Brunch - Guia básico para o evento perfeito

Publicado em:

brunch

Brunch é a combinação perfeita para festas sem muitas formalidades e conversas agradáveis e fartura de comes e bebes. 

Você quer organizar um brunch mas ainda não sabe por onde começar? Na  verdade, é nosso costume fazer festas e comemorações com grandes proporções. Então, já temos uma ideia sobre como organizar um churrasco, um jantar, um almoço. Mas, quando o convite é para um brunch você talvez se pergunte o que vai acontecer exatamente. Aliás, se for organizar um, imagine que seus convidados podem estar se perguntando a mesma coisa, concorda? Então, aqui você vai encontrar um guia básico com dicas de cardápio, decoração, melhor horário e até os melhores vinhos para o seu evento.

O que é um brunch?

brunch

Dependendo da intimidade com os convidados, você pode optar por cadeiras e mesinhas ou tapetes, pufes e almofadas. Mas, o legal do brunch é circular entre as rodinhas e aproveitar a companhia, sempre com um pratinho e uma taça nas mãos.

Britânico de nascença, o brunch é comum aos domingos, feriados e dias livres. O nome em inglês já explica o seu significado. Pois, ‘brunch’ é a junção perfeita de breakfast e lunch. Ou seja, café da manhã e almoço. Então, a palavra remete a uma reunião realizada no meio-termo. Sabe aquele domingo em que você acorda bem tarde, mas ainda não é hora do almoço? Essa é a ideia do brunch. Daqui a pouco vamos falar sobre o que servir para seus convidados. Antes, entenda o passo a passo para organizar um evento aconchegante, de encher os olhos e inesquecível.

Como organizar um brunch: cardápio, decoração e tamanho ideal

Para começar, é bom você saber que o clima de um brunch lembra uma reunião de amigos, com um ambiente mais informal e descontraído. Mesmo que seja uma confraternização entre colegas de trabalho na empresa, a sensação dos convidados deve ser de que cada um levou seu prato preferido para compartilhar, entende? Mas, como criar essa atmosfera acolhedora? Com variedade. Isso mesmo. Monte uma ou várias mesas com uma grande variedade que vai de comidinhas elegantes a pratos típicos de almoço. Ao mesmo tempo, crie ambientes separados onde pequenos grupos possam conversar. Em seguida, escolha com cuidado a playlist para a música ambiente. Afinal, cada um desses detalhes vai cumprir um papel e completar o cenário perfeito. Então, vamos ao que interessa, começando pelo que todos nós amamos: comes e bebes!

O que servir em um brunch

Já falamos que nesse tipo de evento não existe uma sequência de pratos, como costuma acontecer em um jantar, por exemplo. Na verdade, o conceito é colocar todas as opções para que os seus convidados escolham a ordem. Então, nas mesas do ambiente eles vão encontrar de pequenas entradas até sobremesas. Assim, cada um decide o que vai comer primeiro e ele mesmo se serve. A atenção, porém, está no horário de início e término do evento.

Qual o horário certo para um brunch?

Tradicionalmente, o ideal é que ele aconteça entre 10h e 15h. Mas, se os convidados são família e amigos, não se preocupe com a hora. Para começar, entre 10h e 12h, veja algumas opções do que oferecer.

Como se fosse um café…

brunch

Para casamentos realizados pela manhã, esse é o estilo perfeito. Afinal, a cerimônia acaba antes do horário do almoço, mas já dá aquela vontade de beliscar alguma coisa, certo?

De fato, o ideal é montar três mesas: uma para pratos doces, outra para pratos salgados e uma só para bebidas. Mas, se preferir usar apenas uma grande mesa, daquelas compridas de madeira, divida o espaço em “ambientes”. Então, em um deles, disponha pratos e ingredientes consumidos no café da manhã. Por exemplo:

  • Pães doces, de sal e integral;
  • Bolos;
  • Frutas;
  • Queijos, presunto, salame;
  • Ovos mexidos;
  • Pão de queijo;
  • Panquecas;
  • Torradas etc.
  • Para beber, coloque lindas jarras ou suqueiras de vidro com sucos frescos e garrafas térmicas com café, leite, chocolate quente e chás. Se o espaço permitir, criar um fogão de lenha onde essas bebidas quentes possam ficar aquecendo dá um toque rústico e caseiro muito aconchegante em dias mais frios.

Comer, comer…

4 1

Fique à vontade para oferecer o que for mais comum na sua região. Adapte o cardápio aos seus convidados para que a ocasião seja ainda mais memorável.

Em seguida, de 12h até as 14h, disponha pratos mais fortes, como:

  • Tortas salgadas;
  • Empadão;
  • Quiches;
  • Saladas variadas;
  • Mini sanduíches;
  • Panquecas salgadas;
  • Salgados etc.
  • Para beber, já é possível incluir bebidas alcoólicas como drinks de frutas e até cervejas leves. E lembre-se de oferecer água, que pode ser saborizada, com e sem gás. Mas, a bebida clássica do brunch é o espumante. Daqui a pouco, vamos entrar em detalhes sobre ele.

Fechando com chave de ouro

6

Dê preferência para sobremesas leves e doces que possam ser consumidos de uma única vez ou em pequenas porções.

  • Para terminar, a partir das 14h, a mesa deve conter:
  • Salada de frutas;
  • Mousses;
  • Tortas doces;
  • Pudim etc.
  • Nesse momento, a bebida ideal é um espumante. Mas, também pode ser que alguém prefira um café. Então, deixe disponível também.

Agora que o cardápio está definido, é hora de pensar na decoração do ambiente.

A decoração perfeita

brunch

Use a imaginação para colocar seu carinho nos detalhes da decoração. Além das plaquinhas, espalhe balões, velas e flores pelo local.

Na verdade, não existe uma regra quanto ao local. Afinal, se for possível fazer o seu evento na praia, excelente! Mas, se o que você tem disponível é um salão de festas ou até mesmo o quintal de casa, tudo bem também. Pois, em qualquer lugar você pode criar a atmosfera ideal usando mesas rústicas, arranjos de flores, tapetes e almofadas ou até mesmo a varanda de um restaurante. Se for ao ar livre, então, as possibilidades são muitas! Nesse caso, se for um encontro de amigos ou de família, espalhe pufes pelo local, coloque mesinhas ou banquinhos onde os seus convidados possam apoiar seus pratos e taças. Para fazer um charme, na mesa dos comes e bebes, dê boas-vindas com plaquinhas escritas a giz.

O melhor vinho para seu brunch

5

Clássico do brunch, o espumante é o vinho perfeito para acompanhar todos os pratos servidos no evento. Ele vai com elegância e equilíbrio da entrada até a sobremesa.

Como vimos, você pode oferecer diferentes opções de bebidas durante o seu evento. De fato, drinks leves e cervejas são muito bem vindos. Mas, a bebida clássica do brunch é o espumante. Afinal, ele remete á elegância, frescor e à leveza da ocasião. Mais do que isso, o espumante é considerado um curinga na hora de harmonizar vinhos e pratos. Então, ele caminha com graciosidade entre os frios, queijos e pães até chegar na mousse e no bolo de sobremesa. Aliás, espumantes encaixam muito bem em alimentos fermentados, como pães, bolos e brioches. Ou seja, não tem como errar. No entanto, existem outros vinhos que casam perfeitamente com esse festa mais informal e descontraída. Confira a seguir:

Para combinar com salmão

Se optar por servir salmão, combine com um vinho Pinot Noir, pois, a uva é considerada uma das mais versáteis na hora de combinar com pratos de todo tipo. De fato, os vinhos podem variar em intensidade, sendo mais fortes e encorpados ou mais leves e delicados. Mas, no final das contas, a acidez própria da Pinot Noir vai limpar do paladar aquela gordura deliciosa do salmão.

Para combinar com ovos mexidos

Ovos mexidos e bacon têm sabor suficiente para agradar qualquer paladar. Para acompanhar esse prato que traz gordura e tempero, nada melhor que o curinga dos vinhos brancos, um Chardonnay. Assim, você tem uma bebida igualmente cremosa (isso mesmo) que vai combinar bem com o sal do seu prato. Prazer na medida certa!

Para combinar com panquecas

Nesse caso, você precisa de um vinho adocicado e delicado para acompanhar o doce das panquecas sem exagerar na dose. Para isso, nada melhor do que um vinho de uvas Riesling. Sabe aquela puxadinha gostosa que o limão dá no fundo da boca? Um vinho Riesling tem acidez para isso. Dessa forma, ele equilibra bem o sabor doce e cheio do prato e da sua calda caramelada.

Relembrando

Para concluir, confira o passo a passo para preparar o brunch perfeito:

  • Faça a lista de convidados e use como base para definir o estilo do seu brunch.
  • Escolha um local arejado e bem iluminado, que pode ser uma varanda, uma sala ampla ou até um quintal ao ar livre. Para eventos mais formais, como uma confraternização do trabalho, pode ser em um salão de festas ou até no terraço da empresa.
  • Pense com carinho nos pratos que você quer servir, desde entradinhas até a sobremesa. Dessa forma, além de você ficar feliz, vai satisfazer seus convidados também.
  • Para a decoração, invista em detalhes aconchegantes e locais para tirar fotos.
  • Lembre-se de oferecer bebidas sem álcool também e de combinar vinhos e pratos para uma experiência ainda mais completa.
  • Se divirta!

Gostou das dicas para o seu brunch? Então, aproveite para conferir nossas dicas imperdíveis lá no Instagram.

E veja abaixo a nossa seleta lista de vinhos citados no artigo que combinam perfeitamente com um brunch:

 

O espumante Extra-Dry italiano, para harmonizar com petiscos salgados variados

Tenuta Berni Gran Cuvée:

Leve, com boa acidez e harmonia entre seus elementos; Produtor: Vinícola Serena; Teor alcoólico: 11%; Uvas: Várias uvas (vinho blend); Nariz: Notas florais e de frutas como damasco e pêssego; Harmonização: Saladas, canapés e peixes grelhados

Compre aqui

 


 

O espumante rosé demi-sec espanhol, para harmonizar com petiscos variados, desde a entrada até sobremesas,

o Comte de Chamberi Mousseux Rosé Demi Sec:

Fresco, saboroso e persistente; Produtor: Félix Solís; Teor alcoólico: 10%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Notas de groselha madura; Harmonização: Merengue de morango, tapas espanholas, queijo Brie com geleia de frutas vermelhas

Compre aqui

 


 

Um vinho Pinot Noir chileno, para harmonizar com petiscos à base de salmão,

o Calyptra Gran Reserva Pinot Noir 2017:

Médio corpo, taninos macios, acidez agradável, boa persistência; Produtor: Calyptra; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, terroso, especiarias, amadeirado; Harmonização: Filé-mignon com molho madeira, galeto assado com purê de mandioquinha, salmão grelhado com risoto de cogumelos, atum grelhado com penne ao molho rosé, ratatouille, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

Um espumante demi-sec brasileiro, para harmonizar principalmente com petiscos doces e sobremesa,

o Cainelli Espumante Moscatel Demi-sec:

Fresco, leve e com doçura elegante; Produtor: Cainelli; Teor alcoólico: 7,5%; Uva: Moscatel (vinho varietal); Nariz: Frutas cítricas e notas florais; Harmonização: Bolos doces, sobremesas à base de fruta

Compre aqui

 


 

Um vinho Chardonnay chileno, para harmonizar com ovos mexidos com bacon,

o Casas Del Bosque Winemakers Selection Chardonnay Valle de Casablanca D.O. 2020:

Redondo, com acidez linear e vibrante, final longo e delicado; Produtor: Viña Casas Del Bosque; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Chardonnay (vinho varietal); Nariz: Poderoso, com notas cítricas, flores de pêssego e maçã amarela; Harmonização: Queijo Brie empanado, moqueca de camarão, salada de feijão fradinho com mariscos

Compre aqui

 


 

Um vinho Riesling australiano, para harmonizar com panquecas

o Heritage Road Riesling 2018:

Refrescante, equilibrado, levemente doce, com notas de limão; Produtor: McGuigan; Teor alcoólico: 11,5%; Uva: Riesling (vinho varietal); Nariz: Aromas cítricos, com notas de frutas de caroço e toques florais; Harmonização: Legumes e vegetais assados, queijos frescos, peixes e frutos do mar

Compre aqui

 

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

Ideias de harmonização de vinho e molho de tomate
Introdução Se você é um entusiasta do vinho, é provável que você tenha harmonizado seu vinho favorito com...
5 Vinhos franceses premiados que você precisa experimentar
Introdução Pouco depois de chegar à França, eu tinha certeza de uma coisa: os vinhos franceses eram incríveis....
Os 10 melhores vinhos Malbec que você pode comprar na Internet
Introdução O Malbec é uma das uvas mais populares do mundo, e é fácil ver o porquê. Ele...
Tábua de frios e harmonias com vinhos
Introdução Os cortes frios são uma ótima maneira de acrescentar um elemento extra especial à sua festa. Se...
Carpaccio, a receita veneziana e suas harmonias com vinhos
Carpaccio é uma das receitas mais famosas da cozinha veneziana. Ela consiste em carne crua, e seu nome...
Vinho Lambrusco, a jóia de Emilia-Romagna
Introdução O Lambrusco é um vinho único que é difícil de categorizar. Apesar de ser uma uva tinta,...