Risoto de camarão e vinho – Feitos um para o outro

Publicado em:

Risoto de camarão

Delícia herdada da culinária italiana, o risoto virou sinônimo de boa mesa no Brasil.

Risoto de camarão é um prato tão cremoso, cheio de sabores e tão brilhante, que não dá para pensar em um acompanhante melhor para ele além de uma generosa taça de vinho. Assim, você tem um abraço no prato e alegria na mão, concorda? De fato, o risoto é um preparo que vai do chique e elegante, para ser servido em ocasiões especiais, até o simples e prático, para uma noite em que a gente só quer comer bem, sem ter muito trabalho.

Aliás, para preparar um bom risoto de camarão ou qualquer outro risoto que te agrade, você precisa de pouca coisa. Para isso, basta uma panela, vontade para mexer e cerca de 30 minutos! Então, veja a seguir duas receitas de risoto de camarão. Primeiro, sem vinho. Depois, uma receita deliciosa com a bebida incorporada. Para terminar, conheça os melhores vinhos para harmonizar com o seu preparo. Mas, antes de tudo, você vai entender rapidamente como o arroz é importante na receita. Logo depois, descubra como cozinhar o camarão perfeitamente, para não comprometer o resultado do seu prato. Então, fique até o final e aproveite as dicas!

Como conseguir um risoto de camarão delicioso

Risoto de camarão

Descubra como fazer o risoto dos sonhos com receitas simples.

Inicialmente, pode parecer desafiador fazer um bom risoto de camarão. No entanto, mesmo que ele não saia impecavelmente perfeito, pode ter certeza de que já vai ser um prazer comer o que você preparou. A chave para o risoto, porém, é…mexer. Aliás, já vamos falar um pouco mais sobre isso. Afinal, é o segredo para a receita funcionar. Por fim, quando você adiciona a manteiga ou o queijo, toda a cremosidade do arroz arbóreo se intensifica, criando um prato deliciosamente saboroso.

Como o arroz se transforma no risoto

Normalmente, o risoto não é difícil de ser preparado. Na verdade, só é preciso ter um pouco paciência. Pouco mesmo, já que o preparo não costuma levar mais do que uns 30 minutinhos. Mas, se cozinhar é a sua paixão, a experiência de começar e terminar a cocção de um risoto vai te deixar muito satisfeito.

O arroz usado no risoto de camarão é conhecido como arbóreo e é o responsável pela textura do prato. Para isso, você deve mexer o arroz imerso em caldo legumes, frango ou vinho sem parar. De fato, é nesse processo que o amido do arroz é liberado. Como resultado, você tem um prato super cremoso e aconchegante. Aliás, na finalização, você vai usar camarões. Sendo assim, continue lendo e descubra como acertar no ponto dessa delícia.

Como cozinhar o camarão perfeitamente

Para ter um camarão macio e que não fique com aspecto emborrachado, você só precisa cozinhá-lo por poucos minutos. Aliás, é um preparo rápido mesmo. Assim, você só precisa observar que os camarões mudam de cor do levemente acinzentado para um tom rosado. Neste momento, o ingrediente principal para o seu risoto de camarão está pronto para fazer sucesso. Então, nas receitas que você vai ver a seguir, prepare seus camarões com antecedência e reserve. Pois, eles serão acrescentados na finalização do prato.

Receita de risoto de camarão sem álcool

Risoto de camarão

Para o melhor resultado, é vital preparar bem o camarão.

Geralmente, o risoto é feito com vinho adicionado ao caldo. No entanto, se você preferir, poderá substituir a bebida por caldo de legumes ou de frango. De fato, ao invés de comprar caldo concentrado ou em cubinhos, que tal preparar seu próprio caldo? Atualmente, é fácil encontrar diferentes formas de fazer um bom caldo. Depois, você pode congelar o que sobrar e guardar para outros preparos. A seguir, confira uma receita de risoto de camarão sem álcool.

Ingredientes:

Para o camarão:

03 colheres de sopa de azeite

300g de camarão (descascados e limpos)

01 colher de chá de sal

1/2 colher de chá de pimenta preta recém-moída

05 colheres de sopa de manteiga sem sal

06 dentes de alho picados

1 1/2 colheres de sopa de suco de limão

02 colheres de sopa de salsa picadinha

Para o risoto:

03 xícaras de caldo de galinha

02 colheres de sopa de azeite

04 colheres de sopa de manteiga sem sal

02 cebolas pequenas picadas

03 dentes de alho picados

01 xícara de arroz arbóreo

1/2 xícara de queijo parmesão ralado

Modo de preparo:

Risoto de camarão

Para o camarão:

Para começar, aqueça o azeite em fogo alto usando uma frigideira grande. Enquanto isso, tempere seus camarões com sal e pimenta. Logo em seguida, sele na frigideira até que dourem dos dois lados e retire do fogo. Agora, coloque em fogo médio e adicione 02 colheres de sopa de manteiga aos camarões, junto com o alho picado, deixando apurar por apenas um minuto. Na verdade, é tempo suficiente para perfumar tudo com o alho. Então, acrescente o suco de limão para deglacear a panela. Em cerca de 05 minutos, esse molho irá reduzir para um terço, mais ou menos. Para terminar, bata a manteiga restante com a salsinha picada e reserve.

Para o risoto:

De início, aqueça o caldo de frango. Na mesma panela em que você preparou os camarões, aqueça o azeite e 02 colheres de manteiga. Em seguida, acrescente as cebolas e o alho, salteando em fogo médio por cerca de 02 minutos, ou até que as cebolas fiquem transparentes. Depois disso, adicione o arroz arbóreo e deixe que ele “torre” levemente.

Neste momento, adicione uma concha cheia do caldo quente e mexa bem e sem parar, até que ele seja absorvido. Em seguida, repita o processo, adicionando uma ou duas conchas de cada vez, até que o arroz esteja al dente e você tenha usado quase todo o caldo. Normalmente, isso vai levar cerca de 20 minutos e vai deixar seu arroz tão cremoso, que dá água na boca.

Mas, agora é hora de desligar o fogo e cobrir de novo com uma concha generosa de caldo, as 02 colheres de sopa de manteiga que restaram e o queijo parmesão. Mais uma vez, mexa vigorosamente para incorporar todos os ingredientes e tampe.

Aqueça o molho do camarão e, enquanto isso, sirva o risoto de camarão. Para finalizar, cubra o risoto com os lindos camarões perfeitamente cozidos e cheios de sabor. Por cima de tudo, coloque mais queijo parmesão, que nunca é demais, certo?

Receita de risoto de camarão e vinho branco

Risoto de camarão

Ingredientes:

200 gramas de camarão rosa

150 gramas de arroz arbóreo

01 dente de alho picado

01 cebola picada

1/2 xícara (chá) de manteiga

02 colheres de sopa de azeite de oliva

1/2 xícara (chá) de vinho branco

02 xícaras (chá) de caldo de legumes

1/2 xícara (chá) de queijo parmesão ralado

1/2 limão

Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo do risoto de camarão e vinho branco

Desta vez, o camarão deve ser preparado junto com o risoto. Sendo assim, limpe e tempere com sal, alho, pimenta e suco de limão, reservando logo em seguida. Enquanto isso, doure a cebola no azeite e acrescente o arroz. Em seguida, é a vez do vinho branco entrar na panela. A partir de então, mexa sem parar, até que todo o caldo seja absorvido. Em seguida, vá acrescentando o caldo de legumes gradativamente, sempre mexendo. No entanto, antes de atingir o ponto de risoto, junte os camarões à mistura e continue o processo. Por fim, os camarões estarão cozidos e o arroz vai estar no ponto perfeito. Para terminar, junte o queijo e a manteiga.

Como armazenar risoto

Se seu risoto sobrou e você não misturou o camarão, o preparo pode ficar na geladeira, bem tampado, por até 05 dias, no máximo. Se você tiver sobras de camarão, porém, ele vai durar no máximo dois dias. Nesse caso, para reaquecer, utilize o micro-ondas ou em banho-maria.

Risoto e vinho, feitos um para o outro

Risoto de camarão

Dupla imbatível, risoto de camarão e vinho preenchem a alma. Experimente!

Talvez você esteja se perguntando: Qual vinho devo usar para fazer risoto de camarão? De fato, quando a questão é vinhos e comida não existem regras rígidas. Afinal, cada pessoa tem um paladar diferente. No entanto, existem dicas para que a harmonia seja agradável para paladares de diferentes tipos.

Sendo assim, evite vinhos suaves na hora de fazer o seu risoto de camarão. Acontece que esses rótulos possuem alta concentração de açúcar, o que pode deixar seu prato com gosto adocicado. Por isso, o ideal é usar vinhos brancos secos. Aliás, o mesmo rótulo escolhido para cozinhar, deve ir para as taças. Dessa forma, vai haver harmonia de sabores sem nenhum risco.

Então, aposte em vinhos brancos clássicos, como os Chardonnay, Sauvignon Blanc ou Riesling, por exemplo. Ao mesmo tempo, vinhos rosés também não deixam a desejar quando o assunto é risoto. Ou então, experimente harmonizar seu preparo com um espumante brut. Se você não abre mão de um tinto, porém, não tem problema. Nesse caso, um vinho Pinot Noir traz a leveza ideal com a estrutura necessária.

Mas, escolha vinhos de qualidade para degustar com seu risoto de camarão. Na verdade, isso não significa que precisam ser caros. Aqui no Center Gourmet, você encontra uma série de ofertas para aproveitar os melhores vinhos com excelentes preços. Para receber novas dicas de vinhos incríveis toda semana, assine nossa newsletter. Clique aqui.

E veja abaixo uma seleta lista de vinhos em promoção para preparar o seu risoto de camarão e/ou harmonizar:

 

O branco Sauvignon Blanc chileno,

Albaclara Sauvignon Blanc 2018:

Persistente, refrescante, saboroso e crocante, com toques de menta e frutas cítricas; Produtor: Haras de Pirque; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Intenso, com notas de frutas cítricas e toques herbáceos; Harmonização: Caldeirada de mariscos, risoto de camarão, peixe assado com legumes, saladas

Compre aqui

 


 

O branco Chardonnay francês,

Ropiteau Frères A.O.C. Pouilly-Fuissé Blanc 2019:

Elegante, delicado, corpo de leve para médio, acidez agradável, boa persistência; Produtor: Ropiteau Frères; Teor alcoólico: 9%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Frutas brancas, herbáceo, mineral, floral; Harmonização: Risoto de camarão, ostras frescas, camarão na manteiga, peixes grelhados, casquinha de siri, arroz de polvo

Compre aqui

 


 

O branco Sauvignon Blanc australiano

The Drover Sauvignon Blanc 2021:

Fresco, corpo médio, final longo; Produtor: Dee Vine Estate; Teor alcoólico: 11,5%; Uva: Sauvignon Blanc (vinho varietal); Nariz: Notas de pitaia e maracujá maduros; Harmonização: Filé de linguado grelhado, batata frita, massa ao pesto de manjericão

Compre aqui

 


 

O rosé blend francês,

Songe en Mer Vin Rosé 2019:

Delicado, frutado, refrescante, saboroso, redondo e equilibrado; Produtor: Grupo Castel; Teor alcoólico: 12%; Várias uvas; Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas e cítricas, com toques florais; Harmonização: Salmão grelhado, ceviche, canapés, risoto de camarão, saladas

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir francês,

Clément Bosquet Pinot Noir 2016:

Elegante, equilibrado, taninos leves e frutado; Produtor: Couleurs d’Aquitaine; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Expressivo aroma de frutos vermelhos e pretos; Harmonização: Risotos, legumes grelhados, carnes brancas

Compre aqui

 


 

O espumante Brut espanhol,

Edoné Gran Cuvée Brut 2015:

Sabor de frutas maduras, saboroso, persistente e bem estruturado; Produtor: Viñedos Balmoral; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Chardonnay e Pinot Noir (vinho blend); Nariz: Aroma complexo nozes frescas, com notas florais e frutadas; Harmonização: Risoto de camarão

Compre aqui

 


 

O rosé Malbec chileno,

De Martino Malbec Rosé Valle del Maipo D.O. 2019:

Corpo leve, acidez vibrante, boa intensidade de frutas e final delicado; Produtor: De Martino; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Morango fresco, amora, framboesa, flores e pimenta branca; Harmonização: Saladas, queijo de cabra, risoto de camarão, salmão grelhado

Compre aqui

 


 

O rosé Syrah português,

JP Azeitão Seleção do Enólogo Syrah Rosé 2020:

Um vinho leve, com acidez presente, refrescante e notas frutadas; Produtor: Bacalhôa Vinhos de Portugal; Teor alcoólico: 12,6%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas, morango, framboesa, amora e notas florais; Harmonização: Risoto de camarão, iscas de peixe empanado, pizza marguerita, saladas caprese, bolinho de arroz, yakisoba de legumes

Compre aqui

 


 

O tinto Pinot Noir chileno,

Santa Alícia Reserva Pinot Noir Valle del Bío Bío 2020:

Elegante, saboroso e taninos delicados; Produtor: Viña Santa Alicia; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas frescas; Harmonização: Carnes vermelhas e brancas grelhadas, queijos moles, cogumelos

Compre aqui

 


 

O rosé blend europeu,

Baron Guillot Classique Rosé 2020:

Refrescante, frutado, versátil e fácil de beber, com final longo; Produtor: Domaine du Père Guillot; Teor alcoólico: 11%; Uvas: Grenache, Syrah e Tempranillo(vinho blend); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas maduras; Harmonização: Pratos à base de peixes e frutos do mar, queijos leves, risotos, saladas

Compre aqui

 


 

O espumante Brut brasileiro,

Chandon Réserve Brut:

Fresco, equilibrado, frutas cítricas, frutas secas, boa persistência; Produtor: Chandon Brasil; Teor alcoólico: 11,8%; Uvas: Pinot Noir, Riesling Itálico e Chardonnay (vinho blend); Nariz: Frutas cítricas, flores, frutas secas, pão fresco; Harmonização: Ostras frescas, risoto de camarão, saladas, peixe grelhado, culinária japonesa, fettuccine com frutos do mar

Compre aqui

 

 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

Bife de chorizo – O que é?
O bife de chorizo ganhou espaço nas casas especializadas e nas casas dos churrasqueiros de domingo também. Afinal,...
sagu
Conheça a sobremesa tradicional do sul do país, mas que é apreciada Brasil afora. O sagu como conhecemos,...
Peru de Natal
Tradição adotada pelas família brasileiras, o peru se tornou símbolo da ceia natalina em todos os cantos do...
queijos e vinhos
Para os amantes da boa mesa, a combinação de queijos e vinhos enche os olhos e abre o...
bacalhoada
Prato português, a bacalhoada já foi adotada até por quem não tem raízes na terra de Cabral. A...
dieta cetogênica
Também conhecida como Keto, a dieta cetogênica restringe drasticamente a ingestão de carboidratos. Mas, será que pode tomar...

Cadastre Para receber