recomendações.

Rótulos famosos provém de determinadas castas de uvas mais características, que, eventualmente, apresentam particularidades que podem combinar com certas massas.

Ainda, é preciso avaliar qual o molho, principalmente, e outros acompanhamentos, que participam do prato.

Grande parte das massas são produzidas das mesmas bases, como farinha e trigo, de modo que o que personifica seu sabor e paladar são os molhos e outras guarnições.

Por exemplo, molhos de tomate são equilibrados, o que pede um vinho para massas com esse molho também equilibrada, como Chianti, de médio teor alcoólico e média acidez.

Molhos à bolonhesa, bastante consumidos, podem apresentar sabor mais presenciado, por conta da acidez da carne da base. Por isso, vinhos tintos em geral harmonizam bem, como um Merlot.

Por outro lado, molhos brancos são, costumeiramente, acompanhados de vinho para massas mais fortificados, de teor alcoólico mais elevado e mais taninos.

Isso porque o molho branco carrega um aspecto mais gorduroso, cremoso, e seu sabor é bem equilibrado por um vinho mais encorpado.

O mesmo acontece com molhos carbonara, por exemplo. Experimente o Chardonnay ou Sauvignon Blanc.

Enquanto isso, o molho pesto, bastante sofisticado, pode ser acompanhado de um vinho branco, mais leve e suave, porque sua massa costuma ser bastante delicada.

Massas com molhos de frutos do mar pedem um vinho rosé, ou mesmo alguns rótulos brancos, como um Chardonnay.

Ainda, molhos com queijo, também de gosto mais pronunciado, ressaltam a massa, e um bom vinho encorpado é ideal, como o Syrah.

Conclusão

Vinho para massas

Quando o assunto é vinho para massas, diversos elementos devem ser levados em consideração.

Por um lado, os molhos, principais acompanhamentos de pratos feitos com as mais variadas massas.

Cada molho possui uma particularidade, podendo ser mais leves, suaves, ou encorpados, de sabor intenso.

Enquanto isso, as características dos vinhos provêm de suas uvas, terroir e métodos de produção. Todos esses aspectos influenciam no sabor e na textura do vinho que acompanha as massas.

Harmonizar vinho e massas é uma prática bastante comum entre apreciadores. Desde refeições simples, até pratos elaborados, essa combinação é extremamente conceituada.

Para acertar na escolha, não existe uma fórmula. Cada vinho combina com cada massa de maneira única ao seu paladar, mas pode considerar alguns aspectos básicos na hora de conciliar ambos.

Lembre-se de equilibrar os sabores, para poder aproveitá-los da melhor maneira, e experimente diferentes combinações para conhecer qual é a sua preferência entre vinho e massas.

Quer realizar a combinação perfeita entre vinhos e massas? Veja as ofertas:

 

O branco Sauvignon Blanc chileno, ideal para massas ao molho pesto

Cruz Andina Reserva Sauvignon Blanc Orgânico 2020:

Um vinho equilibrado, com corpo de leve para médio, boa acidez, refrescante e com final longo e agradável; Produtor: Veramonte; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Frutas cítricas, notas florais e sutis toques vegetais; Harmonização: Filé de pescada ao molho de maracujá, pizza de abobrinha com queijo brie, espaguete ao pesto, arroz de mariscos

Compre aqui

 


 

O tinto blend italiano, ideal tanto para massas à bolonhesa

La Mora D.O.C. Maremma Toscana Rosso 2018:

De personalidade, frutado, com taninos macios e notas de especiarias; Produtor: Cecchi; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas como morango e framboesa silvestres, com notas de folhas secas, e nuance de madeira e especiarias; Harmonização: Bife ancho com batatas assadas, t-bone com polenta, lasanha à bolonhesa, risoto de rabada, mix de queijos e embutidos, legumes gratinados

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot argentino, ideal para massas à bolonhesa

Bodega Norton Barrel Select Merlot 2021:

Aveludado, taninos macios e final sedoso; Produtor: Bodega Norton; Teor alcoólico: 13,7%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Complexo, com notas de cerejas silvestres e framboesas, toques de baunilha e coco; Harmonização: Lasanha à bolonhesa, fondue de carne, queijo Gouda

Compre aqui

 


 

O tinto blend português, ideal para massas à bolonhesa ou à carbonara

Artefacto Tinto 2020:

Frutado, fresco, corpo de leve para médio, taninos macios; Produtor: Luís Duarte Vinhos; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Aragonez, Alicante Bouschet e Trincadeira (vinho blend); Nariz: Frutas negras e vermelhas como ameixa e framboesa, especiarias; Harmonização: Pernil suíno, costela assada, nhoque à bolonhesa, penne à carbonara, berinjela à parmegiana

Compre aqui

 


 

O rosé blend europeu, ideal para massas ao molho pesto

Paul Fargadel Rosé:

Refrescante, equilibrado e frutado; Produtor: Castel; Teor alcoólico: 11%; Uvas: Várias uvas (vinho blend); Nariz: Expressivo e agradável, com notas de frutas vermelhas maduras; Harmonização: Frango assado com batatas, talharim ao pesto, fritada de abobrinha

Compre aqui

 


 

O tinto sul africano Cabernet Sauvignon, ideal para massas à bolonhesa

Nederburg 56 Hundred Cabernet Sauvignon 2018:

Frutado, bom corpo, acidez agradável, taninos sedosos, leve amadeirado; Produtor: Nederburg; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Cereja, amora, framboesa, especiarias, leve amadeirado; Harmonização: Hambúrguer com fritas, cogumelos gratinados ao forno, estrogonofe de carne, nhoque à bolonhesa, bolinho de arroz, berinjela à parmegiana

Compre aqui

 


 

O branco Pinot Grigio italiano, ideal para massas ao molho pesto

Antica Marca Villagio Dal 1818 Pinot Grigio Terre Siciliane IGT 2020:

Refrescante, frutado e vivaz; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Grigio (vinho varietal); Nariz: Complexo, com aromas de maçã-verde, pera e toques de frutas cítricas; Harmonização: Espaguete ao molho pesto, legumes na brasa, salada de frutos do mar

Compre aqui

 


 

O tinto Barbera italiano, ideal tanto para massas ao molho sugo e quanto à bolonhesa

Beni di Batasiolo Sabri D.O.C.G. Barbera dAsti 2019:

Corpo médio para encorpado, amadeirado, frutado, com presença de especiarias, taninos firmes, acidez alta que lhe confere um bom frescor, final longo e agradável; Produtor: Beni di Batasiolo; Teor alcoólico: 14%; Uva: Barbera (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras, com notas de folhas secas, tosta e nuance de especiarias; Harmonização: Lombo suíno assado, macarrão à bolonhesa, nhoque ao sugo, cupim assado com batata, risoto de tomate seco e parmesão, e queijos duros

Compre aqui

 


 

O tinto blend italiano, ideal tanto para massas ao molho sugo e quanto à bolonhesa

Famiglia Castellani Toscana IGT 2019:

Encorpado, macio, harmonioso com taninos aveludados e bastante sabor de frutas; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e Ciliegiolo (vinho blend); Nariz: Frutas silvestres como ameixa, morango e toques de violeta; Harmonização: Massas ao molho sugo, lasanha à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O branco Torrontés argentino, ideal para massas ao molho pesto

Susana Balbo Lujanita Torrontés 2021:

Acidez brilhante, cremosidade sutil e longo acabamento que lhe dão profundidade e equilíbrio no paladar; Produtor: Susana Balbo Wines; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Torrontés (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas cítricas, maracujá, flores brancas e lichia; Harmonização: Carpaccio de pupunha ao pesto, peixe assado ao molho de alcaparras e aspargos, quiche de espinafre com ricota

Compre aqui

 


 

O tinto blend italiano, ideal tanto para massas à carbonara e quanto à bolonhesa

Carpineto D.O.C. Rosso di Montepulciano 2018:

Bom corpo, acidez agradável, taninos macios; Produtor: Carpineto; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e outras uvas (vinho blend); Nariz: Framboesa, cereja, groselha, folhas secas; Harmonização: Costela com legumes, maminha acebolada, frango xadrez, talharim à carbonara, legumes salteados, canelone à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot italiano, só que ideal para massas à carbonara

La Mora D.O.C. Maremma Toscana Merlot 2020:

Frutado, médio corpo, fresco, taninos sedosos; Produtor: Cecchi; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Ameixa, framboesa, cereja, folhas secas; Harmonização: Risoto de linguiça toscana, maminha grelhada com legumes, escondidinho de carne-seca, talharim à carbonara, lombo suíno com crosta de ervas, ravióli de mussarela de búfala com tomate seco

Compre aqui

 


 

O branco Pinot Grigio italiano, ideal para massas ao molho pesto

I Castelli Romeo e Giulietta D.O.C. Delle Venezie Pinot Grigio 2020:

Fresco, acidez vibrante, fácil de beber; Produtor: Cielo e Terra S.P.A.; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Grigio (vinho varietal); Nariz: Aromas de crosta de pão e maçã verde; Harmonização: Espetinho de frango com bacon, quiche de alho poró com palmito, macarrão ao molho pesto com tomate cereja

Compre aqui

 


 

O tinto Chianti italiano, ideal para massas ao molho de tomate

Roncalla Tradizione Chianti DOCG 2019:

Frutado, com ótima acidez, taninos macios e final longo; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e Ciliegiolo (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas em geleia, toques de violeta; Harmonização: Espaguete ao molho sugo, lasanha, ossobuco

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay italiano, ideal para massas ao molho pesto

Cantina Reale I.G.T. Veneto Chardonnay 2019:

Saboroso, elegante e equilibrado; Produtor: Botter; Teor alcoólico: 12%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Bouquet delicado e elegante de frutas frescas; Harmonização: Massa ao pesto, quiche de parmesão, mix de queijos e embutidos, risole de abobrinha

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir argentino, ideal para massas à carbonara

Manos Negras Pinot Noir 2019:

Frutado, boa acidez, taninos macios; Produtor: Manos Negras; Teor alcoólico: 12,56%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas, floral; Harmonização: Galeto recheado com farofa de bacon, lombo suíno ao forno, filé à parmegiana, pizza marguerita, penne à carbonara, gratinado de batatas com atum

Compre aqui

 


 

O branco francês Sauvignon Blanc, ideal para massas ao molho pesto

Maison Castel Pouilly Fumé AOC 2020:

Vivaz, complexo, persistente e frutado; Produtor: Maison Castel; Teor alcoólico: 13%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas cítricas com nuances minerais; Harmonização: Caldeirada de peixe com açafrão, espaguete ao molho pesto, lombo de porco assado com batatas

Compre aqui

 


 

O tinto francês Cabernet Sauvignon, ideal para massas à bolonhesa

Bouquet I.G.P. Pays dOc Cabernet Sauvignon 2020:

Corpo leve, saboroso e com final elegante; Produtor: Vignobles & Compagnie; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, especiarias doces, canela; Harmonização: Picanha assada, escondidinho de carne, estrogonofe, espaguete à bolonhesa

Compre aqui

 


 

⇒ O tinto francês blend, ideal para massas à bolonhesa

Gérard Bertrand Héritage “An 118” I.G.P. Coteaux de Narbonne 2020:

Redondo, taninos macios e bom final; Produtor: Gérard Bertrand; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Cabernet Sauvignon e Syrah (vinho blend); Nariz: Aromas de mirtilo e florais de violeta; Harmonização: Maminha grelhada, filé à parmegiana, batata recheada com queijo e bacon, penne à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto argentino blend, ideal para massas ao molho sugo

Nieto Senetiner Fran Blend 2021:

Macio, sedoso, final agradável; Produtor: Nieto Senetiner; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Cabernet Sauvignon, Syrah e Bonarda (vinho blend); Nariz: Chocolate, pimenta preta, louro, ameixa; Harmonização: Massas ao sugo, pizzas de sabores variados, queijos duros

Compre aqui

 


 

O tinto chileno Pinot Noir, ideal para massas ao molho sugo

Aros Pinot Noir 2021:

Macio, equilibrado, e bastante frutado; Produtor: Sur Valles; Teor alcoólico: 13%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas como morango e cereja; Harmonização: Massas ao molho sugo, queijos suaves

Compre aqui

 


 

O tinto chileno Merlot, ideal para massas à bolonhesa

Vinchante Vin 266 Merlot Central Valley 2020:

Equilibrado, saboroso, frutado, com taninos marcantes; Produtor: Viña Ravanal; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas, com destaque para ameixa; Harmonização: Pimentão recheado com carne moída, espaguete com ragu de linguiça, queijos semi-duros como Gouda e Gruyère

Compre aqui

 


 

O branco alemão Pinot Gris, ideal para massas ao molho pesto

Ernst Loosen Pfalz Edition Pinot Gris 2019:

Leve, boa acidez, cítrico; Produtor: Ernst Loosen; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Gris (vinho varietal); Nariz: Frutas brancas frescas, cítrico; Harmonização: Bobó de camarão na moranga, risoto de brócolis com parmesão, espetinho de legumes grelhados, espaguete de pupunha ao pesto, empada de alho-poró, tomate confit, queijo empanado

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Sangiovese, ideal para massas à bolonhesa

Campo al Moro I.G.T. Toscana Sangiovese 2019:

Corpo entre leve e médio, com acidez presente e refrescante, taninos presentes; Produtor: Cecchi; Teor alcoólico: 13%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Frutas como framboesas e amoras, com traço de alcaçuz; Harmonização: Vinho de corpo leve para médio e taninos presentes. Aposte então em pratos à base de massas, molhos vermelhos e carnes vermelhas. Dicas: massas à bolonhesa, filé à parmegiana, berinjela à parmegiana

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Primitivo, ideal para massas à bolonhesa

Brondello Maturo Primitivo Puglia IGT 2019:

Encorpado, intenso e frutado, com taninos macios; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 13%; Uva: Primitivo (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutos vermelhos, com notas de alcaçuz e especiarias; Harmonização: Parmegiana de berinjela, ravioli à bolonhesa, filé mignon assado com batatas e queijo

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas ao molho sugo

Brondello Maturo Chianti DOCG 2019:

Saboroso, equilibrado, aveludado e levemente tânico; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e Ciliegiolo (vinho blend); Nariz: Expressivo e muito frutado, com nuances de cerejas e toques de violetas; Harmonização: Bistecca alla Fiorentina, Gnocchi ao sugo, queijo Pecorino

Compre aqui

 


 

O tinto chileno Merlot, ideal para massas à bolonhesa

Santa Magdalena Merlot Valle Central D.O. 2020:

Aveludado com acidez moderada e final agradável; Produtor: Bodegas Tagua Tagua; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Ameixa, amora madura e um toque de cacau; Harmonização: Rondele de queijo, nhoque à bolonhesa e arroz de forno

Compre aqui

 


 

O branco português blend, ideal para massas ao molho pesto

3 Castelos Fresh White Blend:

Refrescante e frutado, com acidez marcante e toques minerais; Produtor: Caves Campelo; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Antão Vaz e Arinto (vinho blend); Nariz: Expressivo, com notas de frutas brancas frescas e nuances florais; Harmonização: Espaguete ao molho pesto, queijo coalho assado, frutos do mar, canapés

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Dolcetto, também ideal para massas à bolonhesa

Antiche Cantine Dei Marchesi Di Barolo Madonna Del Dono Dolcetto d’Alba DOC 2020:

Harmonioso, agradável, equilibrado, acidez delicada, taninos finos; Produtor: Marchesi Di Barolo; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Dolcetto (vinho varietal); Nariz: Notas acentuadas de frutas vermelhas, com destaque para cereja Morello; Harmonização: Risoto de Parmesão, lasanha à bolonhesa, picanha assada com manteiga e ervas

Compre aqui

 


 

⇒ O tinto francês blend, ideal para massas ao molho de cogumelos

Clémentin de Pape Clément Pessac-Léognan AOC 2018:

Encorpado, cheio, com textura rica e aveludada, nuances frutadas e final longo; Produtor: Bernard Magrez; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Cabernet Sauvignon, Merlot, Petit Verdot e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Complexo, com notas de ameixas e groselhas pretas, chocolate, mocha, especiarias indianas e violetas; Harmonização: Massas com funghi porcini, pernil de cordeiro assado com alecrim, bife de alcatra salteado na manteiga de ervas

Compre aqui

 


 

O tinto francês blend, também ideal para massas à bolonhesa

Château Grand Jour Côtes de Bourg AOC 2016:

Harmonioso, fresco e sedoso, com taninos finos e elegantes; Produtor: Lamont Financière; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Merlot e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Notas intensas de frutas maduras; Harmonização: Espaguete à bolonhesa, queijos semi-duros, maminha assada com batatas

Compre aqui

 


 

O branco argentino Torrontés, ideal para massas ao molho pesto

Patas Torrontés 2021:

Delicado, com notas florais e frutadas, final longo e equilibrado; Produtor: Fecovita; Teor alcoólico: 11,8%; Uva: Torrontés (vinho varietal); Nariz: Aromas que lembram frutas cítricas frescas; Harmonização: Queijo de cabra fresco, falafel, talharim ao molho pesto

Compre aqui

 


 

O tinto Carménère chileno, ideal para massas à bolonhesa

Echeverria Reserva Carménère 2020:

Macio e aveludado, é bem equilibrado, com toques de especiarias e frutos silvestres; Produtor: Viña Echeverría; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Intenso, com notas de framboesa, cereja, pimentão vermelho e pimenta preto; Harmonização: Filé mignon ao molho madeira, massas ao molho bolonhesa, polenta gratinada com gorgonzola

Compre aqui

 


 

O branco italiano Viognier, ideal para massas ao molho pesto

Canceddi Viognier Sicilia DOC 2019:

Agradável, mineral, fresco e aromático; Produtor: Cantine Settesoli; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Viognier (vinho varietal); Nariz: Notas de acácia, lavanda e pêssego no nariz; Harmonização: Rigatoni com pesto alla trapanese, sardinhas recheadas, burrata com tomates confit e pesto

Compre aqui

 


 

O tinto argentino blend, ideal para massas à bolonhesa

Viña de Los Andes Red Blend 2021:

Personalidade marcante com goles encorpados; Produtor: Fecovita; Teor alcoólico: 11,5%; Uvas: Bonarda, Merlot e Malbec (vinho blend); Nariz: Aromas intensos de frutas vermelhas; Harmonização: Carnes vermelhas, pizzas, massas à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto chileno blend, ideal para massas ao molho sugo

Reyna Cabernet Sauvignon-Merlot Central Valley D.O. 2020:

Notas de ameixa seca, tabaco e cassis, baixa acidez, taninos marcados; Produtor: Bodegas Tagua Tagua; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Cabernet Sauvignon e Merlot (vinho blend); Nariz: Aromas de chocolate, couro seco e cassis; Harmonização: Carnes vermelhas, massas ao sugo, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto espanhol Tempranillo, ideal para massas à bolonhesa

La Couleur Tempranillo:

Concentrado, com taninos bem integrados e notas de frutas pretas; Produtor: IPSA Wines; Teor alcoólico: 12%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Aromas expressivos de frutas vermelhas e pretas, com nuances de violetas; Harmonização: Queijo Gruyère, espaguete à bolonhesa, pimentão recheado com carne moída

Compre aqui

 


 

O branco português blend, ideal para massas ao molho branco

Terras de Estremoz Special Selection Regional Alentejano Branco 2020:

Frutado, equilibrado, elegante de corpo médio, refrescante e com um final agradável; Produtor: Encostas de Estremoz; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Arinto, Síria e Antão Vaz (vinho blend); Nariz: Aroma frutado, abacaxi, pêssego e sutis notas minerais; Harmonização: Acompanha bem pratos grelhados e massas com molho: frango grelhado com legumes, peixe grelhado ou no forno, macarrão ao molho branco com parmesão

Compre aqui

 


 

O tinto argentino blend, ideal para massas ao molho sugo

Anciano Malbec Cabernet Franc 2020:

Redondo e intenso, com notas de frutas pretas maduras e taninos marcados; Produtor: Anciano Wines; Teor alcoólico: 14,5%; Uvas: Malbec e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Cereja, ameixa, geleia, folhas de tomateiro e especiarias; Harmonização: Maminha assada na manteiga, charuto de folha de uva, rigatoni ao sugo

Compre aqui

 


 

O rosé espanhol Tempranillo, ideal para massas ao molho quatro queijos

Bianai D.O.Ca. Rioja Rosado 2020:

Estruturado, sedoso e equilibrado; Produtor: Bodegas Príncipe de Viana; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Complexo, composto de aromas intensos de frutas vermelhas e caramelo; Harmonização: Um rosé estruturado, com boa acidez, então pede pratos com boa intensidade. Moqueca de camarão, fettuccine aos quatro queijos, bruschetta de jamon serrano

Compre aqui

 


 

O branco australiano Sauvignon Blanc, ideal para massas ao molho pesto

The Drover Sauvignon Blanc 2021:

Fresco, corpo médio, final longo; Produtor: Dee Vine Estate; Teor alcoólico: 11,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Notas de pitaia e maracujá maduros; Harmonização: Filé de linguado grelhado, batata frita, massa ao pesto de manjericão

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Primitivo, ideal para massas à bolonhesa

Doppio Passo Primitivo Puglia IGT 2020:

Equilibrado, estruturado, com taninos macios e acidez agradável; Produtor: Botter Wines; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Primitivo (vinho varietal); Nariz: Fresco e expressivo, com notas de amoras e cerejas maduras; Harmonização: Queijos maduros, porco assado na brasa, massas variadas ao molho bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Negroamaro, ideal para massas variadas

Rosso Reale Negroamaro Salento IGT 2019:

Taninos macios, equilibrados e com final longo; Produtor: Angelo Rocca & Figli SRL; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Negroamaro (vinho varietal); Nariz: Aromas de fruta madura como amora e ameixa; Harmonização: Espaguete com almôndegas, pizzas e massas

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas à bolonhesa

Lupo Meraviglia Due di Due Rosso di Puglia IGT 2019:

Ótima estrutura, taninos macios e equilibrados; Produtor: Botter Wines; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Negroamaro e Malvasia (vinho blend); Nariz: Aromas de frutas maduras, groselha e amora; Harmonização: Risoto de Parmesão, lasanha à bolonhesa, rocambole de carne

Compre aqui

 


 

O branco italiano Vermentino, ideal para massas ao molho pesto

Lupo Meraviglia Uno di Uno Vermentino Puglia IGT 2020:

Refrescante, encorpado, intenso, com acidez bem equilibrada; Produtor: Botter Wines; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Vermentino (vinho varietal); Nariz: Frutado e expressivo, com notas intensas de cedro, pêssego branco, damasco e maçã; Harmonização: Estrogonofe de brócolis, espaguete ao molho pesto, salada de camarão

Compre aqui

 


 

O tinto uruguaio blend, ideal para massas à bolonhesa

Alto De La Ballena Tannat – Merlot – Cab Franc:

Encorpado, com intensidade de frutas, taninos bem presentes e redondos, e final longo; Produtor: Alto De La Ballena; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Tannat, Merlot e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Amora, cereja, ameixa, violetas e um toque de baunilha; Harmonização: Costela no bafo, massas à bolonhesa, queijo Parmesão

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas ao molho sugo ou à bolonhesa

Famiglia Castellani Rosso Toscano IGT 2018:

Encorpado, macio, harmonioso com taninos aveludados e bastante sabor de frutas; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e Ciliegiolo (vinho blend); Nariz: Frutas silvestres como ameixa, morango e toques de violeta; Harmonização: Massas ao molho sugo, lasanha à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto Tempranillo espanhol, ideal para massas à bolonhesa

Ego de Bacco Tempranillo 2020:

Concentrado e rico, com taninos bem integrados e notas de frutas pretas; Produtor: Ipsa Trading; Teor alcoólico: 12%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Aromas intensos de frutas vermelhas e pretas, com nuances de violetas; Harmonização: Queijo Gruyère, espaguete à bolonhesa, pimentão recheado com carne moída

Compre aqui

 


 

O tinto americano blend, ideal para massas à bolonhesa

Hook & Ladder Station Ten Red Blend 2016:

Intenso, taninos firmes e final persistente; Produtor: Hook & Ladder Winery; Teor alcoólico: 14,8%; Uvas: Zinfandel, Cabernet Sauvignon, Petite Sirah, Carignan e Alicante Bouschet (vinho blend); Nariz: Aromas de frutas maduras, ameixa, especiarias e chocolate amargo; Harmonização: Tiras de filé mignon com molho barbecue, risoto de cogumelos, lasanha à bolonhesa, pizza margherita, ragu de linguiça

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas ao molho sugo

Carpineto D.O.C.G. Chianti Classico 2019 1,5 L:

Bom corpo, elegante, aveludado, harmônico e possui ótima concentração de frutas; Produtor: Carpineto; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e outras uvas (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas, notas florais, nuances de baunilha e especiarias; Harmonização: Risoto de tomate seco, filé-mignon assado, berinjela à parmegiana, macarrão ao sugo, batatas recheadas

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas ao molho sugo ou à bolonhesa

Premium Chianti DOCG 2019:

Corpo médio, frutas vermelhas, taninos macios, final longo; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e Ciliegiolo (vinho blend); Nariz: Notas de frutas vermelhas como morango e cereja, toques de especiarias; Harmonização: Espaguete ao molho sugo, lasanha à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto blend francês, ideal para massas à bolonhesa

Font du Mirail Côtes du Rhône AOC 2020:

Rico, estruturado e equilibrado, com taninos bem integrados; Produtor: Vignobles & Compagnie; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Syrah e Grenache (vinho blend); Nariz: Aromático, com notas dominantes de frutas vermelhas; Harmonização: Steak au Poivre, kebab de cordeiro, espaguete à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto Gamay francês, ideal para massas ao molho sugo

Ropiteau Frères A.O.C. Coteaux Bourguignons 2019:

Frutado, boa acidez, taninos sedosos, leve; Produtor: Ropiteau Frères; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Gamay (vinho varietal); Nariz: Morango, groselha, floral; Harmonização: Risoto de parma, filé de frango à parmegiana, talharim ao sugo, legumes grelhados, lasanha de berinjela com queijo, ravióli de queijo

Compre aqui

 


 

O tinto Mencía espanhol, ideal para massas à bolonhesa

Pago de Valdoneje Mencía Bierzo D.O. 2019:

Bem estruturado, profundo, frutado, equilibrado, persistente e com taninos macios; Produtor: Vinos Valtuille; Teor alcoólico: 14%; Uva: Mencía (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de amoras e frutas silvestres, com toques de tabaco, alcaçuz e ervas; Harmonização: Lasanha à bolonhesa, filé mignon ao molho rôti, paleta de cordeiro com molho de hortelã

Compre aqui

 


 

O tinto Malbec de Mendoza, ideal para massas ao molho ao molho vermelho

Finca Piedra Caliza Malbec 2020:

Encorpado, taninos marcados e final longo com notas de carvalho; Produtor: Belhara Estate; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras e compota de framboesa e ameixa; Harmonização: Carnes vermelhas, massas com molho vermelho e queijos maduros

Compre aqui

 


 

O branco espanhol Viúra, ideal para massas ao molho pesto

DNA Murviedro Viura Valencia DOP 2019:

Leve, refrescante e persistente; Produtor: Bodegas Alcardet; Teor alcoólico: 11%; Uva: Viúra (vinho varietal); Nariz: Aromas delicados, com toques de abacaxi e ervilha; Harmonização: Queijo Brie, espaguete ao pesto, estrogonofe de brócolis

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas ao molho sugo

Santa Cristina Fattoria Le Maestrelle Toscana IGT 2019:

Equilibrado, saboroso com taninos macios e final complexo; Produtor: Marchesi Antinori; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Sangiovese, Merlot e Syrah (vinho blend); Nariz: Aroma complexo de frutas maduras, menta, groselha, baunilha e café; Harmonização: Bife Ancho com Aligot, nhoque de mandioquinha com ragu, tagliatelle ao sugo

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Primitivo, ideal para massas à bolonhesa

Terre di Sava Primitivo di Manduria DOP 2020:

Encorpado, macio e equilibrado, vivaz em boca e fácil de beber; Produtor: Terre di Sava; Teor alcoólico: 13,76%; Uva: Primitivo (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas, com toques de pimenta, alecrim e baunilha; Harmonização: Carnes vermelhas, lasanha à bolonhesa, pratos da culinária italiana

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas ao molho sugo

Castellani Chianti DOCG 2019:

Frutado, com ótima acidez, taninos macios e final longo; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 11,7%; Uvas: Sangiovese e Canaiolo (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas em geleia, toques de violeta; Harmonização: Espaguete ao molho sugo, lasanha

Compre aqui

 


 

O tinto espanhol blend, ideal para massas ao molho vermelho

Alcanta Monastrell Cabernet Sauvignon Tempranillo Alicante D.O. 2020:

Encorpado e saboroso com notas de frutas vermelhas maduras; Produtor: Bodegas Bocopa; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Monastrell, Cabernet Sauvignon e Tempranillo (vinho blend); Nariz: Fresco e frutado, com notas de especiarias, frutos pretos maduros e balsâmico; Harmonização: Carnes vermelhas, queijos curados, massas ao molho vermelho

Compre aqui

 


 

O tinto chileno Cabernet Sauvignon, ideal para massas à bolonhesa

Vinchante Vin 266 Cabernet Sauvignon Central Valley 2020:

Intenso, encorpado e persistente, com taninos suaves e toques de cassis; Produtor: Viña Ravanal; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas pretas; Harmonização: Lasanha à bolonhesa, polpetone recheado, queijo Grana Padano

Compre aqui

 


 

O branco chileno Sauvignon Blanc, ideal para massas ao molho pesto

Vinchante Vin 266 Sauvignon Blanc Central Valley 2020:

Harmonioso, refrescante e frutado; Produtor: Viña Ravanal; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Expressivo, com notas intensas de frutas tropicais e cítricas; Harmonização: Estrogonofe de brócolis, salada de camarão, espaguete ao pesto

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas à bolonhesa

Famiglia Castellani Chianti Riserva DOCG 2016:

Encorpado, com taninos integrados, acidez média e final persistente; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Ameixas maduras, couro, toques de chocolate, violeta e pimenta preta no final de prova; Harmonização: Lasanha à bolonhesa, carnes de caça

Compre aqui

 


 

O tinto Sangiovese de Toscana, ideal para massas ao molho sugo

Villa Puccini Brunello di Montalcino DOCG 2013:

Encorpado, potente e complexo, com taninos equilibrados; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e negras, como cereja, ameixa e cassis, além de toques de cacau e cedro; Harmonização: Massa ao sugo, carnes vermelhas, pratos típicos da culinária italiana

Compre aqui

 


 

O branco Pinot Grigio italiano, ideal para massas ao molho pesto

Via Cassia Pinot Grigio Terre Siciliane IGT 2020:

Fresco, leve, acidez marcante; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Grigio (vinho varietal); Nariz: Notas de maçã, pera, frutas cítricas, toque floral; Harmonização: Tagliatelle ao molho pesto, peixe assado com limão e salsa, moqueca de frutos do mar

Compre aqui

 


 

O tinto francês Pinot Noir, ideal para massas à bolonhesa ou ao molho sugo

Ropiteau Frères Les Plants Nobles Pinot Noir 2019:

Corpo de leve para médio, fresco, taninos delicados, frutado, alcaçuz; Produtor: Ropiteau Frères; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, tosta, baunilha, coco; Harmonização: Iscas de filé mignon acebolado, espaguete à bolonhesa, nhoque de beterraba ao sugo, lagarto recheado, ratatouille e queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ O tinto francês blend, ideal para massas à bolonhesa

Le Lion de La Fleur de Boüard Lalande de Pomerol AOC 2018:

Corpo médio a encorpado, textura macia, frescor agradável, final terroso; Produtor: Château La Fleur de Boüard; Teor alcoólico: 14,5%; Uvas: Merlot, Cabernet Franc e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Bastante aromático, traz notas de cereja preta, ervas secas e cogumelos; Harmonização: Queijo Gruyère, fraldinha grelhada, massa com molho à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Sangiovese, ideal para massas ao molho de tomate

Fonte Regia Chianti DOCG 2018:

Corpo médio, boa acidez e taninos aveludados; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas; Harmonização: Massas com molho a base de tomates frescos, capelleti in brodo

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas ao molho sugo e à bolonhesa

Famiglia Castellani Chianti Classico DOCG 2018:

Taninos macios, acidez média mais, toques de frutas vermelhas e final longo; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Sangiovese e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas maduras como morango e framboesa, notas de especiarias e tostado; Harmonização: Nhoque ao molho sugo, lasanha à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Sangiovese, ideal para massas ao molho vermelho

Berteletti Sangiovese Rubicone IGT 2020:

Equilibrado, frutado e fresco, com taninos macios; Produtor: Feudivini; Teor alcoólico: 12%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Aroma intenso de frutas vermelhas; Harmonização: Carnes vermelhas, carnes de caça e massas ao molho vermelho

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas à bolonhesa

Miliasso 8 Vites Piemonte DOC 2019:

Encorpado com taninos presentes e macios, sabor frutado com toque especiado e acidez equilibrada; Produtor: Dezzani; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Barbera, Dolcetto, Freisa, Bonarda, Albarossa, Merlot, Syrah e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas com notas de especiarias picantes; Harmonização: Lasanha à bolonhesa, pizza de quatro queijos

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas ao molho sugo

Castellani Chianti DOCG 2018:

Frutado, com ótima acidez, taninos macios e final longo; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Sangiovese e Canaiolo (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas em geleia, toques de violeta; Harmonização: Espaguete ao molho sugo, lasanha

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Sangiovese, ideal para massas ao molho de tomate

Dezzani San Carlo Barolo DOCG 2015:

Potente, intenso, aveludado, com taninos marcantes e toques de cereja, chocolate e especiarias; Produtor: Dezzani; Teor alcoólico: 14%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e pretas maduras, especiarias, couro e sutis toques de violetas; Harmonização: Rosbife, carne de pato, queijos curados, massas com molho de tomate, risoto de cogumelos

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Sangiovese, ideal para massas ao molho sugo

Villa Puccini Brunello di Montalcino DOCG 2015:

Encorpado, com taninos integrados, acidez média e final persistente; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e negras, como cereja, ameixa e cassis, além de toques de cacau e cedro; Harmonização: Massa ao sugo, carnes vermelhas, pratos típicos da culinária italiana

Compre aqui

 


 

O tinto uruguaio Tannat, ideal para massas ao molho condimentado

El Taller Tannat Reserva 2019:

Taninos macios e agradáveis, toques tostados e de especiarias; Produtor: Aurora Uruguai; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Tannat (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas maduras, com toques de baunilha; Harmonização: Feijoada, massas com molhos condimentados, tábua de queijos, como Parmesão e Gouda

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas ao molho sugo ou à bolonhesa

Famiglia Castellani Toscano Rosso 2016:

Encorpado, com taninos integrados, acidez média e final persistente; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e Ciliegiolo (vinho blend); Nariz: Frutas silvestres como ameixa, morango e toques de violeta; Harmonização: Massas ao molho sugo, lasanha à bolonhesa

Compre aqui

 


 

O tinto chileno Merlot, ideal para massas à bolonhesa

Quilla Winemaker’s Collection Merlot Central Valley D.O. 2019:

Agradável e vivo, com corpo médio e taninos delicados; Produtor: Pewen Wines; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas e pretas, com toques de mirtilo, cassis e menta; Harmonização: Massas variadas, carnes vermelhas, queijos maduros

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas com molho escuro

Mazzei 1435 Toscana 2018:

Estruturado, persistente, frutado, macio, com boa acidez e final longo; Produtor: Mazzei; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Sangiovese e Merlot (vinho blend); Nariz: Notas de frutas vermelhas e pretas maduras, com toques herbáceos; Harmonização: Embutidos, massas com molho escuro e carnes vermelhas

Compre aqui

 


 

O tinto italiano blend, ideal para massas com molho sugo

Villa Puccini Maremma Toscana Rosso DOC 2019:

Um vinho com ótima acidez, fresco e com boa intensidade de fruta; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Sangiovese, Merlot e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas e negras, como cereja, ameixa e cassis, além de toques de cacau e cedro; Harmonização: Massa ao sugo, carnes vermelhas e pizzas variadas

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Sangiovese, ideal para massas com molho escuro,

Mazzeo Chianti Classico DOCG 2018:

Macio e saboroso com taninos marcados e agradável acidez; Produtor: Mazzei; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas e pretas maduras; Harmonização: Embutidos, massas com molho escuro e carnes vermelhas

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Primitivo, ideal para massas em geral,

Maestro Italiano Primitivo Puglia 2019:

Frutas vermelhas, acidez refrescante; Produtor: Cielo e Terra; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Primitivo (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e especiarias; Harmonização: Pizzas, gnocchi, ragu de calabresa, lasanha

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Negroamaro, ideal para massas ao molho sugo,

Rosso Reale Negroamaro 2018:

Taninos macios, equilibrados e com final longo; Produtor: Angelo Rocca E Figli Srl; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Negroamaro (vinho varietal); Nariz: Aromas de fruta madura como amora e ameixa; Harmonização: Espaguete com almôndegas, pizzas e massas

Compre aqui

 


 

O tinto português blend, ideal para massas à bolonhesa,

Ossa Private Selection Regional Alentejano 2019:

Estruturado, macio e com final agradável; Produtor: Ségur Estates; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Aragonez, Alfrocheiro e Alicante Bouschet (vinho blend); Nariz: Aroma de frutas vermelhas e notas sutis de pimenta; Harmonização: Frango guisado, costeletas de cordeiro, massa à bolonhesa, peru assado e carne de porco à alentejana

Compre aqui

 


 

O tinto italiano Nero d’Avola, ideal para massas ao molho vermelho,

Palmento Casale Burgio Appassimento Nero d’Avola Sicília DOC 2019:

Encorpado e bem estruturado com taninos marcantes; Produtor: Settesoli; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Nero d’Avola (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras; Harmonização: Pizzas variadas, nhoque

Compre aqui

 


 

O branco italiano Pinot Grigio, ideal para massas ao molho pesto,

Famiglia Castellani Pinot Grigio 2020:

Boa acidez, equilibrado e refrescante; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Grigio (vinho varietal); Nariz: Frutas como limão, tangerina e maçã verde; Harmonização: Espaguete ao molho pesto, peixe assado

Compre aqui

 

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

Os 8 principais produtores da Cabernet Sauvignon
Hoje vamos falar sobre a rainha das uvas tintas: a Cabernet Sauvignon. Essa uva incrível, como mostra o...
Temperos e especiarias - Como combiná-los com vinhos?
Combinar temperos e vinhos não é tão difícil e podemos provar! Confira as características mais marcantes e os...
Azeites - Harmonização com vinhos e benefícios à saúde 5
Saber usar bons azeites faz toda a diferença na hora de cozinhar. Mas, tão importante quanto entender a...
Como fazer vinho quente? 8 Receitas incríveis!
O friozinho de junho pede por vinho quente, seja de vinho tinto ou branco Inverno, frio, festa junina,...
Tournedo Rossini - Receitas e harmonização com vinhos
Mais espesso que o medalhão, o Tournedo Rossini é um clássico francês que ganhou o mundo Como um...
Cupom de descontos em vinhos especiais para pessoas especiais
Cupom de desconto em vinhos – Como usar? QUERODENOVO – 5% OFF Válido somente para compras e acima...