Salmão - Receitas fantásticas e harmonia com vinhos

Publicado em:

salmão

Além de rico em nutrientes, o salmão é rico em sabor. Além de ser delicioso, combina com quase todos os estilos de vinho.

Salmão é um peixe de águas frias e que ganha uma coloração especial devido às algas das quais se alimenta. Além disso, o peixe de carne saborosa e delicada possui mais de 10 nutrientes importantes para uma alimentação equilibrada. Então, se você procura por um motivo para comer salmão, já encontrou. Agora, se você procura um bom motivo para combinar salmão e vinhos, esse é o lugar certo. Nesse artigo, você vai encontrar receitas fantásticas para variar no preparo do peixe. Além disso, vai descobrir como harmonizar o preparo com os melhores vinhos. Por isso, fique com a gente até o final.

Salmão combina com vinho?

Sim! E muito! Aliás, o salmão tem um sabor que o permite ser um coringa. Dessa forma, sua gordura e seu sabor marcante vão fácil com espumantes e vinhos, brancos ou tintos, das mais diferentes origens. A partir de agora, conheça as receitas especiais que separamos para você. E siga as dicas preciosas que você vai encontrar em cada uma delas. Vamos lá?

Receita de salmão grelhado

salmão

Opção para quem prefere um preparo mais simples, o salmão grelhado ganha um defumado maravilhoso.

Ingredientes:

01 kg de filé de salmão com a pele

02 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente

01 limão siciliano

Modo de preparo:

Antes de mais nada, aqueça o forno a 200º. Enquanto isso, tempere o seu salmão esfregando a manteiga saborizada com raspas do limão siciliano, sal e pimenta. Mas, lembre-se de não untar a pele. Afinal, ela precisa dar aquela tostada. Agora, unte uma assadeira com azeite e forre o fundo com rodelas de limão siciliano. Em seguida, coloque o peixe com a pele para baixo e cubra com mais rodelas de limão. Então, leve ao forno por cerca de 30 minutos. Para acompanhar, faça batatas rústicas.

Receita de risoto de salmão

salmão

Mas, se você é fã de um risoto, experimente incluir o peixe no preparo.

Nesse caso, para o seu risoto de salmão sair impecável, é vital dar atenção a alguns detalhes. Primeiro, use sempre um vinho de boa qualidade, isso faz toda a diferença. Além disso, use manteiga de verdade e não margarina. Dessa forma, você não corre o risco de comprometer o seu prato.

Ingredientes:

350g de Arroz Arbóreo

01 cebola picada

80g de manteiga (cerca de 03 colheres generosas)

01 copo de vinho branco seco (200ml)

200g de salmão cortado em cubos pequenos

01 litro de caldo de legumes

¼ de xícara de creme de leite fresco

Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Para começar, doure a cebola na manteiga e junte o arroz. Brevemente, refogue o arroz antes de acrescentar o vinho branco seco. Agora, deixe que ele evapore. Em seguida, acrescente uma concha de caldo de legumes por vez ao arroz, mexendo sempre até que os grãos absorvam todo o líquido. Nesse ponto, repita o processo até que o arroz esteja al dente. Aliás, cuide para que ele não cozinhe demais e acabe empapando. Detalhe: nesse meio tempo, acrescente o salmão e termine o cozimento do arroz. Quase no final do preparo, junte o creme de leite e ajuste o sal e a pimenta.

Dica: Deixe o risoto de salmão com um pouco de líquido ainda antes de servir. Pois, os grãos continuam cozinhando e irão absorver todo o caldo, deixando o seu prato com uma textura lisinha e cremosa.

Receita de salmão ao molho de vinho branco

salmão

E como não podia deixar de ser, o vinho faz mais do que “só” acompanhar o seu peixe. Ele pode ser incorporado no molho ou no risoto.

Ingredientes:

01 pedaço de filé de salmão com pele (Aproximadamente 200g)

02 dentes de alho

Gengibre a gosto

Sal e pimenta a gosto

02 colheres (sopa) de manteiga

Pimenta rosa e pimenta branca a gosto

150 ml de vinho branco seco

200g de creme de leite

Modo de preparo:

Antes de tudo, rale os dentes de alho e o gengibre. Depois, refogue na manteiga, tomando o cuidado de não deixar o alho queimar. Agora, acrescente as pimentas branca e rosa, mexa bem e deixe incorporar ao molho por alguns instantes. Em seguida, junte o vinho branco, que deve ser seco, e deixe reduzir. Dessa forma, você deixa evaporar o álcool da bebida e o molho começa a encorpar. Então, acrescente o creme de leite, corrija o sal e a pimenta para terminar seu molho de vinho branco. Para terminar, frite o salmão por cerca de 03 minutos para cada lado, sempre começando pelo lado da pele. Aliás, cuidado para não fritar demais e o peixe ressecar. Agora, regue o peixe com o seu molho incrível e bom apetite!

Dica: Normalmente, quando se usa um vinho no preparo de um prato, ele pode ir para a mesa com toda a certeza. De fato, essa é uma das melhores formas de harmonizar, usando o mesmo rótulo tanto na panela quanto na taça.

Receita de salmão e legumes ao forno

salmão

Agora, se você já está nível Masterchef, essa é sua receita. Prepare os legumes, o roux claro, o seu molho bechamel e bom apetite!

Ingredientes:

02 batatas inglesas

01 batata doce

01 espiga de milho cozida

02 dentes de alho

01 cebola média

Ervas de sua preferência (Alecrim, louro, orégano)

02 colheres de farinha de trigo

01 colher generosa de manteiga

Noz moscada (opcional)

03 xícaras de leite

01 pedaço de filé de salmão (cerca de 200g)

Azeite

Modo de preparo:

Inicialmente, corte grosseiramente todos os legumes. Caso goste, pode deixar as batatas com casca. Em seguida, coloque todos os pedaços de batata, milho, cebola e os dentes de alho em uma assadeira. Para temperar, você pode usar sal, pimenta, alho frito, cominho e qualquer outro tempero de sua preferência e as ervas. A partir de agora, eles vão ficar mais ou menos uma hora no forno pré-aquecido a 180º. Enquanto isso, derreta a manteiga em uma panelinha ou frigideira e acrescente a farinha de trigo. Então, mexa sem parar até que esse molho engrosse. De fato, esse é o roux claro. Chegou no ponto? Desligue o fogo e reserve essa pastinha que já vamos usar.

Para isso, aqueça o leite em outra panela e deixe ferver. Nesse ponto, você vai despejar o seu creminho de manteiga e farinha no leite fervente, mexendo sem parar. Tempere com sal, pimenta e noz moscada. Para dar o toque de mestre, acrescente uma colherzinha de mostarda e misture tudo muito bem. Prazer, molho bechamel! Em uma frigideira, grelhe o salmão por 03 minutos de cada lado, começando pela pele. Para terminar, monte o prato com os legumes e o peixe, regue com o molho e se delicie.

Como combinar salmão e vinho

Normalmente, quando se fala em harmonizar, a ideia é escolher um vinho que tenha o mesmo peso e a mesma linha de sabores da refeição que está sendo servida. Dessa forma, você vai conseguir sentir tudo, tanto os ingredientes do seu prato quanto o gosto do vinho. Por exemplo, para esse salmão acompanhado de legumes, você pode servir um vinho rosé chileno de uvas Syrah. Ou então, o queridinho Chardonnay, que tenha passado um tempo em tonéis de madeira. Mas, se você quiser servir um vinho rosé frutado ou até um espumante brut, também vai funcionar muito bem.

Mas, se o prato tem sabores forte e marcantes, o vinho não pode ficar para trás. Então, escolha um vinho mais encorpado, com aromas mais fortes também. Por outro lado, se o preparo do seu prato é mais delicado e os temperos são suaves, pode apostar em vinhos mais leves e jovens, sem muita estrutura e complexidade. Com frequência, costumamos dizer que ingredientes que crescem juntos, combinam bem. Por isso,  se for possível, procure vinhos que tenha origem nas mesmas regiões do salmão.

A seguir, saiba como harmonizar os diferentes tipos de vinho com o seu salmão.

Vinhos brancos

Geralmente, os vinhos brancos combinam muito bem com salmão preparado de forma mais rústica. Ou seja, salmão na grelha, na chapa, salteado na manteiga etc. Por outro lado, eles também harmonizam caso o salmão seja servido em sushis ou sashimis. Nesses casos, prefira o curinga dos vinhos brancos: o delicioso Chardonnay.  Mas, você também deve experimentar outras opções como vinhos de uvas Torrontés ou Viognier.

Vinhos tintos

Normalmente, o salmão vem acompanhado de algum molho. Nesse caso, é fundamental pensar nos ingredientes usados antes de escolher seu vinho. Molhos que levam tomate ou queijo, por exemplo, são mais ácidos, untuosos e pesados. Então, escolha vinhos tintos que são mais encorpados por natureza, mas ainda são leves o suficiente para não ofuscar o peixe. Para isso, os melhores são vinhos feitos de uvas Merlot, Zinfandel ou a linda Pinot Noir.

Espumantes

Agora, se seu ponto fraco é o espumante, fique à vontade. Afinal, ele também combina super bem com o peixe de carne delicada. No entanto, um espumante doce não faria uma boa dupla com o salmão. Para isso, escolha um espumante brut. Afinal, ele até tem um leve dulçor, mas nada que tome conta do seu paladar. Por isso, ele também é perfeito para quem não é muito fâ de vinhos muito doces. Ao mesmo tempo, espumantes rosés também cumprem bem a tarefa de acompanhar o seu prato.

Agora você já sabe como combinar salmão e vinhos. Então, escolha o seu preferido e bom apetite!

Quer ver dicas incríveis e divertidas sobre o mundo dos vinhos? Clique aqui e siga o Center Gourmet no Instagram.

 

O rosé chileno Syrah, para servir ao lado de um salmão acompanhado de legumes

Los Leones Rosé Syrah Central Valley D.O. 2021:

Saboroso e com vívida acidez; Produtor: Bodegas Y Viñedos de Aguirre; Teor alcoólico: 12,8%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Muito aromático, com notas de frutas vermelhas frescas; Harmonização: Comida asiática, canapés, camarões grelhados

Compre aqui

 


 

O branco chileno Chardonnay que passou por um tempo em barricas, para servir ao lado de um salmão acompanhado de legumes

Miguel Torres Gran Reserva Chardonnay 2019:

Possui certa untuosidade, médio corpo, frutado, amadeirado, acidez agradável; Produtor: Miguel Torres; Teor alcoólico: 13%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Abacaxi, pera, melão, baunilha, nuance defumada; Harmonização: Camarões flambados, risoto de bacalhau, filé de peixe recheado com mix de legumes, crepe de frango ao curry, quiche de alho poró, paella

Compre aqui

 


 

O rosé francês Grenache, para servir ao lado de um salmão grelhado

La Combe Dor I.G.P. Pays dOc Grenache 2020:

Boa acidez, saboroso e fresco; Produtor: Vignobles & Compagnie; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Grenache (vinho varietal); Nariz: Flores brancas, frutas vermelhas, morango, pêssego; Harmonização: Salmão grelhado, comida japonesa, principalmente sashimi e sushi, frutos do mar, peixes com molhos salada de folhas verdes com morangos, aves

Compre aqui

 


 

O tinto Merlot argentino, para servir ao lado de um salmão com molho de tomate ou queijo

Finca Martha Merlot 2020:

Equilibrado, com taninos suaves e fresco; Produtor: Andeluna; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas pretas e especiarias; Harmonização: Caponata de berinjela com uva passa, bife acebolado, abobrinha recheada com arroz e carne moída, empanadas de carne, pizza portuguesa, filé de frango parmegiana, quesadilla de carne com queijo

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir francês, para servir ao lado de um salmão com molho

Ropiteau Frères A.O.C. Pommard Rouge 2017:

Complexo, médio corpo, taninos macios, boa acidez, frutas vermelhas, especiarias, final persistente; Produtor: Ropiteau Frères; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, frutas negras, especiarias, terroso, ervas finas; Harmonização: Boeuf bourguignon, cordeiro grelhado com batatas assadas, galinha d’angola com arroz negro, tagliatelle com lascas de salmão, cogumelos recheados com presunto, queijos semimoles

Compre aqui

 


 

O branco francês Chardonnay que passou por um tempo em barricas, para servir ao lado de um salmão acompanhado de legumes

Ropiteau Frères A.O.C. Bourgogne Chardonnay 2019:

Bom corpo, boa acidez, untuoso, final longo; Produtor: Ropiteau Frères; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Abacaxi maduro, defumado, mineral; Harmonização: Truta com manteiga de ervas, lombo de porco ao champagne, lombo de bacalhau com crosta de amêndoas, ostras à portuguesa, espaguete com ouriço, queijos moles maturados

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir francês, para servir ao lado de um salmão com molho

Maison Foucher Le Mont A.O.C. Sancerre Rouge 2019:

Corpo de leve para médio, boa acidez, taninos presentes; Produtor: Maison Foucher; Teor alcoólico: 12%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, alcaçuz, especiarias; Harmonização: Risoto de tomate seco e champignon, pizza de pastrami, tender à brasileira, samosa de carne picada, frango assado ao molho de tomate, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir chileno, para servir ao lado de um salmão com molho

Finca Patagonia Reserva Pinot Noir Central Valley D.O. 2019:

Equilibrado, refrescante, frutado e macio; Produtor: Bodegas Y Viñedos de Aguirre; Teor alcoólico: 13%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Cereja e groselha; Harmonização: Canapés e massas à caprese

Compre aqui

 


 

O rosé blend italiano frutado, para servir ao lado de um salmão acompanhado de legumes

Bericanto Rosato Vicenza DOC 2020:

Elegante, com corpo leve, boa acidez e nuances delicadas de frutas frescas; Produtor: Cielo e Terra; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Merlot e Tai Rosso (vinho blend); Nariz: Notas intensas de flores frescas com toques frutados; Harmonização: Salada Caesar, legumes grelhados, caponata de frutos do mar

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir francês, para servir ao lado de um salmão com molho

Ropiteau Frères A.O.C. Gevrey-Chambertin Rouge 2018:

Bom corpo, taninos macios, elegante, boa acidez, final longo; Produtor: Ropiteau Frères; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Terroso, cereja, framboesa, especiarias, toque da madeira, ervas frescas; Harmonização: Salmão na brasa, mignon em redução balsâmica com purê e risoto de cogumelos, faisão ao perfume de rosas, arroz de pato, costeleta suína com couscous marroquino

Compre aqui

 


 

O rosé chileno blend, para servir ao lado de um salmão acompanhado de legumes

Urmeneta Rosé 2020:

Leve, frutado, boa acidez, jovem, fácil de beber; Produtor: Urmeneta; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Cabernet Sauvignon e Merlot (vinho blend); Nariz: Morango, cereja, framboesa; Harmonização: Espetinho de camarão, comida japonesa, saladas, salgadinhos fritos, espaguete primavera, sobrecoxa recheada

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir chileno, para servir ao lado de um salmão com molho

Calyptra Gran Reserva Pinot Noir 2017:

Médio corpo, taninos macios, acidez agradável, boa persistência; Produtor: Calyptra; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, terroso, especiarias, amadeirado; Harmonização: Filé-mignon com molho madeira, galeto assado com purê de mandioquinha, salmão grelhado com risoto de cogumelos, atum grelhado com penne ao molho rosé, ratatouille, queijos semiduros

Compre aqui

 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

Petiscos - Sugestões de harmonias com vinhos
Quem não ama petiscar? E se for na companhia agradável dos amigos e de bons vinhos, então? Descubra...
Canapés - Receitas e dicas de harmonização com vinho
A elegância e a praticidade se encontram na combinação de vinhos e canapés.  Você está preparando um coquetel,...
FESTAS E VINHOS
Bons vinhos tornam as festas ainda mais especiais. Saiba como escolher e calcular a quantidade certa para seu...
Dieta mediterrânea e vinhos
Cheia de sabor, a dieta mediterrânea nutre e protege a saúde. Dieta mediterrânea e vinhos – História e...
Vinho rosé francês
Precisamos falar sobre o vinho rosé francês. Afinal, apesar de ser uma bebida tão deliciosa quantos suas versões...
Pastel e vinho combinam? Receitas e harmonização com vinho
Quem diria que o famoso pastel de feira seria uma boa companhia para um vinho… pois você precisa...

Cadastre Para receber