Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita?

Publicado em:

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita?

Escolher a harmonia perfeita entre vinhos e carnes vermelhas é, sem sombra de dúvida, a fórmula mágica da refeição ideal. Mas, o toque de midas dessa combinação clássica exige um grande número de cuidados e critérios a ser considerados. Pois, harmonizar vinho com carne vermelha é tudo, menos simples. Mas, se observados, esses cuidados farão da sua refeição um momento de encanto.

Neste quesito, alguns cuidados estão relacionados aos detalhes da carne. É bovina, de cordeiro ou mesmo de caça? E o corte, o quão magro ele é? E, finalmente, o prato em si: é grelhado ou ao molho, qual molho? São alguns exemplos de pontos cruciais nesta harmonização.

Como regra geral, quanto mais magra for a carne vermelha, mais leve será o vinho tinto. Um corte rico em gorduras, como uma costela, por exemplo, combinará muito bem com um vinho tinto com tanino alto e ousado, como o Petite Sirah ou o Cabernet Sauvignon. Carnes de cordeiro, considerando a textura delicada e o sabor, sempre leva à escolha de tinto arrojado com taninos finos como Malbec ou Petit Verdot.

Abaixo mais detalhes sobre as harmonizações com cada tipo de carne vermelha

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita - Carne bovina

Vinho com cortes de carne bovina magra

Ao combinar vinhos com cortes mais finos, procure por tintos leves ou médios. Estes devem ter uma acidez ligeiramente superior, o que cortará a textura da carne magra. Uma regra geral a seguir é: combinar a intensidade do prato com o vinho. Por isso, é o melhor  para acompanhar o guisado de carne de vaca, um vermelho médio, ligeiramente mais ousado, como o Sangiovese. Essa combinação vai funcionar bem!

EXEMPLOS: Olho de bife redondo, bife de lombo com ponta de lombo, assado de topo redondo, assado de fundo redondo, lombo de cima

Vinho com cortes gordurosos de carne bovina

Carnes gordas funcionam muito bem com vinhos tintos arrojados que têm alto tanino. O tanino é um adstringente que funciona como um limpador de paladar para “raspar” a gordura do interior de nossa boca. É por isso que os vermelhos fortes, como o Barolo ou o Napa Cabernet, funcionam tão bem com um filé!

EXEMPLOS: bife de cabra, filé mignon, bife de porco, bife de fraldinha, tira de Nova York, filé de osso, bife de lombo

Vinho com vitela

A vitela é uma das poucas carnes vermelhas que podem combinar com vinho branco e rosé. Um grande exemplo disso é: o clássico prato vienense wiener schnitzel combina perfeitamente com o austríaco Grüner Veltliner. Naturalmente, neste cenário, os sabores delicados da vitela são mantidos pelo método de preparação da fritura. Por isso, tome um momento para entender o método de preparação e o molho usado durante o emparelhamento. Assim como com o cordeiro, a vitela também adquire o sabor do molho.

Tente emparelhá-lo com vermelhos mais claros, como Pinot Noir, Rosé de Sangiovese, Valpolicella (feito com a uva Corvina italiana local) e Zinfandel.

Vinho com cordeiro

O cordeiro tem um sabor muito mais delicado do que a maioria das carnes. Geralmente, você pode selecionar vinhos mais leves e com sabor mais delicado. O sabor dessa carne é muito afetado pelo molho. Portanto a escolha do molho é fundamental para a harmonização. Servindo sem molho ou escolhendo um molho mais neutro, opte por vinhos médios ou vermelhos ousados ​​com taninos mais suaves. Precisa de alguns exemplos?

Malbec, Syrah, Petite Sirah, Touriga Nacional e Petit Verdot farão maravilhas com o cordeiro.

Vinho com carne de caça

A carne de veado é uma carne vermelha com gosto requintado e fina consistência. Também é bem magra e tem um sabor parecido com a carne bovina. Procure vinhos tintos de corpo médio rústicos. Confira Côtes du Rhône, Châteauneuf-du-Pape, Chianti, Valpolicella e Montepulciano d’Abruzzo.

Emparelhamento com base no tipo de molho ou tempero

O molho é um aspecto tão importante do emparelhamento do vinho que você pode se safar com o emparelhamento de uma variedade ainda maior de vinhos com carne vermelha. Por exemplo, um grande jogo com pratos asiáticos doces e picantes, como costeletas de porco coreanas para churrasco, seria um Lambrusco levemente adocicado, um Shiraz sul-australiano arrojado e frutado ou uma pinotagem sul-africana.

Molhos Picantes

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita - Molho de pimenta

EXEMPLOS: BBQ Tangy doce, romã e melaço, churrasco coreano, carne mongol, Hoisin

Procure por vinhos tintos frutados: Lambrusco, Gamay, Shiraz australiano, Califórnia Syrah, Zinfandel, Primitivo, Negroamaro (da Puglia, Itália!)

Molhos Verdes

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita - Molho verde

EXEMPLOS: Molho de Menta, Molho de Chimichurri, Alho Alecrim

Procure por vinhos tintos frutados e arrojados com taninos mais suaves e bem integrados, como o Malbec argentino ou Monastrell. Se o prato usar muito alho cru e cebola, procure tintos médios com maior acidez para cortar o sabor residual do allium, como o Côtes du Rhône ou um Carménère.

Molhos Marrons

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita - Molho marrom

EXEMPLOS: Bordelaise, Demi Glace, Molho Poutine, Molho de Vinho Tinto

Procure mais vinhos tintos terrosos, ousados, incluindo Bordeaux, vermelhos do Languedoc-Roussillon e tintos do norte da Itália, como Barbera e Dolcetto.

Molhos à base de tomate

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita - Molho de tomate

EXEMPLOS: Molho Espagnole, Molho Marinara

Encontre vinhos tintos de corpo médio com acidez suficiente para combinar com a acidez nos tomates: Sangiovese, Merlot, Carménère, Cabernet Franc, Tempranillo e Bardolino.

Molhos Brancos

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita - Molho branco

Molho de Iogurte, Molho de Queijo Azul, Béarnaise, Bechamel, Estrogonofe, Molho de Pimenta

Os molhos cremosos oferecem uma grande variedade de opções de emparelhamento: com um molho de iogurte, procure por Grenache ou mesmo um vinho Rosé. Com um molho de pimenta, combine vinhos com notas apimentadas, como Cabernet Sauvignon ou Shiraz. Com stroganoff, opte por um Syrah francês terroso. Com lasanha coberta com Bechamel, um vermelho de corpo médio como Valpolicella Ripasso. Com a Béarnaise, um vermelho arrojado com mais acidez, como Bordeaux, Cabernet chileno ou Lagrein da Itália.

Emparelhamento baseado em tipo de vinho

Vinhos Tintos mais Leves

Vinhos tintos mais leves combinam com cortes mais finos e carnes vermelhas que são servidas mais próximas da forma crua. A magia destes pares é a acidez da luz vermelha cortando a delicada textura de um bife raro. Experimente-os com carne de boi e tartare de carne de veado, carne de Pho e giroscópios de cordeiro.

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita - Vinho tinto leve
  • Cinsault
  • Pinot Noir
  • Gamay
  • Brachetto
  • St. Laurent
  • Freisa
  • Zweigelt
  • Schiava

 

Vinhos Tintos Médios

Vinhos tintos médios combinam com pratos multi-ingredientes. Por exemplo, os seguintes pratos realmente funcionam com vinhos tintos médios: molho à bolonhesa, ensopado de carne, pratos à base de tomate, lasanha, hambúrgueres, caril de cordeiro indiano, nachos, ragout e carne bovina da Borgonha.

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita - Vinho tinto médio
  • Sangiovese
  • Cabernet Franc
  • Barbera
  • Dolcetto
  • Carménère
  • Valpolicella Wines
  • Côtes du Rhône
  • Merlot
  • Tempranillo Crianza
  • Negroamaro
  • Zinfandel
  • Lagrein
  • Blaufrankish
  • Grenache

 

Vinhos Tintos Fortes

Vinhos tintos arrojados complementam bifes, costeletas e churrasco. O alto tanino em vinhos tintos arrojados atua como uma limpeza de paladar adstringente com cortes gordurosos de carne bovina.

Escolher um vinho para carne vermelha – Como ter uma harmonização perfeita - Vinho tinto forte
  • Syrah / Shiraz
  • Cabernet Sauvignon
  • Petite Sirah
  • Malbec
  • Monastrell
  • Nero d’Avola
  • Aglianico
  • Sagrantino
  • Tempranillo (Reserva & Gran Reserva)
  • Nebbiolo
  • Carignan
  • Barbaresco
  • Montepulciano
  • Tannat
  • Pinotage

Com essas informações e dicas, veja as ofertas abaixo, algumas com um desconto muito especial para você:

 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês M. Chapoutier Châteauneuf-du-Pape AOP 2016:

Muito intenso e encorpado, com notas de especiarias e couro; Produtor: M. Chapoutier; Teor alcoólico: 14,5%; Uvas: Grenache e Syrah (vinho blend); Nariz: Aromas complexos de frutos vermelhos maduros; Harmonização: Carne vermelha, carne de caça, ensopados e cozidos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio para arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Latitud 33° Cabernet Sauvignon 2020:

Corpo médio para encorpado, taninos firmes, boa acidez, final agradável; Produtor: Terrazas de los Andes; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas vermelhas como framboesa e morango, especiarias, sutis notas de caramelo e baunilha; Harmonização: Fraldinha na brasa, filé com fritas, pizzas variadas, lasanha à bolonhesa, pimentão recheado, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O português Sericaia Tinto 2017:

Mais fresco e elegante, sem o tradicional ataque doce e de fruta cozida que caracterizam muitos vinhos da região; Produtor: Lusovini; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Aragonez, Alicante Bouschet e Trincadeira (vinho blend); Nariz: Aroma cheio de fruta madura, com notas de torrefação; Harmonização: Cordeiro assado, carnes vermelhas com chimichurri e queijo Grana Padano

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve para médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O português Serras de Azeitão Seleção do Enólogo Tinto 2020:

Frutado, corpo leve para médio, fresco, taninos sedosos; Produtor: Bacalhôa Vinhos de Portugal; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Aragonez e Alicante Bouschet (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas como cereja e framboesa, sutis notas de especiarias; Harmonização: Creme de abóbora com carne-seca, bife a rolê, berinjela empanada com queijo

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O americano Edna Valley Pinot Noir 2018:

Leve, boa acidez, taninos macios; Produtor: Edna Valley Vineyard; Teor alcoólico: 13,9%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Cereja, terroso, tosta; Harmonização: Lombo suíno ao molho de frutas vermelhas, risoto de tomate seco com brie, crocque monsieur de Gruyère e Parma, escondidinho de camarão, temaki de atum, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O americano Carnivor Bourbon Barrel Aged Cabernet Sauvignon 2018:

Encorpado, bem estruturado, frutado, taninos firmes, acidez equilibrada, final persistente e agradável; Produtor: Carnivor Wines; Teor alcoólico: 15%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas negras maduras, baunilha, tosta e sutis notas de cacau e maple; Harmonização: Bife de chorizo na brasa, batata recheada com mix de cogumelos, hambúrguer angus com geleia de bacon e queijo

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio para arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno V9 Gran Reserva D.O. Valle del Maipo Cabernet Sauvignon 2019:

Corpo médio para encorpado, frutado em harmonia com notas herbáceas e de especiarias, taninos presentes, acidez média que lhe confere frescor, aveludado, agradável; Produtor: Viña Ventisquero; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas negras maduras, ameixa, cereja negra, especiarias, herbáceo, sutis notas amadeiradas e de baunilha; Harmonização: Fraldinha assada com molho de vinho tinto, nhoque na manteiga de ervas, picanha suína grelhada, queijos duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês Les Hauts de Barville Châteauneuf-du-pape 2017:

Encorpado e aveludado, traz taninos jovem mas macios, e envoltos por uma acidez suculenta, com sabores de frutas maduras e nuances minerais que persistem no seu longo final; Produtor: Maison Brotte; Teor alcoólico: 14,5%; Uvas: Grenache, Syrah e Mourvèdre (vinho blend); Nariz: Ricamente frutado, com aromas de morango, framboesa e ameixa, sobre notas de especiarias, trufas, alcaçuz e toques de vegetação rasteira; Harmonização: Filé de avestruz com redução de Porto, entrecôte ao molho tapeanade, ravióli de berinjela com recheio de cogumelo ao molho de manjericão e castanha, queijos duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O australiano John Duval Annexus Barossa Valley Grenache 2018:

Corpo médio, frutado com nuances herbáceas e de especiarias, complexo, bem estruturado, taninos aveludados, acidez vibrante, excelente frescor, final persistente e agradável; Produtor: John Duval Wines; Teor alcoólico: 14%; Uva: Grenache (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas vermelhas acompanhadas por notas florais, alcaçuz, de ervas e de especiarias doces; Harmonização: Filé mignon suíno com molho de frutas vermelhas, frango assado com batatas, risoto de abóbora com grana padano e alecrim, queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno Ventisquero Pangea Valle de Colchagua Syrah 2016:

Encorpado, redondo, taninos maduros e firmes, acidez alta, fresco, um vinho bem estruturado, harmonioso equilíbrio entre fruta e madeira, com notas de especiarias e chocolate, final longo, complexo e agradável; Produtor: Viña Ventisquero; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aromas ricos e complexos, intensos aromas de frutas negras, especiarias, cedro, caramelo e sutis toques minerais especiarias, condimentos e mineralidade proveniente de distintos tipos de solo do Syrah; Harmonização: Carré de cordeiro ao molho de ervas, risoto de funghi, bife ancho ao molho de especiarias

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio para arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O australiano John Duval Annexus Barossa Valley Mataro 2018:

Corpo médio para encorpado, equilibrado, generosos sabores de frutas maduras com nuances minerais, taninos maduros, acidez agradável, final longo e complexo; Produtor: John Duval Wines; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Mataro (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas negras maduras, floral como rosas e violetas, especiarias, defumado e um toque de carvalho; Harmonização: Filé mignon ao molho madeira, costela no bafo, risoto de funghi, queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O australiano John Duval Eligo Shiraz 2016:

Encorpado, elegante, redondo, bem estruturado, frutas negras com nuances terrosas e defumadas, taninos presentes; Produtor: John Duval Wines; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Shiraz (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas negras maduras como ameixa, amora e mirtilo, especiarias, notas terrosas, cedro e defumado; Harmonização: Bife ancho na manteiga de ervas, costela no bafo, aligot de mandioquinha com mix de cogumelos na manteiga, queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Marie Louise Parisot IGP Pays dOc Merlot 2019:

Macio, taninos redondos, frutados e boa acidez; Produtor: Marie Louise Parisot; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, especiarias e um toque vegetal; Harmonização: Aves grelhadas ou com molho, carne vermelha com legumes mediterrâneos, pato ou caça, uma paleta de cordeiro assada, muito bom com churrasco.

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O australiano John Duval Entity Barossa Valley Shiraz 2019:

Encorpado, bem estruturado, opulento, complexo, frutado com nuances de especiarias e toques terrosos, taninos presentes, acidez média, final longo; Produtor: John Duval Wines; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Shiraz (vinho varietal); Nariz: Frutas negras maduras, ameixa e amora, frutas secas, especiarias doces, anis, cravo, tabaco, chocolate amargo e toques terrosos; Harmonização: Bife ancho na manteiga de ervas, costela suína ao molho barbecue, risoto de funghi, queijos

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve para médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O português Artefacto Tinto 2020:

Frutado, fresco, corpo de leve para médio, taninos macios; Produtor: Luís Duarte Vinhos; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Aragonez, Alicante Bouschet e Trincadeira (vinho blend); Nariz: Frutas negras e vermelhas como ameixa e framboesa, especiarias; Harmonização: Pernil suíno, costela assada, nhoque à bolonhesa, penne à carbonara, berinjela à parmegiana

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Fantinel IGT Trevenezie Refosco dal Peduncolo Rosso 2016:

Encorpado, saboroso, persistente e decididamente tânico; Produtor: Fantinel; Teor alcoólico: 13%; Uva: Refosco dal Peduncolo Rosso (vinho varietal); Nariz: Flores vermelhas e negras; Harmonização: Aves nobres, carne assada, macarrão carbonara, pizza de linguiça artesanal, queijos duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio para arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O português Desafinado DOC Douro 2019:

Corpo médio p/ encorpado, acidez agradável, taninos macios; Produtor: Parras Wines; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Tinta Barroca, Touriga Franca e Tinta Roriz (vinho blend); Nariz: Especiarias, frutas vermelhas maduras; Harmonização: Filé com risoto, churrasco, massas, hambúrguer, legumes grelhados, queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Baron Philippe de Rothschild Mas Andes Merlot 2020:

Vinho jovem, corpo médio, frutado, taninos macios, acidez baixa para média; Produtor: Baron Philippe de Rothschild; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas negras como framboesa, sutis notas herbáceas; Harmonização: Frango assado com batatas, pizza de calabresa, carne seca com abóbora, costela suína ao molho barbecue, nhoque ao sugo, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve para médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Altivo Classic Malbec 2021:

Corpo de leve para médio, frutado, taninos macios, acidez agradável; Produtor: Finca Eugenio Bustos; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas vermelhas como framboesa, morango, cereja, nuance floral; Harmonização: Bife à milanesa, penne à bolonhesa, empanada de berinjela com tomate seco e queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Cantina di Montalcino Brunello di Montalcino DOCG 2016:

Encorpado, com taninos ricos que são equilibrados com acidez e álcool, final envolvente e longo; Produtor: Cantina di Montalcino; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Intenso, com notas de cereja preta, groselha que são complementados por toques de tostado, e alcaçuz; Harmonização: Queijo grana padano, picanha na brasa

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio para arrojado, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O italiano Beni di Batasiolo Sabri D.O.C.G. Barbera dAsti 2019:

Corpo médio para encorpado, amadeirado, frutado, com presença de especiarias, taninos firmes, acidez alta que lhe confere um bom frescor, final longo e agradável; Produtor: Beni di Batasiolo; Teor alcoólico: 14%; Uva: Barbera (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras, com notas de folhas secas, tosta e nuance de especiarias; Harmonização: Lombo suíno assado, macarrão à bolonhesa, nhoque ao sugo, cupim assado com batata, risoto de tomate seco e parmesão, e queijos duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O italiano Montresor DOCG Amarone della Valpolicella Satinato 2017:

Corpo médio, elegante, taninos redondos, acidez média para alta que proporciona um agradável frescor, harmonia entre a madeira e o frutado; Produtor: Montresor; Teor alcoólico: 15,5%; Uvas: Corvina, Rondinella e Molinara (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas, cereja, cacau, chocolate amargo, herbáceo; Harmonização: Rigatoni com ragu de cordeiro, lasanha de berinjela, arroz de pato

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno Calyptra Zahir D.O. Valle de Cachapoal Cabernet Sauvignon 2012:

Um vinho com complexidade em sabores, encorpado, taninos presentes e macios, textura sedosa e suave, boa acidez, frutado, amadeirado, final longo e persistente; Produtor: Calyptra; Teor alcoólico: 15%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas negras e vermelhas maduras como cereja, ameixa, cassis e framboesa. Especiarias, notas herbáceas e amadeirada; Harmonização: Bife ancho, risoto de gorgonzola com nozes, lombo de cordeiro ao molho rotie de amora, cogumelos salteados

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio para arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O americano Carnivor Cabernet Sauvignon 2018:

Corpo de médio para encorpado, taninos presentes, boa acidez, traço de doçura, final longo; Produtor: Carnivor Wines; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas negras maduras, frutas vermelhas maduras, chocolate, amadeirado, torrefação; Harmonização: Risoto de parmesão, picanha ao forno, iscas de filé-mignon, maminha grelhada, penne à bolonhesa, batata recheada

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Pirueta Malbec 2021:

Encorpado com bons níveis de taninos e final de boca deliciosamente frutado; Produtor: Fecovita; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Amora e ameixa preta com toques de cravo-da-índia e pimenta; Harmonização: Pizza de calabresa, queijo Parmesão, costela na brasa

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O brasileiro Luiz Argenta LA Classico Merlot 2015 375mL:

Estruturado e complexo, com taninos macios e bem equilibrados; Produtor: Luiz Argenta; Teor alcoólico: 12,8%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, menta e baunilha; Harmonização: Carnes vermelhas, frango, queijos, molhos vermelhos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno Almaviva EPU 2018:

Encorpado, redondo, equilibrado, frutado, suculento, textura macia, taninos maduros, acidez média que lhe confere agradável frescor, final longo e complexo; Produtor: Almaviva; Teor alcoólico: 15%; Uvas: Cabernet Sauvignon, Carménère, Merlot e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Intensos aromas de frutas vermelhas e negras maduras como morangos silvestres, cassis e amoras, toques herbáceos, alcaçuz, especiarias e notas de café; Harmonização: Bife angus na parrilla, risoto de funghi, talharim com ragu de costela e queijos duros

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve para médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Seremos Cabernet Sauvignon 2021:

Um vinho jovem, frutado, corpo leve para médio, equilibrado, taninos suaves, final redondo; Produtor: Grupo Peñaflor; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas vermelhas e negras, cereja, amora, sutis notas vegetais e de especiarias; Harmonização: Polenta mole com ragu de carne, quibe de forno recheado, lasanha de berinjela

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês Château Fonréaud Listrac-Médoc AOC 2012:

Taninos firmes, encorpado, potente, cheio em boca; Produtor: Château Fonréaud; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Cabernet Sauvignon, Merlot e Petit Verdot (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas maduras, notas florais e de especiarias; Harmonização: Carré de cordeiro, costela de boi, queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Baron Philippe de Rothschild Mas Andes Reserva Cabernet Sauvignon 2019:

Médio corpo, taninos presentes, boa acidez, especiarias; Produtor: Baron Philippe de Rothschild; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, frutas negras, herbáceo, pimenta-do-reino; Harmonização: Bife à milanesa, fraldinha com farofa, copa lombo, berinjela à parmegiana, queijo Gouda, torta de calabresa

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Luigi Bosca Malbec 2020:

Encorpado, intenso, frutado, com taninos muito finos. Final longo, elegante e mineral; Produtor: Luigi Bosca; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutos vermelhos maduros, aromas, notas de alcaçuz e violeta; Harmonização: Parrillada, risoto de cogumelos, paleta de suína ao forno e queijos duros

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve para médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Urmeneta Reserva Cabernet Sauvignon 2020:

Corpo de leve para médio, acidez agradável, taninos macios; Produtor: Urmeneta; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, especiarias; Harmonização: Bife acebolado com batatas, hambúrguer com bacon, escondidinho de carne, frango ao molho pardo, lasanha à bolonhesa, massas ao molho vermelho, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Dadá Nº 391 Art Cabernet 2020:

Corpo médio com taninos suaves e maduros; Produtor: Finca Las Moras; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, pimenta preta, canela e coco; Harmonização: Fondue de carne, presunto cru, tábua de embutidos, polenta com ragu de linguiça e queijos maduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês Les Trois Couronnes Châteauneuf-du-Pape AOP 2018:

Paladar encorpado e elegante, com notas picantes; Produtor: Vignerons de l’Enclave; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Grenache, Syrah e Mourvèdre (vinho blend); Nariz: Aroma intenso de frutas negras, com notas de amoras, groselha e especiarias; Harmonização: Carnes de caça assadas, carnes vermelhas, queijos maduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Nieto Senetiner Malbec 2021:

Suculento, com corpo médio, taninos aveludados e final longo; Produtor: Nieto Senetiner; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas frescas e maduras, notas de caramelo e baunilha; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas, massas, queijos amarelos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O uruguaio Finca Traversa Tannat 2020:

Um vinho jovem, frutado, potente, com taninos presentes, acidez agradável e refrescante; Produtor: Familia Traversa; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Tannat (vinho varietal); Nariz: Intensos aromas de frutas vermelhas, frutas vermelhas secas e notas minerais; Harmonização: Carnes vermelhas com cortes mais gordurosos, lasanha de berinjela, sanduíche de costela suína

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Partridge Reserva Cabernet Sauvignon 2018:

Frutado, médio corpo, acidez agradável, taninos macios, especiarias; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras, pimenta, baunilha; Harmonização: Escalopes de mignon ao molho cognac, parmegiana de carne com fritas, bisteca suína com legumes, abobrinha com carne moída ao molho de tomate e orégano, ravióli de queijo na manteiga e sálvia, nhoque de mandioquinha ao molho 4 queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Baron Philippe de Rothschild Mas Andes Reserva Carménère 2019:

Médio corpo, frutado, equilibrado, taninos firmes, média acidez; Produtor: Baron Philippe de Rothschild; Teor alcoólico: 13%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, especiarias, café e um leve tostado; Harmonização: Carne de panela, nhoque de mandioquinha com creme de cogumelos, arroz carreteiro e queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Vivaldi Ai Colli Amarone della Valpolicella DOCG 2018:

Complexo, encorpado, taninos maduros e sedosos, final persistente e agradável; Produtor: Vivaldi; Teor alcoólico: 15%; Uvas: Corvina, Corvinone e Rondinella (vinho blend); Nariz: Compota de frutas pretas e vermelhas, especiarias e notas de carvalho; Harmonização: Pernil de cordeiro assado, costela no bafo com mandioquinha, queijo Gorgonzola

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O italiano Carpineto Dogajolo I.G.T. Toscano Rosso 2019:

Médio corpo, boa acidez, frutado, taninos macios, bom final; Produtor: Carpineto; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Sangiovese, Cabernet Sauvignon e outras uvas (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas, folhas secas, especiarias; Harmonização: Penne à bolonhesa, risoto de tomate seco com mussarela de búfala, filé mignon ao molho madeira, filé à parmigiana, joelho de porco defumado assado, e queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno Undurraga Founder’s Collection D.O. Valle del Maipo Cabernet Sauvignon 2018:

Encorpado, equilíbrio entre frutado e notas provenientes da barrica, textura macia e aveludada, taninos firmes e bem integrados, acidez agradável, final longo e complexo; Produtor: Undurraga; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas negras como amoras, frutas vermelhas como cerejas, notas de tosta, tabaco, toque herbáceo e de especiarias; Harmonização: Bife ancho na parrilla, berinjela à parmegiana, polenta mole com ragu de costela, queijos duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Altivo Vineyard Selection Cabernet Sauvignon 2020:

Médio corpo, frutado, taninos macios, média presença de madeira, fresco; Produtor: Finca Eugenio Bustos; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, amadeirado, especiarias, vegetal; Harmonização: Risoto com carne-seca, alcatra ao forno, penne ao sugo, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Damilano Cannubi Barolo 2016:

Harmonioso, agradavelmente seco com taninos suaves, amplo e encorpado. Acabamento persistente; Produtor: Damilano; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Bouquet amplo e envolvente, com frutado pronunciado, notas de cereja e ameixa e notas de tabaco, alcaçuz e cacau; Harmonização: Carnes vermelhas e de caça

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Nieto Senetiner Blend Collection Malbec – Cabernet Franc – Verdot 2020:

Corpo médio, taninos macios e final persistente; Produtor: Nieto Senetiner; Teor alcoólico: 14,5%; Uvas: Malbec, Cabernet Franc e Petit Verdot (vinho blend); Nariz: Aromas de frutas vermelhas e pretas, ervas e especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas assadas, massas recheadas, risotos, queijos amarelos

Compre aqui

 


 

Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Finca Las Estancas Roble Malbec 2021:

Encorpado e intenso, com taninos sedosos; Produtor: Garbin Estate; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Expressivo, com notas de ameixa e cereja; Harmonização: Parrillada argentina, massas ao molho bolonhesa, quiche de queijo Parmesão

Compre aqui

 


 

Vinho tinto médio para arrojado, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Joseph Pellerin Reserve A.O.C. Côtes-du-Rhône 2020:

Corpo médio para encorpado, estruturado, frutado com nuances de especiarias, taninos macios, acidez média para alta que lhe confere bom frescor; Produtor: Joseph Pellerin; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Grenache, Syrah e Mourvèdre (vinho blend); Nariz: Ameixa, amora, cereja, defumado, especiarias; Harmonização: Carne de panela com batatas, pizza de lombo defumado, penne com ragu de linguiça, lasanha de berinjela, queijos duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O português Tinto de Castelão by António Maçanita 2019:

Corpo médio, taninos firmes e boa refrescância; Produtor: António Maçanita; Teor alcoólico: 13%; Uva: Castelão (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, como ameixa e mirtilo, tabaco e especiarias; Harmonização: Embutidos, feijoada, carnes vermelhas e carne de porco

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O francês Mommessin Domaine de la Presle A.O.C. Fleurie 2020:

Corpo leve, deliciosa mescla de notas frutadas e florais, elegante, taninos suaves, acidez vibrante que lhe confere bom frescor, um vinho gastronômico; Produtor: Mommessin; Teor alcoólico: 14%; Uva: Gamay (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, violetas e rosas; Harmonização: Picanha suína grelhada, carpaccio de cogumelos, sobrecoxa de frango assada, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Nube de Oro Carménère 2021:

Macio, corpo médio, taninos sedosos; Produtor: Sur Valles Wine Group; Teor alcoólico: 13%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Aromas expressivos de amora, e um toque de especiarias; Harmonização: Queijo Gouda, costela de porco com barbecue, frango grelhado com chimichurri

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno Peñalolen Azul 2017:

Marcante, robusto, fresco e frutado; Produtor: Jean-Pascal Lacaze; Teor alcoólico: 14,9%; Uvas: Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Cereja e ameixa com sutis notas de hortelã e especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas assadas e massas com molhos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O espanhol M De Murviedro Syrah Valencia DOP 2019:

Intenso, denso e frutado, com corpo médio, taninos macios e final longo; Produtor: Bodegas Murviedro; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas, com notas de amora e groselha; Harmonização: Nhoque com ragu de linguiça, berinjela à parmegiana, filé mignon ao molho madeira

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Ropiteau Frères Nuits-St-Georges Rouge 2018:

Médio corpo, taninos macios, boa acidez; Produtor: Ropiteau Frères; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas, tosta, terroso, especiarias; Harmonização: Risoto de linguiça fresca, coq au vin, paella, salmão grelhado, espaguete com polpetone, codorna recheada

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O francês Louis Chevallier Pinot Noir 2019:

Um vinho jovem, leve, com taninos sedosos, frutado e bom final; Produtor: Louis Chevallier; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas, cereja, sutis notas de café em grão com carvalho; Harmonização: Carne de aves, vitela e peixes ricos, como o salmão

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O chileno Nube de Oro Pinot Noir 2021:

Suculento, redondo, com taninos suaves; Produtor: Sur Valles Wine Group; Teor alcoólico: 13%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Aromas intensos de morango, cravo e couro; Harmonização: Lasanha de shimeji, queijo Brie, atum grelhado

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O português Exemplo Douro DOC 2020:

Bom frescor, maciez e acidez equilibrada; Produtor: Caves Santa Martha; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Touriga Nacional (vinho blend); Nariz: Notas de especiarias e frutas vermelhas; Harmonização: Queijos curados e carnes vermelhas e de caça

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O português Vinha da Serra Brava Regional Alentejano 2018:

Complexo, encorpado, taninos firmes e macios; Produtor: Ravasqueira; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Aragonez, Touriga Nacional e Viognier (vinho blend); Nariz: Aromas de frutos do bosque, mentol, tosta e cedro; Harmonização: Filé mignon ao molho de gorgonzola, bombom de alcatra ao molho madeira, frango guisado, risoto de funghi porcini

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Bodega Norton Reserva Cabernet Franc 2019:

Frutado e bem estruturado, com taninos firmes e notas herbais; Produtor: Bodega Norton; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas pretas, e notas amadeiradas e de especiarias; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas, massas recheadas, queijos maduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Beni di Batasiolo D.O.C.G. Barbaresco 2017:

Encorpado, estruturado, equilibrado, frutado e com notas de especiarias, taninos presentes e maduros, acidez alta que lhe confere bom frescor, final longo, complexo e agradável; Produtor: Beni di Batasiolo; Teor alcoólico: 14%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras, floral, especiarias, sutis notas de baunilha; Harmonização: Carré de cordeiro com aligot, picanha assada, berinjela à parmegiana

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O chileno Templo Sur Limited Series Pinot Noir 2021:

Suculento, redondo e harmonioso, com taninos macios e final persistente; Produtor: Sur Valles; Teor alcoólico: 13%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas, como morango, cereja e framboesa; Harmonização: Charcutaria, strogonoff de carne, berinjela à parmegiana

Compre aqui

 


 

Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Il Poggione Brunello di Montalcino DOCG 2016:

Intenso, aromático e equilibrado, com taninos macios e aveludados; Produtor: Tenuta Il Poggione; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Aroma intenso e persistente, com notas de frutas vermelhas maduras, especiarias e violetas; Harmonização: Carnes vermelhas, carnes de caça, queijos maduros

Compre aqui

 


 

 Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Bodega Norton Barrel Select Cabernet Sauvignon 2021:

Encorpado, harmonioso, redondo e persistente; Produtor: Bodega Norton; Teor alcoólico: 14,1%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Complexo, com notas de amoras, pimentas vermelhas, cassis e tabaco; Harmonização: Provolone empanado, escalope de filé mignon ao molho funghi, espaguete com ragu de linguiça

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Baron Philippe de Rothschild Mas Andes Cabernet Sauvignon 2020:

Corpo médio, frutado com toques de especiarias e herbáceo, taninos presentes e redondos, acidez médio que lhe confere um agradável frescor; Produtor: Baron Philippe de Rothschild; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas como cereja e framboesa, herbáceo, especiarias como pimenta-do-reino; Harmonização: Bife à milanesa, fraldinha com farofa e berinjela à parmegiana

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno Concha y Toro Exportacion Selecto Cabernet Sauvignon 2021:

Complexo, encorpado, taninos redondos e final longo; Produtor: Concha Y Toro; Teor alcoólico: 12%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas maduras como ameixa, groselha e toques de especiarias; Harmonização: Churrasco, queijos maduros, massas encorpadas

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O francês Maison Foucher Le Champ Vallin A.O.C. Touraine Rouge 2019:

Leve, boa acidez, taninos macios; Produtor: Maison Foucher; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Cabernet Franc e Gamay (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas, nuance defumada, ervas; Harmonização: Risoto de queijo, escondidinho de carne-seca, espaguete ao sugo, lasanha de berinjela com queijo, filé de frango grelhado com legumes, polpetone

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Antiche Cantine Dei Marchesi Di Barolo Barbaresco DOCG 2016:

Encorpado, harmonioso, equilibrado, taninos estruturados; Produtor: Marchesi Di Barolo; Teor alcoólico: 14%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Poderoso e persistente, com notas de frutas vermelhas, rosa mosqueta e especiarias; Harmonização: Bistecca alla Fiorentina, Agnolotti de cordeiro, queijos duros de idade média

Compre aqui

 


 

Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O italiano Roncalla Tradizione Chianti DOCG 2019:

Frutado, com ótima acidez, taninos macios e final longo; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Sangiovese, Canaiolo e Ciliegiolo (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas em geleia, toques de violeta; Harmonização: Espaguete ao molho sugo, lasanha, ossobuco

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Alter Ego Château Palmer Margaux AOC 2017:

Corpo médio, toques expressivos de frutas, taninos firmes, e final longo e vivaz; Produtor: Eleanor; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Merlot, Cabernet Sauvignon e Petit Verdot (vinho blend); Nariz: Notas intensas de frutas pretas, como cerejas, groselhas e framboesas, com toques de pimenta, mentol e cardamomo; Harmonização: Risoto de Parmesão, lombo de avestruz ao molho rôti, costeleta de porco com geleia de pimenta

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Anciano Malbec Cabernet Franc 2020:

Redondo e intenso, com notas de frutas pretas maduras e taninos marcados; Produtor: Anciano Wines; Teor alcoólico: 14,5%; Uvas: Malbec e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Cereja, ameixa, geleia, folhas de tomateiro e especiarias; Harmonização: Maminha assada na manteiga, charuto de folha de uva, rigatoni ao sugo

Compre aqui

 


 

Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Templo Sur Limited Series Cabernet Sauvignon 2021:

Agradável, vivaz, corpo médio, taninos redondos; Produtor: Sur Valles; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Expressivo, com notas de amora, cassis e cereja preta, e nuances de mentol e eucalipto; Harmonização: Hambúrguer com Cheddar, maminha assada com ervas finas, queijo Pecorino

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O italiano ZioBaffa Toscana IGT 2017:

Corpo médio, taninos finos e presentes, muito fresco; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12,4%; Uvas: Sangiovese e Syrah (vinho blend); Nariz: Perfume elegante e frutado, com notas de violetas; Harmonização: Carnes vermelhas, massas e queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês Domaine de Saint Ser Cuvée Tradition 2014:

Encorpado. Notas de frutas negras maduras e toques de especiarias. O final é longo com aromas de cereja; Produtor: Domaine de Saint Ser; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Syrah e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Intensas notas de frutas vermelhas e negras de tipo amoras; Harmonização: Cordeiro, costela de porco e carne vermelha grelhada

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O italiano Beni di Batasiolo Vigna Bricco di Vergne D.O.C. Dolcetto dAlba 2019:

Fresco, boa presença, taninos macios; Produtor: Beni di Batasiolo; Teor alcoólico: 14%; Uva: Dolcetto (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e negras, floral, especiarias; Harmonização: Bife Ancho com batata sauté, costelinha suína com risoto de alho poró, fettuccine all’Amatriciana, frango ao molho pardo, polenta cremosa ao ragu de shitake, e queijos semiduros

Compre aqui

 


 

Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Comte Bivin Grande Cuvée Syrah 2020:

Frutado, com corpo médio e taninos macios; Produtor: Domaine du Père Guillot; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas e pretas; Harmonização: Costela, polenta com ragu de cogumelos, capeletti de carne

Compre aqui

 


 

Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Barolo Riva Leone DOCG 2017:

Encorpado, robusto e equilibrado; Produtor: MGM; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Notas de frutas vermelhas, especiarias, alcaçuz e caramelo; Harmonização: Carnes vermelhas e de caça assadas, queijos maduros, pratos com cogumelos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O espanhol La Vaca Limited Edition D.O.P. Cariñena Garnacha 2019:

Corpo médio, frutado, equilibrado; Produtor: Covinca; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Garnacha (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas como groselha e framboesa; Harmonização: Filé à parmegiana, nhoque à bolonhesa, enroladinho de frango e bacon, arroz carreteiro, batatas bravas

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O espanhol Expresión Reserva Bobal Utiel-Requena DOP 2016:

Encorpado, aveludado, taninos macios e final longo; Produtor: Bodegas Murviedro; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Bobal (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas maduras, como framboesa e groselha, e nuances de tostado, chocolate e menta; Harmonização: Carnes vermelhas assadas, massas com molhos intensos, queijos curados, legumes assados e bem temperados

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O espanhol Baron de Beldon Vino Tinto 2020:

Saboroso, agradável e frutado, com corpo médio, acidez equilibrada e boa persistência; Produtor: Bodegas Bastida; Teor alcoólico: 11%; Uvas: Monastrell e Tempranillo (vinho blend); Nariz: Intenso, com notas de frutas vermelhas, mentol e flores; Harmonização: Queijo Manchego com Jámon Serrano, tortilha de batata com carne moída, pernil de cordeiro assado com alecrim

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O espanhol Anciano Crianza 3 Years Tempranillo Valencia DOP 2018:

Encorpado, taninos redondos e presentes, final longo; Produtor: Bodegas Navalón; Teor alcoólico: 13,6%; Uva: Tempranillo (vinho varietal); Nariz: Toques tostados e de baunilha, frutas em geleia; Harmonização: Churrasco, massas ao molho bolonhesa

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Bois Sainte-Anne Bordeaux AOP 2020:

Equilibrado, redondo, frutado e cheio; Produtor: Maison Ginestet; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Merlot, Petit Verdot, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Malbec (vinho blend); Nariz: Aromas de amoras maduras e groselhas; Harmonização: Carnes vermelhas, pizzas, queijos amarelos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino 1907 Malbec 2018:

Complexo, estruturado e vibrante, com toques de compota de frutas vermelhas; Produtor: Mendoza Vineyards; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas vermelhas e pretas com nuances de baunilha; Harmonização: Parrillada argentina, espaguete com almôndegas, picanha assada com alecrim

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Purple Malbec 2016:

Médio corpo, taninos moderados e acidez na medida; Produtor: Château Lagrézette; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aroma dominado pelas ameixas e amoras maduras, toques de grafite e ervas frescas; Harmonização: Entrecôte mal passado ao molho de cogumelos, ossobuco com polenta cremosa, perfeito com churrasco brasileiro

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Tinto Negro Malbec Uco Valley 2020:

Um vinho encorpado com rica textura em boca, taninos presentes e macios, boa acidez e refrescante; Produtor: Tinto Negro; Teor alcoólico: 13,7%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Intenso aroma floral e de frutas negras maduras; Harmonização: Carnes vermelhas, pratos com molhos de especiarias, vegetais grelhados

Compre aqui

 


 

 Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O italiano La Mora D.O.C.G. Morellino di Scansano 2020:

Médio corpo, frutado, taninos macios, boa acidez, floral, especiarias; Produtor: Cecchi; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Sangiovese e uvas nativas (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas maduras, floral, especiarias; Harmonização: Carne assada, massa à bolonhesa, pizzas variadas, nhoque ao ragu de cogumelos, galinhada, tian de berinjela

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio para arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O português Casa Burmester Reserva D.O.C. Douro Tinto 2017:

Corpo de médio para encorpado, frutado, taninos macios, textura elegante e aveludada, final longo e agradável; Produtor: Burmester; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz (vinho blend); Nariz: Intensos aromas de frutas negras maduras, ameixa, framboesa, amadeirado, tosta; Harmonização: T-bone steak com batatas rústicas, alcatra ao forno, polenta mole com ragu de costela, estrogonofe de carne de soja, queijos duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O americano Turning Leaf Merlot:

Frutado, macio e com leve doçura; Produtor: Turning Leaf; Teor alcoólico: 12%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas como cereja, amora e ameixa madura, com delicada nuance amadeirada; Harmonização: Costela churrasqueada, hambúrguer com fritas, pizza, espaguete ao molho de linguiça fresca, lasanha à bolonhesa, queijos médios

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O português Larus Touriga Nacional Vinho Regional de Lisboa 2018:

Rico, encorpado, vibrante e com taninos aveludados. O final é longo e persistente, trazendo notas de frutas e especiarias no retrogosto; Produtor: Adega Mãe; Teor alcoólico: 14%; Uva: Touriga Nacional (vinho varietal); Nariz: Cereja madura, amora, cravo e baunilha; Harmonização: Costela no bafo, queijo de ovelha, risoto de Parmesão

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O australiano The Drover Cabernet Sauvignon 2020:

Corpo médio, macio, redondo; Produtor: Dee Vine Estate; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas maduras; Harmonização: Rosbife, cordeiro assado, talharim ao molho de queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno Fauna Reserve Cabernet Sauvignon Central Valley D.O 2019:

Intenso, concentrado, e taninos maduros e elegantes; Produtor: Bodegas Y Viñedos de Aguirre; Teor alcoólico: 13,3%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas maduras, e notas de avelã e chocolate; Harmonização: Carnes vermelhas assadas, massas, queijos fortes

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Rawen Reserva Cabernet Sauvignon Estate Bottled 2020:

Taninos redondos, corpo médio e final persistente; Produtor: Viña Ravanal; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Aromas intensos de geleia de frutas vermelhas, baunilha e nuances tostadas; Harmonização: Polpetone recheado, picanha na manteiga e alho, carré de cordeiro na brasa

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O uruguaio Alto De La Ballena Tannat – Merlot – Cab Franc:

Encorpado, com intensidade de frutas, taninos bem presentes e redondos, e final longo; Produtor: Alto De La Ballena; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Tannat, Merlot e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Amora, cereja, ameixa, violetas e um toque de baunilha; Harmonização: Costela no bafo, massas à bolonhesa, queijo Parmesão

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O português Experimentum Syrah 2018:

Corpo médio, com taninos elegantes e acidez leve; Produtor: Quinta Madre de Água; Teor alcoólico: 13%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aroma frutado de ameixa preta com notas mentoladas e picantes; Harmonização: Carnes vermelhas e queijos maduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Casato Mastino Amarone della Valpolicella DOCG 2015:

Paladar complexo, encorpado, taninos maduros e sedosos, final persistente e agradável; Produtor: Mabis Wine; Teor alcoólico: 15%; Uvas: Corvina, Corvinone e Rondinella (vinho blend); Nariz: Compota de frutas pretas e vermelhas, especiarias e notas de carvalho; Harmonização: Carnes vermelhas e de caça, massas e queijos maduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O australiano The Drover Shiraz 2020:

Corpo médio, macio, com final agradável; Produtor: Dee Vine Estate; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aromas de ameixa, groselha preta e especiarias; Harmonização: Picanha ao ponto ou mal passada, costelinha suína com molho barbecue, queijo de ovelha

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O uruguaio Viñedo Valle de Los Manantiales Gran Bodegón Tannat 2020:

Intenso, fresco, elegante e com um toque mineral; Produtor: Familia Deicas; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Tannat (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutas vermelhas e negras maduras, florais de rosas e violetas, e um toque de ervas frescas; Harmonização: Picanha assada, costela bovina no bafo, arroz de pato, polenta mole com ragú de ossobuco, sobremesas à base de chocolate amargo

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Santa Alicia Merlot Valle Central 2020:

Corpo médio, estruturado e taninos equilibrados; Produtor: Viña Santa Alicia; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas; Harmonização: Carnes grelhadas, massas ao molho vermelho, queijos amarelos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno Peñalolen Cabernet Sauvignon 2018:

Encorpado, fresco, acidez equilibrada e taninos aveludados; Produtor: Jean-Pascal Lacaze; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Cereja, ameixa, cassis, menta e especiarias picantes; Harmonização: Carnes vermelhas, queijos amarelos, pizzas variadas

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Goulart B Black Legion Special Blend Old Vines 2019:

Frutado, elegante, de corpo médio e final redondo; Produtor: Bodega Goulart; Teor alcoólico: 14,2%; Uvas: Malbec e Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas frescas com toques de cassis, geléia de cereja, canela e chocolate; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas ou assadas, pizzas e queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O uruguaio Alto De La Ballena Reserva Tannat – Viognier 2016:

Encorpado, com taninos bem presentes, acidez equilibrada e final persistente; Produtor: Alto De La Ballena; Teor alcoólico: 14,5%; Uvas: Tannat e Viognier (vinho blend); Nariz: Aroma preta, mirtilo, flores e um toque de baunilha; Harmonização: T-bone com alecrim, picanha assada com sal grosso e queijo Grana Padano

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Reyna Merlot Central Valley D.O. 2020:

Fácil de beber, taninos macios e notas de framboesa; Produtor: Bodegas Tagua Tagua; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aroma sutil de morangos maduros, notas de baunilhas e outras especiarias; Harmonização: Pizzas, linguiças, massas com molho vermelho

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O chileno Finca Patagonia Reserva Pinot Noir 2018:

Elegante, equilibrado, taninos aveludados; Produtor: Bodegas Y Viñedos de Aguirre; Teor alcoólico: 13,1%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Aromas de groselha preta e violeta; Harmonização: Queijos moles, carnes brancas, carnes vermelhas magras

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O espanhol Toro Loco Crianza D.O.P. Utiel-Requena 2017:

Encorpado, redondo, com taninos presentes e macios, acidez agradável e final persistente; Produtor: BVC Bodegas; Teor alcoólico: 12,5%; Uvas: Tempranillo e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas, notas de pimenta seca, chocolate e licor de cereja; Harmonização: Carnes grelhadas, rabada com polenta mole e agrião, lasanha de cogumelos aos 4 queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O espanhol Clos Gebrat Priorat DOCa 2019:

Fresco com corpo médio, sabor de frutas maduras e ervas, e notas minerais e apimentadas; Produtor: Vinicola Del Priorat; Teor alcoólico: 15%; Uvas: Carignan, Cabernet Sauvignon, Garnacha e Merlot (vinho blend); Nariz: Aroma apimentado e terroso com toques de groselha preta, mirtilo e ervas; Harmonização: Ravioli de Cordeiro com funghi, feijão branco com linguiça, nhoque com Gorgonzola

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Viña de Los Andes Malbec 2021:

Encorpado, rico, saboroso e frutado; Produtor: Fecovita; Teor alcoólico: 13,9%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de frutas negras maduras e especiarias; Harmonização: Churrasco, aperitivos, pizzas variadas

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O uruguaio La Mirada Cabernet Sauvignon Canelones 2020:

Bom corpo, taninos presentes e aveludados, acidez média, final longo; Produtor: Aurora Uruguai; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras e toques de alcaçuz ao final; Harmonização: Churrasco, queijos maduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes bem como com carnes em cortes mais finos

O chileno Casa Pastene Syrah Central Valley D.O. 2021:

Equilibrado, com taninos maduros e macios, e boa acidez; Produtor: Bodegas Y Viñedos de Aguirre; Teor alcoólico: 13,1%; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aroma de cereja, compota de morangos e especiarias; Harmonização: Massas, queijos, carnes magras

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O chileno Santa Alícia Reserva Pinot Noir Valle del Bío Bío 2020:

Elegante, saboroso e taninos delicados; Produtor: Viña Santa Alicia; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas frescas; Harmonização: Carnes vermelhas e brancas grelhadas, queijos moles, cogumelos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Elvio Cogno Bordini Barbaresco DOCG 2018:

Aveludado, elegante, intenso, taninos macios, final persistente; Produtor: Elvio Cogno; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas com notas de tabaco; Harmonização: Massas, queijos saborosos, carnes vermelhas

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O espanhol Marqués de Ardoza Tinto:

Frutado, intenso, com acidez equilibrada e taninos macios; Produtor: Vinigalicia; Teor alcoólico: 11%; Uvas: Bobal e Tempranillo (vinho blend); Nariz: Aromas intensos de frutas vermelhas, em especial cereja; Harmonização: Picanha suína com batatas, risoto de tomate seco, queijo Gouda

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês Font du Mirail Côtes du Rhône AOC 2020:

Rico, estruturado e equilibrado, com taninos bem integrados; Produtor: Vignobles & Compagnie; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Syrah e Grenache (vinho blend); Nariz: Aromático, com notas dominantes de frutas vermelhas; Harmonização: Steak au Poivre, kebab de cordeiro, espaguete à bolonhesa

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O espanhol Midtown Red Dry Wine:

No paladar é fresco, com taninos aveludados e final longo; Produtor: Vinos y Bodegas; Teor alcoólico: 12%; Uvas: Tempranillo, Bobal e Garnacha (vinho blend); Nariz: Aroma frutado, com notas de framboesa, cassis e alcaçuz preto; Harmonização: Carnes magras, massas com molho vermelho, charcutaria, queijos semi-duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O espanhol Señorio De Prayla Rioja DOCa 2019:

Estruturado e encorpado, frutado, toque picante; Produtor: Marqués del Atrio; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Grenache, Tempranillo e Mazuelo (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas, com toque picante e sutis aromas florais; Harmonização: Carnes vermelhas ou de caça assadas, queijos variados

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Las Mercedes Singular Cabernet Sauvignon 2019:

Frutado, taninos presentes, médio corpo; Produtor: Bouchon Family Wines; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Ameixa madura, cereja negra, especiarias, tabaco, café; Harmonização: Picanha na brasa, risoto de queijo, maminha com crosta de especiarias, tagliatelle com ragu de cordeiro, costela suína ao barbecue, mix de queijos e embutidos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Gran Reserva Fin Del Mundo Patagonia 2019:

Equilibrado, sedoso e cheio, com taninos delicados e um final longo; Produtor: Bodega Del Fin Del Mundo; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Cabernet Sauvignon, Malbec, Cabernet Franc e Merlot (vinho blend); Nariz: Muito frutado, com notas de coco, baunilha e outras especiarias; Harmonização: Picanha na brasa, lomo saltado, parrillada argentina

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O argentino Chateau Garbin Syrah 2020:

Paladar equilibrado, com corpo e taninos médios; Produtor: Garbin Estate; Uva: Syrah (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas e queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O espanhol Las Camelias 2019:

Taninos maduros e marcados, estruturado, com final longo; Produtor: Vinigalicia; Teor alcoólico: 11%; Uvas: Bobal e Tempranillo (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas com notas picantes; Harmonização: Costela, contrafilé, risotos e massas com molho de tomate

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Casa Pastene Merlot Central Valley D.O. 2021:

Estruturado, com taninos aveludados e final longo; Produtor: Bodegas Y Viñedos de Aguirre; Teor alcoólico: 13,1%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Aroma intenso de frutos vermelhos maduros, como a ameixa, e notas de pimenta; Harmonização: Carnes vermelhas, queijos, massas

Compre aqui

 


 

Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Elvio Cogno Ravera Barolo DOCG 2014:

Estruturado, com sabor de cereja vermelha madura, framboesa, notas de tabaco e taninos aveludados; Produtor: Elvio Cogno; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Rosas, lírios, couro novo e frutas vermelhas; Harmonização: Carnes vermelhas, molhos encorpados

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Jean-Pierre Moueix A.O.C. Bordeaux 2016:

Médio corpo, acidez agradável, taninos macios; Produtor: Moueix; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Merlot e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Cereja, ameixa, morango, tabaco, especiarias; Harmonização: Maminha ao forno com legumes, risoto de parmesão, conchiglione de abóbora com carne seca, talharim com ragu de costela, quesadilla de mignon, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês Baron Guillot Esprit de Vigneron Cabernet Sauvignon 2020:

Macio, encorpado e de final longo; Produtor: Domaine du Père Guillot; Teor alcoólico: 12%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Cereja, groselha, alcaçuz e canela; Harmonização: Carnes vermelhas, parmesão e um belo hambúrguer

Compre aqui

 


 

Vinho tinto médio, mas ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O italiano ZioBaffa Toscana IGT 2016:

Corpo médio, taninos finos e presentes, muito fresco; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12,93%; Uvas: Sangiovese e Syrah (vinho blend); Nariz: Perfume elegante e frutado, com notas de violetas; Harmonização: Carnes vermelhas, massas e queijos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, mas ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O português Senhor da Vinha Douro DOC 2019:

Corpo médio, sabor de frutas vermelhos, taninos macios; Produtor: Caves Santa Marta; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Tinta Roriz, Touriga Nacional e Tinta Barroca (vinho blend); Nariz: Frutas maduras como morango e ameixa, toques de especiarias; Harmonização: Lagarto desfiado, aperitivos

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Domaine de La Motte Cabernet Sauvignon 2019:

Redondo e macio, com longo final; Produtor: Vignobles Bonfils; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas maduras e especiarias; Harmonização: Fraldinha assada com ervas, Boeuf Bourguignon, queijos variados

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Butterfly 88 Carmenere Valle Central D.O. 2020:

Corpo médio, taninos maduros e macios, final longo e agradável; Produtor: Kinast Family Wines; Teor alcoólico: 13%; Uva: Carménère (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas, especiarias e pimenta vermelha; Harmonização: Ravióli de carne ao sugo, medalhão de filé mignon, queijo meia cura

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Elvio Cogno Cascina Nuova Barolo DOCG 2017:

Macio, profundo, com taninos intensos e sabor frutado; Produtor: Elvio Cogno; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Rosas, cerejas, especiarias e notas de menta; Harmonização: Massas, carnes vermelhas, queijos saborosos

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O brasileiro Alísios Pinot Noir 2020:

Fresco e delicado, com taninos sutis e final de boca frutado; Produtor: Miolo Wine Group; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Morango, cranberry, com toques de pinhão e café; Harmonização: Quiche de shitake, pizzas de queijo, filé mignon com legumes e estrogonofe vegano

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Mise de la Baronnie A.O.C. Médoc 2017:

Médio corpo, taninos macios, boa acidez; Produtor: Baron Philippe de Rothschild; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Merlot, Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas, especiarias; Harmonização: Picanha recheada, coelho assado ao molho de champignons, filé mignon à parmegiana, espaguete ao sugo com polpetone, stinco suíno ao molho agridoce, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno De Martino Organic Reserve Cabernet Sauvignon Valle del Maipo D.O. 2020:

Encorpado, textura macia, taninos maduros, acidez fresca e final longo; Produtor: De Martino; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Amora fresca, cassis, cereja madura, violetas e um toque de cacau e especiarias; Harmonização: Bife Ancho, queijo Parmesão, ossobuco com polenta

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O francês Bouchard Père & Fils Pinot Noir Bourgogne Hautes-Côtes de Beaune AOC 2018:

Fresco, vigoroso e cheio de personalidade; Produtor: Bouchard Père & Fils; Teor alcoólico: 12,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Aromas de frutos silvestres; Harmonização: Bisteca suína, filé mignon ao molho madeira, batatas gratinadas com queijo

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O sul-africano Laborie Merlot-Cabernet Sauvignon 2019:

Carnudo, harmonioso e aveludado, com toques de carvalho, taninos acentuados, final longo e refrescante; Produtor: KWV; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Merlot e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Notas intensas de framboesa, azeitona preta, chocolate, tabaco e especiarias; Harmonização: Churrasco de fraldinha na mostarda, lasanha à bolonhesa, maminha assada com crosta de pimenta do reino e ervas

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O chileno Pérez Cruz Limited Edition D.O. Valle del Maipo Andes Cabernet Franc 2018:

Frutado, taninos presentes, médio corpo, fresco, amadeirado, especiarias; Produtor: Pérez Cruz; Teor alcoólico: 14%; Uva: Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, tosta, especiarias; Harmonização: Risoto de parmesão, assado de tira, fettuccine ao ragu de cordeiro, cogumelo recheado com queijo, ravióli de abóbora com carne-seca, bruschetta de parmesão e bacon

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O chileno Calyptra Assemblage Gran Reserva 2017:

Encorpado, taninos presentes, fresco, frutas em compota, final longo; Produtor: Calyptra; Teor alcoólico: 14,8%; Uvas: Merlot, Cabernet Sauvignon e Syrah (vinho varietal); Nariz: Framboesa, groselha, cereja negra, amora, especiarias, baunilha, tostado; Harmonização: Costeleta de cordeiro ao molho de ervas, ossobuco com polenta, risoto de cogumelos, bisteca bovina com legumes, pernil laqueado com batatas ao murro, queijos duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O espanhol Barahonda Campo Arriba Old Vines 2015:

Médio corpo, harmônico, acidez agradável, taninos macios, elegante; Produtor: Barahonda; Teor alcoólico: 14,5%; Uvas: Monastrell, Syrah e Garnacha Tintorera (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas, tosta, especiarias; Harmonização: Fraldinha ao creme de mandioquinha, galinha d’angola ao molho de ervas, rigatoni à bolonhesa, baião de dois, penne mediterrâneo, cozido de carne com legumes

Compre aqui

 


 

Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Terre da Vino Barolo Riserva DOCG 2013:

Encorpado, com taninos potentes, acidez alta e final persistente; Produtor: Terre da Vino; Teor alcoólico: 14%; Uva: Nebbiolo (vinho varietal); Nariz: Morango, cereja, tabaco, um toque de flores e leve nota terrosa; Harmonização: Ossobuco, pato com especiarias, risoto de trufas

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O francês Maison Foucher Les Tuffeaux A.O.C. Saumur-Champigny 2018:

Leve, boa acidez, taninos macios, frutado; Produtor: Maison Foucher; Teor alcoólico: 13%; Uva: Cabernet Franc (vinho varietal); Nariz: Framboesa, ameixa, groselha, especiarias, mentol; Harmonização: Filé ao molho de mostarda, tandoori de frango, espaguete com ragu de calabresa, penne ao sugo, lasanha de abobrinha ao pomodoro, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O americano Louis M. Martini Monte Rosso Cabernet Sauvignon 2014:

Complexo, encorpado, com taninos presentes, notas de frutas negras, tosta e caramelo; Produtor: Louis M. Martini Winery; Teor alcoólico: 15,5%; Uva: Cabernet Sauvignon (vinho varietal); Nariz: Cerejas e ameixas em compota, notas de couro e especiarias, com toque terroso; Harmonização: T-bone grelhado com batatas rústicas, carré de cordeiro, fettuccine com ragu de carne, risoto de cogumelos, lasanha de shitake, linguine à carbonara

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Domaine de La Motte Merlot 2019:

Corpo médio, taninos equilibrados e toque aveludado; Produtor: Vignobles Bonfils; Teor alcoólico: 13%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Groselha-preta e especiarias como noz-moscada e pimenta branca; Harmonização: Filé Mignon ao molho madeira, caponata de berinjela, queijo Brie

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O argentino Alae Malbec 2015:

Na boca mantém fruta fresca, é um vinho carnudo, longo, profundo e com bom equilíbrio com taninos maduros e doces; Produtor: Viña Las Perdices; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: No nariz sobressaem aromas a ameixas e frutos vermelhos em geral, acompanhados por notas de violetas, chocolate e baunilha; Harmonização: Para acompanhar carnes vermelhas e pratos da alta gastronomia. Queijos defumados de longa duração, duros e semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O italiano Tenuta SantAntonio Valpolicella Superiore Ripasso Monti Garbi 2017:

Médio corpo, taninos macios, boa acidez, delicada doçura; Produtor: Tenuta Sant’Antonio; Teor alcoólico: 14%; Uvas: Oseleta, Corvinone, Rondinella e Croatina (vinho blend); Nariz: Frutas vermelhas maduras, especiarias, amadeirado; Harmonização: Steak au poivre, costelinha suína ao molho barbecue, filé ao molho de morangos, nhoque de abóbora com cogumelos na manteiga de sálvia, espaguete à putanesca, queijos semiduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O português Casa Burmester Reserva D.O.C. Douro Tinto 2016:

Corpo de médio para encorpado, taninos macios, fresco, bom final; Produtor: Burmester; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Tinta Roriz, Touriga Nacional e Touriga Franca (vinho blend); Nariz: Ameixa, framboesa, floral, amadeirado; Harmonização: T-bone steak com batatas rústicas, alcatra ao forno, torta grega de cordeiro, talharim calabrês, estrogonofe de carne de soja, queijos duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O português Tinto de Castelão by António Maçanita 2018:

Corpo médio, taninos firmes e boa refrescância; Produtor: António Maçanita; Teor alcoólico: 13%; Uva: Castelão (vinho varietal); Nariz: Frutas negras, como ameixa e mirtilo, tabaco e especiarias; Harmonização: Embutidos, feijoada, carnes vermelhas e carne de porco

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O uruguaio Alto De La Ballena Tannat 2019:

Taninos intensos, boa intensidade de fruta e acidez equilibrada; Produtor: Alto De La Ballena; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Tannat (vinho varietal); Nariz:Mirtilos, ameixa, amora preta e um toque de menta; Harmonização: Cordeiro assado, ossobuco e risoto de queijos

Compre aqui

 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O português Sagrado D.O.C Douro Tinto 2017:

Frutado, médio corpo, boa acidez, taninos macios; Produtor: Quinta do Sagrado; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Touriga Franca, Tinta Amarela , Tinta Roriz, Tinto Cão e Touriga Nacional (vinho blend); Nariz: Ameixa negra, cereja negra, violetas; Harmonização: Maminha assada, risoto de linguiça toscana, nhoque com ragu de costela, filé com fritas, batata recheada, queijos semi-duros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O uruguaio Tierra Del Mar Tannat Reserva 2019:

Taninos marcados, ótimo equilíbrio, final longo; Produtor: Aurora Uruguai; Teor alcoólico: 12%; Uva: Tannat (vinho varietal); Nariz: Toques de madeira e baunilha, frutas pretas como ameixa e amora; Harmonização: Churrasco, costela assada, massas ao molho

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O português Pedra Cancela Seleção do Enólogo Dão Tinto 2016:

Corpo médio, volume e sabor intenso, estruturado e com um certo frescor; Produtor: Lusovini; Teor alcoólico: 13,5%; Uvas: Touriga Nacional, Tinta Roriz e Alfrocheiro (vinho blend); Nariz: Aroma de frutas vermelhas, com notas florais e picantes; Harmonização: Carnes vermelhas e queijos de massa mole

Compre aquir

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O português António Maçanita FitaPreta Alentejano 2018:

Encorpado, taninos firmes e redondos. Muito rico e com final de boca elegante; Produtor: Fita Preta – Maçanita; Teor alcoólico: 14,5%; Uvas: Aragonez, Trincadeira e Alicante Bouschet (vinho blend); Nariz: Frutas pretas frescas com notas de erva seca e toffee; Harmonização: Churrasco, cozido português e polenta com molho de agrião

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Mise de La Baronnie A.O.C Pauillac 2016:

Corpo médio, taninos presentes, boa acidez, final longo; Produtor: Baron Philippe de Rothschild; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Cabernet Franc, Merlot e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Morango maduro, framboesa madura, especiarias, tosta; Harmonização: Picanha na brasa, pizzas variadas, polenta rústica com cogumelos, mignon com molho rôti, pernil suíno ao molho de frutas vermelhas, batatas recheadas com bacon e queijo

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

o francês Blason d’Issan Margaux AOC 2014:

Taninos macios, excelente estrutura e equilíbrio; Produtor: Château d’Issan; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Merlot e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Notas florais e de frutas vermelhas, como cassis e framboesas, sobre um fundo especiado; Harmonização: Carnes vermelhas e de caça

Compre aqui

 


 

Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O francês Prosper Maufoux Bourgogne Hautes-Côtes de Beaune AOC 2017:

Paladar bastante frutado, amplo e sedoso; Produtor: Veuve Ambal; Teor alcoólico: 13%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Aroma de frutas vermelhas madura, como cereja e groselha; Harmonização: Vitela, carnes de aves, legumes assados

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês Ecusson des Roches Malbec Cahors D.O. 2016:

Paladar denso, generoso, com taninos bem integrados e acidez notável; Produtor: Vignobles Laur; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Frutas vermelhas e pretas maduras, com toque de pimenta; Harmonização: Risoto de cogumelos, picanha na brasa e embutidos em geral

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto médio, ideal para harmonizar com carnes em pratos multi-ingredientes

O francês Dame de Boüard Montagne Saint-Émilion AOC 2017:

Notas de frutos maduros, taninos suaves e bom comprimento; Produtor: Château Clos de Boüard – Grupo Castel; Teor alcoólico: 14,5%; Uva: Merlot (vinho varietal); Nariz: Notas intensas de baga de frutas vermelhas com um toque de especiarias; Harmonização: Lombo assado, carré de cordeiro com ervas, queijos maduros

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês La Devise de Lilian Saint-Estèphe AOC 2017:

Saboroso, com taninos bem integrados, estrutura aveludada e toques frutados; Produtor: Château Lilian Ladouys; Teor alcoólico: 13%; Uvas: Merlot e Cabernet Sauvignon (vinho blend); Nariz: Notas intensas de frutas pretas, café torrado, alcaçuz e baunilha; Harmonização: Queijo Grana Padano, Boeuf Bourguignon, bisteca Fiorentina

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O italiano Borgobravo Passione e Tradizione Chianti DOCG 2017:

Encorpado e vivaz em boca, frutado e com longo final; Produtor: Castellani; Teor alcoólico: 12%; Uva: Sangiovese (vinho varietal); Nariz: Frutas pretas e vermelhas, com toques de pimenta e cacau; Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas ou assadas, tábuas de queijos, pratos da culinária italiana

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto leve, ideal para harmonizar com carnes em cortes mais finos

O chileno Viña Carrasco D.O. Valle Central Pinot Noir 2020:

Leve, boa acidez, taninos macios; Produtor: LFE Wines – Luis Felipe Edwards; Teor alcoólico: 13,5%; Uva: Pinot Noir (vinho varietal); Nariz: Cereja, framboesa; Harmonização: Risoto caprese, iscas de mignon, gratinado de batatas com atum, penne ao sugo, escondidinho de carne seca, pizza marguerita

Compre aqui

 


 

⇒ Vinho tinto arrojado, ideal para harmonizar com cortes gordurosos de carne bovina

O francês Baron du Tertre Réserve Malbec Cahors D.O. 2016:

Frutado, estruturado e com final longo; Produtor: Château Laur; Teor alcoólico: 13%; Uva: Malbec (vinho varietal); Nariz: Aromas de cereja preta e especiarias; Harmonização: Bife Wellington, fondue de queijo com bacon e hambúrguer

Compre aqui

 

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados:

17 uvas tintas que você precisa conhecer 2
Difícil escolher algumas poucas uvas tintas viníferas. De fato, faltaria tempo de vida para descobrir todas! Você decidiu...
Os 8 principais produtores da Cabernet Sauvignon
Hoje vamos falar sobre a rainha das uvas tintas: a Cabernet Sauvignon. Essa uva incrível, como mostra o...
Temperos e especiarias - Como combiná-los com vinhos?
Combinar temperos e vinhos não é tão difícil e podemos provar! Confira as características mais marcantes e os...
Azeites - Harmonização com vinhos e benefícios à saúde 5
Saber usar bons azeites faz toda a diferença na hora de cozinhar. Mas, tão importante quanto entender a...
Como fazer vinho quente? 8 Receitas incríveis!
O friozinho de junho pede por vinho quente, seja de vinho tinto ou branco Inverno, frio, festa junina,...
Tournedo Rossini - Receitas e harmonização com vinhos
Mais espesso que o medalhão, o Tournedo Rossini é um clássico francês que ganhou o mundo Como um...