Macarrão com queijo, as dicas do sommelier

Apresentação

Macarrão com queijo é sempre uma excelente pedida. Difícil pensar em uma boa massa sem um bom queijo para acompanhar. As massas são de origem chinesa, mas ganharam um bom lugar na Itália. Hoje, em todo mundo, as massas tomaram lugar no seio das famílias.

Por exemplo, o Mac and Cheese é um dos pratos mais consumidos por pessoas de todas as idades dos Estados Unidos. É isso, o macarrão é um prato que com a imigração italiana tomou o planeta. Sem dúvida, há uma intimidade entre macarrão, queijo e vinho.

Vamos a uma deliciosa receita de macarrão com queijo.

Ingredientes

½ Quilo de macarrão cozido

1 colher (sopa) de manteiga

sal a gosto

200 mg de creme de leite

1 xícara (chá) de leite

1 xícara (chá) de queijo prato ralado

1 xícara (chá) de queijo provolone ralado

1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado

Modo de preparo

Em uma panela derreta a manteiga, junte o creme de leite e o leite. Aqueça, porém sem deixar ferver. Adicione os queijos, coloque sal a gosto. Misture o macarrão à essa mistura. Sirva quente.

Lista dos melhores vinhos para macarrão com queijo

1. Vinho tinto brasileiro – Salton Desejo Merlot. Harmonize este saboroso vinho com carnes vermelhas assadas, massas recheadas, queijos de média intensidade.

2. Vinho tinto brasileiro – Salton Campanha Tannat. Harmonize este saboroso vinho com carnes vermelhas assadas, massas recheadas, queijos maturados.

3. Vinho tinto brasileiro – Stella Pietro Single Vineyard Merlot. Harmonize este saboroso vinho com carnes grelhadas, massas, queijos envelhecidos. Mas, aos veganos de plantão, é um vinho vegano.

4. Vinho tinto brasileiro – Miolo Reserva Pinot Noir. Em matéria de harmonização, pense em carnes brandas no condimento e carnes grelhadas, massas com molhos de tomate e de queijos mais leves, arroz de galinha, capeletti, polenta e fortaia, tortéi, pizzas, tortas salgadas e queijos macios e não aromáticos.

5. Vinho tinto argentino – Rutini Cabernet Malbec. Em harmonização, pense em carnes vermelhas, principalmente uma fraldinha acompanhada de batatas soufflé, pizzas e massas de molho vermelho, queijos.

6. Vinho tinto argentino – Margarita para Los Chanchos Cabernet Sauvignon 2022. Harmonização: Carnes vermelhas, massas ao molho vermelho e queijos.

Leia mais sobre esses vinhos citados acima

1. Salton Desejo Merlot

Salton Desejo Merlot – Vinho tinto brasileiro

Produzido na região da Campanha Gaúcha pela Vinícola Salton. Este saboroso vinho é, na boca, macio e aveludado, com taninos suaves e bem integrados, acidez equilibrada, com notas de frutas vermelhas, notas suaves de especiarias e toque de baunilha. Ao nariz, temos aromas de frutas vermelhas maduras, como ameixas, cerejas e amoras, com notas sutis de especiarias, como baunilha e canela, provenientes do envelhecimento em carvalho. Produzido a partir da Merlot com teor alcoólico de 13,5% e serviço entre 16° a 18°C. Um belo vermelho rubi intenso e brilhante em que parte do vinho amadurece em barricas de carvalho francês e americano durante 12 meses e parte em tanques de inox. Um vinho seco.

2. Salton Campanha Tannat

Salton Campanha Tannat – Vinho tinto brasileiro

Produzido na região da Campanha Gaúcha pela Vinícola Salton. Este saboroso vinho é, na boca, médio corpo, taninos macios, acidez equilibrada e um final de boca marcado por aromas frutados. Ao nariz, temos aromas de frutas frescas, como amora, cereja morango e mirtilo, junto com notas de mentoladas. Produzido a partir da Tannat com teor alcoólico de 13% e serviço entre 16° a 18°C. Um belo vermelho rubi com reflexos violáceos. Um vinho seco.

3. Stella Pietro Single Vineyard Merlot

Stella Pietro Single Vineyard Merlot – Vinho tinto brasileiro

Produzido na região da Serra Gaúcha pela Stella Pietro Wine. Este saboroso vinho é, na boca, corpo médio com taninos macios e aveludados. Ao nariz, traz notas de frutas vermelhas maduras, como cerejas, morangos e ameixas. Produzido a partir da Merlot com teor alcoólico de 12,5% e serviço entre 16° a 18°C. Um belo vermelho vibrante. Um vinho seco.

4. Miolo Reserva Pinot Noir

Miolo Reserva Pinot Noir – Vinho tinto brasileiro

Produzido na região da Campanha Meridional. Este saboroso vinho, na boca, começa apresentando uma sensação agradável e aveludada na boca, seguida de taninos delicados e equilibrados, finalizado com uma longa sensação de “fineza”. Ao nariz, é intenso, delicado e fino, com notas de ameixa seca, morango, café, caramelo, chocolate, coco queimado, pinhão, fruta-do- conde. Um belo Pinot Noir vermelho-rubi médio com reflexos âmbar com passagem de 6 meses em barricas de carvalho.

5. Rutini Cabernet Malbec

Rutini Cabernet Malbec – Vinho tinto argentino

Produzido na região de Mendoza pela Bodegas Rutini. Este é um vinho, na boca, sedoso, agradável, estruturado, frutado e equilíbrio entre taninos e acidez. Ao nariz, traz intensidade média, com notas evidentes de cereja e framboesa e toques de tostado. A partir das uvas Cabernet Sauvignon e Malbec, este vinho é vermelho-rubi médio com reflexos violáceos e passa por 12 meses em barricas de carvalho.

6. Margarita para Los Chanchos Cabernet Sauvignon 2022

Margarita para Los Chanchos Cabernet Sauvignon 2022 – Vinho tinto argentino

Produzido na região de Mendoza, safrado em 2022, pela Mosquita Muerta Wines. Este vinho tem, na boca, boa estrutura, com taninos macios, final de boca agradável. Ao nariz, traz notas de frutas vermelhas frescas. Um belo Cabernet Sauvignon vermelho rubi intenso com tons violáceos com amadurecimento de 30% com carvalho durante 4 meses e o resto em tanques de aço inoxidável.

Conclusão

Macarrão com queijo é uma delícia, com vinho é mais ainda. Hoje, uma receita e de macarrão com queijo que é multinacional. Bom, o macarrão com queijo é o prato que crescemos comendo, graças a migração italiana, e acabamos gostando bem. Macarrão, queijo e vinho: a combinação perfeita.

Deixe um comentário

Rolar para cima