Strogonoff de camarão e vinho branco - Elegância e frescor lado a lado

Publicado em:

Strogonoff de camarão

Querido de norte a sul do Brasil, o strogonoff ganhou o brasileiro pela simplicidade e versatilidade do prato. Aqui, você pode ver a criatividade em um strogonoff de camarão

Hoje, o strogonoff de camarão já é considerado um clássico no Brasil. No entanto, é possível que você já tenha uma ligação especial com strogonoff de carne ou de frango antes mesmo de ser apresentado a essa versão refinada do prato. Afinal, quem nunca abriu um sorriso e pôs a mão no coração (literalmente) quando viu que o almoço de domingo seria um strogonoff cremosíssimo, acompanhado de arroz branco e batata palha? Aliás, é bem provável que você fazia até aquele hummmm…strogonoff!  Delícia, ne?! Pois, o tempo passa mas a memória afetiva fica cada vez mais forte. Por isso, hoje você vai aprender uma receita clássica do strogonoff de camarão para fazer na sua casa.

Até aqui, tudo bem. Para começar, você se planejou para preparar o prato, pensou na ocasião e até no clima. Então, vem a dúvida: como faço para harmonizar strogonoff de camarão e vinho branco? Essa combinação tem o poder de levar a refeição para outro patamar. Por isso, descubra tintim por tintim, sobre como harmonizar o prato com um belo vinho branco e fechar sua refeição com chave de ouro. Mas, antes disso, entenda também de onde vem o preparo, como ocorreu a mudança de nome e como a receita foi ganhando contornos variados ao chegar nos quatro cantos do mundo.

Receita de Strogonoff de camarão

Strogonoff de camarão

Acompanhado de um arroz branquinho, o strogonoff de camarão ganha isolado de vários outros pratos famosos!

Originalmente, o strogonoff era preparado apenas com carne bovina, creme azedo (sour cream) ou creme de nata e temperos. No entanto, foi só desembarcar no Brasil que a receita ganhou toques da cultura e culinária nacionais. Assim, a versão de strogonoff de camarão também foi testada, e aprovada, pelos apaixonados pelo prato. Então, confira agora como preparar uma receita para 04 pessoas. E lembre-se: parece complexo, mas não é!

Ingredientes

600g de camarões limpos

200g de champignon em conserva

01 cebola média ou grande

03 dentes de alho (opcional)

02 colheres de sopa de manteiga

01 xícara (250ml) de vinho branco

02 caixinhas de creme de leite ou 300ml de creme de leite fresco

02 colheres de sopa de mostarda

04 colheres de Ketchup (caso você goste)

01 colher de molho inglês

Pimenta do Reino, sal e páprica picante a gosto

Modo de preparo

Para começar o strogonoff de camarão, tempere seus camarões com páprica, um pouco de pimenta do reino, sal e alguma outra pimenta em pó, cerca de 30 minutos antes de refogar. Mas, se preferir não usar tantas pimentas, não tem problema. Assim, deixe os camarões reservados.

Enquanto isso, usando uma panela que possa conter molho, seja uma frigideira mais alta ou uma panela comum, doure a cebola em metade da manteiga por 05 minutos. Se for utilizar o alho, é nesse momento que você deve acrescentá-lo e dourar por mais 01 minuto.

Agora, acrescente os camarões e vá mexendo para que eles não queimem. Na verdade, você vai notar que eles vão ganhando uma cor rosada linda. Assim, chega a hora de acrescentar o vinho branco e se você tiver a habilidade, flambar o preparo. Caso contrário, o álcool irá evaporar naturalmente durante o cozimento de 05 minutos.

Em seguida, junte o champignon picado, a mostarda, o ketchup e o molho inglês e refogue por mais alguns minutos. Por fim, desligue a chama e coloque o creme de leite, com cuidado para não talhar todo o seu preparo. Nesse ponto, prove o sal, corrija o tempero se for necessário e pronto! Agora vem a parte mais gostosa. Sirva o seu strogonoff de camarão com purê de batatas se quiser seguir a receita russa. No entanto, o mais comum é aquela combinação de casa mesmo: arroz branquinho, batata palha e salsinha e cebolinha picadas para quem gosta de cheiro verde. Não tem erro! Prato pronto, é hora de escolher o vinho para acompanhar essa delícia.

Como harmonizar strogonoff de camarão e vinho

Strogonoff de camarão

O vinho branco, assim como o rosé, é o vinho ideal para acompanhar o seu strogonoff de camarão

Normalmente, o strogonoff de camarão é um prato relativamente leve. Porém, os temperos e as características marcantes do sabor desse fruto do mar tão famoso, pedem um pouco de atenção na hora de escolher o vinho. De fato, dependendo do rótulo escolhido, o vinho pode deixar um gosto metálico nada agradável na boca. Por isso, é importante que você tenha uma ideia do que pode acompanhar o prato e também do que não deve ser misturado.

Dito isso, é bom lembrar que não existem regras rígidas quando o assunto é harmonização. Afinal, paladar é algo muito pessoal e seu gosto individual difere do gosto de outras pessoas. No entanto, algumas dicas podem evitar que a sua refeição fique com um gosto estranho na boca.

Para começar, o ideal para acompanhar frutos do mar são os vinhos brancos e rosés. O strogonoff de camarão é um prato um pouco “gorduroso” por causa da manteiga e do creme de leite, por exemplo. Nesse caso, vinhos brancos e rosés equilibram o paladar trazendo leveza para a combinação. Além disso, a acidez presente na bebida quebra um pouco dessa untuosidade e limpa o paladar entre uma garfada e outra. Sendo assim, os mais recomendados são os vinhos feitos da uva Chardonnay ou Espumantes Brut. Porém, se você é desses que amam uma pimenta e carregou a mão no seu prato, escolha um vinho levemente adocicado, como os vinhos feitos das uvas Gewürztraminer e Riesling, por exemplo. Aliás, a uva francesa Gewürztraminer traz para a boca notas picantes. Ou seja, vai te fazer lembrar de alguma forma a picância desse ingrediente. Assim, ele e o seu strogonoff de camarão se complementam e resultam num sabor equilibrado na boca.

Muito bem! Prato pronto e vinho escolhido? Então, vamos tirar uma dúvida comum: qual a origem do nome “strogonoff”?

Estrogofe ou strogonoff ou stroganov – Qual é o certo?

Geralmente, quando um produto sai de seu país de origem e ganha o mundo, é normal que ele vá sendo agregado ao idioma local. Com o tempo, ele vai ganhando os contornos do lugar e passa a ter uma identidade própria. Da mesma forma, isso aconteceu com o prato russo “stroganov”. Na verdade, existem algumas versões para explicar a origem do nome do preparo. Mas, contam que nos anos 1700, o prato foi feito para o Conde Grigory Stroganov, e o resto é história.

Por outro lado, uma renomada enciclopédia gastronômica levantou a teoria de que o nome vem da palavra russa “strogat”, que significa cortar. Mas, a explicação que realmente é a mais contada, é a de que o prato foi batizado em homenagem à família nobre da Rússia. Se é verdade, não sabemos. Mas, que tem mais glamour, isso é certeza. Por isso, aqui no Brasil, o prato se tornou strogonoff. Mas, você também vai encontrar “estrogonofe” por aí. Afinal, existe uma certa licença poética que dá ao brasileiro o direito de fazer e de escrever esse prato como ele bem quiser. Prova disso é que estamos falando sobre o strogonoff de camarão, concorda?

A história do strogonoff no Brasil

Na verdade, os brasileiros adotaram esse prato russo como parte da gastronomia tradicional do país. Assim, ele se tornou um daqueles preparos de família, com receitas especiais e ingredientes secretos, como uma herança passada de uma geração para outra. De fato, o ápice do sucesso na mesa brasileira ocorreu nos anos 70, logo após sua chegada em terras tupiniquins, na década de 1960. Nessa época, era o strogonoff que vinha à mente sempre que havia uma festa. Assim, o prato passou a ser presença confirmada em batizados, casamentos, formaturas e até em aniversários. Afinal, ele era sinônimo de elegância e requinte.

Inicialmente, o prato foi criado no século XIX, mas foi só no início do século XX, por volta de 1917, quando a nobre família Stroganov deixou a Rússia rumo a Paris, que o prato foi descoberto pelo mundo gastronômico. Aliás, ele deu uma boa volta antes de se acomodar por aqui. De fato, a forma de servir o strogonoff com arroz só se tornou popular quando os chineses conheceram o prato. Paralelamente, o uso do Ketchup tem raízes nos Estados Unidos e os franceses juntaram o champignon, a páprica e a mostarda. Por outro lado, a batata palha é made in Brazil mesmo. Mas, vamos combinar que esse foi o toque que faltava para transformar um prato delicioso em um prato mais divertido de se comer também. Por esse motivo, versões como o strogonoff de camarão foram tão bem aceitas no Brasil e no mundo. Afinal, elas têm a identidade do povo brasileiro.

Resumindo…

Strogonoff de camarão

O vinho branco traz frescor para a refeição. Além disso, equilibrada os aromas e deixa sua refeição ainda mais deliciosa

Agora você já tem uma receita incrível, já sabe que o famoso strogonoff nasceu em berço de ouro na Rússia e também sabe como harmonizar o strogonoff de camarão com vinhos brancos. Então, fique à vontade para escolher seu rótulo e bom apetite! Mas, se você tem curiosidade para descobrir se comida japonesa e vinho combinam, clique aqui.

E veja abaixo uma lista seleta de vinhos mais indicados para harmonizar:

 

O branco Chardonnay chileno, para servir com um strogonoff de camarão comum

Echeverria Reserva Unwooded Chardonnay 2020:

Refrescante, suculento, sedoso, vibrante e com final longo; Produtor: Viña Echeverría; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de abacaxi, melão maduro, pêssego e baunilha; Harmonização: Risoto ao funghi, frango xadrez, moqueca de camarão

Compre aqui

 


 

O rosé Merlot espanhol, para servir com um strogonoff de camarão comum

Roureda D.O. Tarragona Merlot Rosé 2018:

Jovem, fresco e acidez sutil; Produtor: Cellers Unió; Teor alcoólico: 12%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas, morango; Harmonização: Como aperitivo, risotos, sushi, sashimi, culinária mediterrânea, paella

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay brasileiro, para servir com um strogonoff de camarão comum

Solear Chardonnay 2020:

Envolvente, equilibrado, persistente e frutado, com ótimo volume e frescor; Produtor: Nova Aliança; Teor alcoólico: 13%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Elegante, com notas de flores, maçã, pera e abacaxi; Harmonização: Salada de camarão, frango assado com batatas, queijo Brie

Compre aqui

 


 

O espumante Brut francês, para servir com um strogonoff de camarão comum

Espumante Marie-Louise Parisot Brut:

Paladar redondo com toques de frutas em calda; Produtor: Marie Louise Parisot; Teor alcoólico: 11,5%; Uvas: Airén, Ugni Blanc, Pinot Noir, Garnacha , Gamay (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas, pêssego, damascos; Harmonização: Como aperitivo, canapés variados, coxinha de frango, bruschettas variadas, casquinha de siri, espetinho de camarão

Compre aqui

 


 

O branco Riesling chileno levemente adocicado, para servir com um strogonoff de camarão com mais pimenta

Cartagena D.O. San Antonio Valley Riesling 2020:

Vinho sedoso e com frescor na medida certa para equilibrar o açúcar residual; Produtor: Casa Marin; Teor alcoólico: 12%; Uva: Riesling (vinho varietal); Nariz: Aromas de flor, camomila, pêssego e mel; Harmonização: Como aperitivo, ceviche, ostras, sopa de camarões picantes e leite de coco, carne com curry

Compre aqui

 


 

O espumante rosé Brut brasileiro, para servir com um strogonoff de camarão comum

Lidio Carraro Faces do Brasil Rosé Brut:

Leve, acidez agradável, fácil de beber; Produtor: Lidio Carraro; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Cereja, morango, romã; Harmonização: Camarão no coco, salada com frutas vermelhas, bruschetta tradicional, wrap de peito de peru, torradinhas com patê de salaminho, salada de bacalhau

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay espanhol, para servir com um strogonoff de camarão comum

Marques de La Cruz Chardonnay 2019:

Boa acidez e final longo; Produtor: Bodegas Fernando Castro; Teor alcoólico: 11,5%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Manga, abacaxi, maça verde e limão; Harmonização: Risoto de camarão, penne ao pesto, peixe ao forno com legumes, salada de bacalhau com grão de bico, escondidinho de atum

Compre aqui

 


 

O rosé Rondinella italiano, para servir com um strogonoff de camarão comum

Tenuta Sant`Antonio Scaia I.G.T. Veneto Rosato 2019:

Leve, acidez agradável, fácil de beber, traço de doçura; Produtor: Tenuta Sant’Antonio; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Rondinella (vinho varietal); Nariz: Floral, leve frutado, toque cítrico; Harmonização: Salmão grelhado, camarões empanados, pizza caprese, tomates recheados, espaguete ao molho rosé, bruschetta de queijo com tomate

Compre aqui

 


 

O espumante Brut brasileiro, para servir com um strogonoff de camarão comum

Chandon Réserve Brut:

Fresco, equilibrado, frutas cítricas, frutas secas, boa persistência; Produtor: Chandon Brasil; Teor alcoólico: 11,8%; Uvas: Pinot Noir, Riesling Itálico e Chardonnay (vinho blend); Nariz: Frutas cítricas, flores, frutas secas, pão fresco; Harmonização: Ostras frescas, risoto de camarão, saladas, peixe grelhado, culinária japonesa, fettuccine com frutos do mar

Compre aqui

 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

Angus – Como harmonizar a carne com espumante?
Uma carne tão especial pede uma bebida à altura para acompanhar. Angus é uma raça de gado europeia...
arroz à piamontese
O arroz à piamontese é diferente mas tem todos os traços de seu ancestral, o risoto. O arroz...
Espumante Moscatel
O espumante Moscatel é uma daquelas bebidas famosas, com reputação. De fato, ele é conhecido e elogiado mundo...
Alzheimer
O mal de Alzheimer ganhou notoriedade nos últimos anos. Afinal, os diagnósticos ficaram mais precisos e os médicos...
Receitas saudáveis
Atualmente, receitas saudáveis tomaram conta da rotina de milhões de pessoas e você também começou a ver o...
risoto de funghi e vinho
Se você procura receitas para fazer um lindo risoto de funghi e harmonizá-lo com vinho, já dá para...

Cadastre Para receber